Início » Mobile » Este app usa o poder de processamento do seu Android para encontrar curas para doenças enquanto você dorme

Este app usa o poder de processamento do seu Android para encontrar curas para doenças enquanto você dorme

Por
5 anos atrás

Antes de dormir, você provavelmente configura o alarme do smartphone e deixa o aparelho conectado a uma tomada para acordar no dia seguinte com a bateria totalmente carregada. Mas o que seu smartphone, com todo esse poder de processamento, está fazendo enquanto você dorme? Provavelmente nada. Então, em parceria com a Universidade de Viena, a Samsung lançou um aplicativo para Android que ajuda a encontrar curas para doenças.

Faça uma boa ação enquanto estiver dormindo

Faça uma boa ação enquanto estiver dormindo

Você já deve ter visto algo assim anteriormente: é uma ideia muito parecida com a do [email protected], que aproveita o processamento ocioso do seu computador (e de máquinas de vários outros participantes do projeto) para fazer simulações de enrolamento de proteínas e estudar doenças como Alzheimer e Osteogenesis Imperfecta, popularmente conhecida como “ossos de vidro”.

O Samsung Power Sleep é um despertador para Android que, além de te acordar no dia seguinte, usa o processador do seu smartphone ou tablet para fazer cálculos de sequenciamento de proteínas, o que ajuda os pesquisadores no estudo do câncer, do Alzheimer e outras doenças. Essas simulações demandam bastante processamento, por isso, quanto mais aparelhos participarem, melhor. E como você estará dormindo, certamente não notará nenhuma lentidão.

Para participar, você pode baixar o Samsung Power Sleep gratuitamente no Google Play. Quando você configurar o alarme, ele baixará um pacote de cerca de 1 MB dos servidores da Universidade de Viena com as informações para fazer os cálculos. Quando o alarme tocar, a simulação é encerrada e as informações que o seu aparelho calculou são enviadas para a universidade.

O aplicativo é compatível com smartphones e tablets com Android 2.3 ou superior, mas é recomendado ter no mínimo o Jelly Bean para obter melhores resultados. Como ele usa bastante o processador e baixa arquivos periodicamente, a recomendação é manter o aparelho ligado a uma tomada, para evitar que a bateria descarregue. Além disso, é bom ficar conectado a uma rede Wi-Fi, especialmente se você tiver um plano de dados muito limitado.

Com processadores cada vez mais poderosos dentro de aparelhos que cabem no nosso bolso, está aí uma ótima maneira para aproveitá-los melhor.

Com informações: The Verge.

O anúncio fechará em 20 segundos