Início » Games » Como os cartões virtuais evoluíram e viraram joguinhos com mensagens personalizadas

Como os cartões virtuais evoluíram e viraram joguinhos com mensagens personalizadas

Por
5 anos atrás

Por mais que aqui no Brasil tenhamos nosso próprio 12 de junho, é difícil não ser influenciado pelo Dia dos Namorados americano, comemorado agora, em 14 de fevereiro. Entrando nesse clima de amor e azaração, já começaram a surgir métodos infalíveis para se declarar utilizando o que a vida tem de melhor: joguinhos, é claro.

O Greeting Games, site que poderia ser só mais um aglomerado de jogos em flash, é uma opção interessante para o caso de você querer pedir alguém em casamento, mas não manjar nada de programação de jogos. Ard Bonewald, um designer holandês, criou o site no intuito de democratizar o processo de desenvolvimento de games que passassem uma mensagem.

Em entrevista ao Polygon, disse que queria ver pessoas pedindo suas namoradas em casamento usando jogos que haviam feito, ou mesmo os jogos favoritos de suas parceiras, mas isso não seria possível, porque ele mesmo não sabia programar. Então, pensou que seria legal se ele mesmo e outras pessoas pudessem fazer isso sem a necessidade de programar.

E disso aí, nasceu o Greeting Games. O site traz jogos em flash em vários estilos, à escolha do freguês, e inclui puzzles, sudokus, palavras-cruzadas, Bejeweleds e jogos de “corte”, tipo Fruit Ninja. No final de cada um, a mensagem endereçada ao destinatário é exibida, fazendo valer a pena o esforço dos jogos. Não é bonitinho?

greeting-games

greeting-games-2

greeting-games-3

E nem só de pedidos de casamento vive a página. Na verdade, a opção para declarar o seu amor ainda não está disponível abertamente no site, que ainda está em fase beta. Por enquanto, dá para escolher entre mensagens de “melhoras”, de parabéns, de agradecimento e um outro modo, que deseja um bom ano novo: “É divertido, porque você pode mandar o jogo para pessoas que não são entusiastas de games, mas elas irão gostar quando receberem uma mensagem sua”, diz Bonewald.

Por enquanto, o serviço de envio de jogos e mensagens do site é gratuito. A fase beta é prevista para chegar ao fim antes do Valentine’s Day, ou seja, em aproximadamente duas semanas, é possível que ele passe a ser pago.

De acordo com a entrevista, está nos planos do criador adaptar estilos de jogos mais imersivos, como Legend of Zelda e Mario, para serem rodados em Flash. A companhia também quer fazer com que esses games possam ser jogados em emails ou smartphones e tablets, e que sejam compartilháveis nas redes sociais. Lembra dos cartões virtuais que sua tia te mandava em meados de 2003? Deve ser tipo isso, mas com joguinhos.

A intenção é continuar expandindo os negócios e contratar profissionais aptos a criar cartões de agradecimento em forma de jogos divertidos, além de, futuramente, entrar em parcerias com marcas conhecidas para que algo como um cartão interativo de Angry Birds seja possível. “Se você quer pedir alguém em casamento com seu jogo favorito, isso deve ser feito com seu jogo favorito, não com ‘algo do tipo’. Mas nós ainda não estamos nesse patamar”, disse Bonewald.

Mais sobre: