Início » Gadgets » Fundação oferece 1 milhão de dólares pela melhor ideia de "smart pistola"

Fundação oferece 1 milhão de dólares pela melhor ideia de "smart pistola"

A intenção é contribuir para a diminuição dos crimes com armas de fogo.

Avatar Por

O perigo das armas de fogo é uma grande preocupação nos EUA, já que o porte de armas lá é legalizado em diversos estados e não é raro ouvirmos a notícia de que um atirador fez vítimas em lugares públicos. A preocupação de como diminuir as mortes causadas por armas é uma constante e costuma render debates bem polêmicos, mas um grupo teve uma ideia que pode ajudar a reduzir as estatísticas: utilizar a tecnologia dos smart devices que usamos diariamente nas pistolas.

Para chegar a essa conclusão, a Smart Tech Challenges Foundation se baseou em uma pesquisa que aponta que um quarto das armas traficadas nos EUA são roubadas. Então, tiveram a ideia de que, se for possível bloquear o uso de uma arma roubada, como ocorre com smartphones, talvez dê para ajudar no combate aos crimes causados por elas.

Já existe algo do tipo: essa pistola da Armatix só dispara próxima do relógio

Já existe algo do tipo: essa pistola da Armatix só dispara próxima do relógio

Então, a empresa lançou um desafio: vai distribuir 4 milhões de dólares a startups que mandarem as melhores ideias associando tecnologia ao melhor controle de armas. Serão quatro etapas, sendo que a primeira irá escolher a melhor ideia que limite o uso de uma arma a seu dono. As seguintes têm a ver com big data, saúde mental e uso da tecnologia para aumentar a segurança comunitária.

Ainda que haja toda uma boa intenção, a fundação sabe que não irá mudar o mundo com esse programa, tampouco conseguirá levar a tecnologia escolhida para todas as armas de fogo e muito menos irá alterar as leis para armas nos EUA, mas já teve o apoio de algumas fabricantes americanas. Ela espera que o desafio sirva como inspiração para que, em todo o mundo, haja inovações na área para promover a segurança.

Em tempo:  já existem algumas "smart pistolas" no mercado. Um exemplo mais parecido com o que a Smart Tech Challenges Foundation sugere foi criada pela empresa Armatix; ela é pareada com um relógio e não funciona a mais de 25 centímetros dele. Outra, da Yardarm Technologies, permite encontrar a localização da arma e até saber se está carregada ou não através de um smartphone.

O desafio da Smart Tech é global, então, se tiver uma boa ideia, pode se inscrever no site da fundação.

Com informações: CNET

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Root Yolo
nao vai ajudar em nada isso. tem varios sites no prorpio EUA que ensina passo a passo de criar sua própria arma, e eles incentivam isso, por conta que o custo sai mais baixo.
EFG
Alguém manda um projeto de pistola rodando android. :P
Vagner Alexandre Abreu
Reinaldo Lima Parece que sai barato. Mas vamos nos ater a um ponto comum na natureza: certas atitudes acontecem de forma violenta, e ela de alguma forma vai ficar dentro da gente. Sai mais barato mesmo era nunca existir tecnologias, valores (financeiros e culturais / morais) e com isso o ser humano voltaria a ser primitivo. Mas aí sempre seríamos violento quando imposto uma carga de ação contrária a nossa desejada. Uma lei é uma canetada, um código moral que a priore deveria ser seguido por uma sociedade civilizada. O dilema é: nem todas as leis vão ser realmente seguidas pois sempre existirão pessoas que as questionarão. Por que não se pode ter uma arma? Por que não posso matar outra pessoa? Se você impede a pessoa de ter algo via lei, de forma forçada, essa pessoa pode até reagir de forma contrária e violenta. Eu pensava de forma pacifista. Mas então certas coisas aconteceram em minha vida e na vida de pessoas próximas. Uma amiga minha quase morreu pois alguém atirou nela. E não adiantou lei de desarmamento para isso. Não adianta proibir com uma canetada o desarmamento, sendo que nem educação e prevenção a violência temos direito em locais que realmente precisam disto. Primeira coisa que deveria se investir quando se fala em desarmamento, é educar. Quando pessoas sabem os por quês, quando pessoas veem de forma lúdica as situações que acontecem, ela se questionará se a violência usada por uma arma de fogo é útil ou não. Ela questionará se uma arma é quem mata ou se é o ser humano que mata (argumento muito comum aos armamentistas). AO investir em educação e colher os primeiros resultados, o segundo passo é aí sim não exatamente criar leis, mas aplicar conceitos de proteção e aí sim, se a sociedade num todo (e não falo só você ou eu) aceitar o fato do desarmamento. Mas aí não precisa (só) de leis, e sim de ações. Tudo gasta dinheiro de certa forma. Educação, proteção, atuação. Vejo o investimento nesta arma de certa forma interessante, mas noto uma falha grave: qualquer sistema analógico-digital pode de certa forma se tornar apenas analógico. Uma arma com travas eletrônicas pode ser desbloqueada de alguma forma. Seja em software (hackeando), seja em hardware (transformando a arma em uma forma analógica independente de eletrônicos). Usando este argumento, aí sim posso concordar contigo que um investimento como este se resulta em nada, uma vez que uma arma eletrônica pode de certa forma virar uma arma comum. Aí volta em um dos argumentos anteriores ao meu: se não fosse o egoísmo, a nossa razão em defender territórios e posses, não precisaríamos de sistemas de defesa, de armas, de nada. No dia que entendermos que "todos somos um", as coisas mudam.
Reinaldo Lima
Vagner Alexandre Abreu eu não estou tentando vencer ninguém, porque isto aqui não é uma disputa (pelo menos não pra mim), só o que estou tentando fazer é com que meu ponto de vista seja entendido que é: sai mais barato mudar uma lei e desarmar o povo do que gastar milhões em pesquisa pra criar uma "smart arma" que não vai atirar se não for pela mão do dono... isso é ridículo, esse dinheiro poderia ser muito bem gasto com pesquisar mais produtivas... Se eu quisesse discutir a questão armamentista mundial existem lugares melhores pra fazer isso
Vagner Alexandre Abreu
Reinaldo Lima vamos tentar esquecer os lobistas e lembrar que os Estados Unidos é um país, como muitos da América, que nasceu com a invasão de outros povos, estes que de forma violenta tiraram ou corromperam os nativos. O uso de armas nos Estados Unidos é comum desde tais tempos, virando o clichê "western" (tudo se resolve na base da bala). Não entendo da história americana, por isso não dá para lhe ofertar informações sobre uso de armas por lá. Só te falo uma coisa, do jeito que escreve, está tentando simplesmente vencer os outros por argumentos. Não é porque se fala dos Estados Unidos que também não se deva olahr para cá também. E pensando um pouco, o que se aplica no que escrevi sobre o Brasil, aplica-se de certa forma nos Estados Unidos também e em locais onde infelizmente o pensamento egoísta predomina. Isso não é um debate e sou da filosofia de quanto menos debate e mais diálogo na internet, melhor. Não quero provar que meu argumento está certo, mas sim tentar contribuir para uma boa conversa.
Reinaldo Lima
Vagner Alexandre Abreu entendo seu ponto, mas voltando ao ponto de origem deste debate que é o post do blog, o assunto nem contempla o Brasil, é única e exclusivamente uma questão Norte Americana. E lá eles tem uma capacidade de manter a ordem apenas com as forças policiais é diferente daqui que faz mais sentido deixar com que as pessoas se defendam já que o Estado não faz isso por elas. Agora Teorias da Conspiração a parte eu acho que os "Lobbistas" manipulam a informação ao ponto de fazer o Americano médio (burro) se agarrar ao patriotismo e defender com unhas e dentes uma lei arcaica que não reflete mais a realidade, mas isto é uma opinião minha e não entra no mérito da questão.
Vagner Alexandre Abreu
Reinaldo Lima concordo e discordo de ti. Não é questão apenas de lobby, mas sim de cultura mesmo. Lembremos que os Estados Unidos são separados em estados federativos, e dos 40, 13 permitem porte de arma nas ruas e o restante não. Em alguns deles, as pessoas literalmente defendem seus direitos à bala. :p Tendo a concordar com o desarmamento, pois realmente a posse de um equipamento com capacidade alta de mortalidade necessita de uma boa regulamentação. Em uma sociedade que defende a paz entre o próximo, a não violência; quanto mais controle sobre a possibilidade de punição de quem tira essa harmonia, melhor. Lembremos que Japão e Reino Unido são exemplos de países onde a proibição de armas é total, a ponto dos próprios policiais poderem dispensar (Apenas equipes avançadas possuem direito de uso). Ao mesmo tempo, tendo a discordar, pois nossa sociedade brasileira é confusa. Ao mesmo tempo que se tenta pregar a paz e a não violência, se prega punições severas e desiguais a quem comete erros. Além da nossa cultura, ainda baseada em ostentação, hierarquias e força bruta, além de uso severo de ameaças e terrorismo contra pessoas comuns. Uma arma é pelo menos uma tentativa de equilibrar as forças, em uma aglomeração de pessoas que tenta ser uma sociedade civilizada e não consegue. Infelizmente (na minha opinão)
Reinaldo Lima
Emmanuel Carvalho eu diria impossível, e nem falo da questão da "população que se acha no direito de portar armas" e sim do lobby que a indústria armamentista faz no congresso americano para que a "roda continue girando"....isso sim movimenta uma grana ferrada e dificilmente vai existir alguém pra peitar esses caras...
Emmanuel Carvalho
É meio complicado modificar a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos da América... #JustSaying
Reinaldo Lima
OK, mas quem está atrás de armas vai conseguir de qualquer forma... O desarmamento só é mais uma medida a se tomar para dificultar que o contraventor consiga uma arma. Desta forma é menos uma preocupação para as autoridades que podem concentrar o foco em barrar o tráfico de armas e diminuir a criminalidade. Basta começar por algum lugar...
Gabriell Costa
Você olhou as estatisticas? Quem quer arma ilegal vai comprar do mesmo jeito, sendo roubada ou traficada de outros paises, como mexico.
Reinaldo Lima
por isso mesmo... sem armas na mão da população, não tem como roubar a arma pra traficar...manjou agora?
Gabriell Costa
Reinaldo Lima http://www.defesa.org/posse-de-armas-vs-homicidios-no-mundo/
Gabriell Costa
Reinaldo Lima, então.. a ideia se baseou em uma pesquisa que aponta que um quarto das armas traficadas nos EUA são ROUBADAS. Ou seja arma que LADRÃO, BANDIDO, SAFADO, conseguiu de forma ilícita, o projeto que eles pedem é que somente o dono registrado no momento da compra consiga usar a arma... Sobre sua fonte.. Uol não é referencia nenhuma. Dê uma olhada aqui: http://www.defesa.org/cat/estatistica-e-ciencia/ http://www.defesa.org/homicidio-cresce-460-em-13-anos-no-maranhao-estado-falhou-diz-secretaria/ E por ai vai...
Reinaldo Lima
Então, não sei se você leu a matéria, mas o post trata de um assunto que está sendo avaliado lá nos Estados Unidos, Onde existe um controle de registro do comprador da arma que, como mencionado no post, muitas vezes é aquele maluco que sai atirando a esmo no pátio da escola. E é isso que eles estão tentando coibir, pois a questão os bandidos que você menciona certamente é tratada de outra forma, pois estes vão mesmo continuar armados, mas isto é uma realidade em qualquer lugar. Já esta estatística que você menciona me deixou curioso, e resolvi pesquisar, uma simples busca no Google por "desarmamento aumenta número de mortes" me troxe esta matéria do UOL: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/09/05/ipea-diz-que-estatuto-do-desarmamento-reduziu-a-taxa-de-homicidios-em-126.htm Logo acredito que seu argumento é inválido.
Gabriell Costa
Desarmar a população? DESARMAR A POPULAÇÃO? E isso resolve o que meu amigo? Só vai tirar o defeito de defesa do cidadão de bem. Os bandidos q traficam armas continuarão armados. Se fizer igual fizeram aqui no brasil vai dar a mesma merda!! As estatísticas estão ai para todos verem.. depois do desarmamento o numero de mortes por armas de fogo crescei MUITO.
Reinaldo Lima
sairia mais barato mudar a legislação e desarmar a população...
Rafael Machado de Souza
só vai aumentar o comercio de armas ilegais sem tais proteçoes