Início » Jogos » Coreia do Sul utiliza Kinect para proteger a fronteira

Coreia do Sul utiliza Kinect para proteger a fronteira

Avatar Por
6 anos atrás

Além de te fazer queimar umas calorias em casa, o Kinect pode ser usado em diversas outras áreas, como saúde, educação e, agora, segurança nacional. Isso se você morar nas Coreias: desde agosto, o acessório do Xbox 360 está sendo utilizado para identificar invasores na Zona Desmilitarizada.

A Zona Desmilitarizada da Coreia é uma faixa de 4 km de largura que se estende por toda a fronteira entre a Coreia do Sul e a do Norte que foi criada em 1953 e é ocupada por militares de ambos os países. Uma curiosidade é que, por ser tão isolada, a área é extremamente rica em biodiversidade.

20100506_north_korea_dmz_war02

Ela é assim por dentro...

...E assim por fora.

...E assim por fora.

O Kinect começou a ser utilizado na parte da Coreia do Sul no ano passado, mas isso só foi revelado recentemente. Ele utiliza um software criado pelo programador Jae Kwan Ko que rastreia "objetos" que estejam cruzando a fronteira. Ele consegue diferenciar humanos de animais e, ao detectar uma pessoa tentando atravessar a fronteira, emite um alerta.

Os detalhes são poucos sobre seu funcionamento, como se poderia esperar; é utilizado para segurança nacional. Além disso, o programa foi criado por um expert da área, então não deve ser nem um pouco simples.

A única informação que foi dada é de um possível upgrade em breve, que fará com que o Kinect possa ler batimentos cardíacos e a temperatura do corpo. Por aqui, conhecemos isso como "Kinect do Xbox One"; lá, o console ainda não foi lançado.

Com informações: Engadget

Mais sobre: ,