Início » Computador » Archival Disc, da Sony e Panasonic, promete substituir o Blu-ray com seus discos de até 1 TB

Archival Disc, da Sony e Panasonic, promete substituir o Blu-ray com seus discos de até 1 TB

Por
5 anos atrás

Há espaço para novos padrões de mídia óptica no mercado? Sony e Panasonic acreditam que sim: cumprindo uma promessa feita em julho passado, ambas as empresas começaram a semana anunciando o Archival Disc, formato de disco que, entre outras vantagens, promete versões com 300 GB, 500 GB e 1 TB de capacidade de armazenamento.

Trata-se de um forte candidato ao cargo de sucessor do Blu-ray, portanto. Quando comparamos as especificações de ambos os formatos, vemos o Archival Disc como uma evolução deste último, na verdade.

Para começar, é bastante provável que as dimensões físicas dos discos venham a ser as mesmas do Blu-ray: 12 centímetros de diâmetro e pouco mais de 1 milímetro de espessura, embora nada impeça o lançamento de versões mais compactas. O comprimento de onda do laser que lê os discos também se mantém: 405 nanômetros.

As diferenças começam a surgir nos layers dos discos. Enquanto o Blu-ray pode contar com até duas camadas para armazenamento de dados em cada lado, o Archival Disc suportará até três.

Archival Disc

Outro diferencial está no track pitch, que você pode entender como a distância que há entre os pontos de gravação no disco: enquanto que no Blu-ray este espaço é de 0,32 mícron (ou micrômetro, medida equivalente à milésima parte de um milímetro), o Archival Disc promete diminuir este intervalo para 0,22 mícron.

A alta capacidade de armazenamento não será o único atrativo do Archival Disc. De acordo com a Sony, mídias neste padrão serão mais resistentes a mudanças de temperatura, poeira e umidade. Além disso, como não poderia deixar de ser, os leitores destes discos serão compatíveis com Blu-ray, DVD e CD.

As primeiras unidades do Archival Disc deverão aparecer em 2015. É um formato para um futuro próximo, de fato: com tamanha capacidade, estas mídias poderão armazenar filmes e temporadas de séries em 4K ou, quem sabe, até mesmo em 8K.

Acontece que Sony e Panasonic sabem que, mais do que atualmente, o mercado de vídeos será dominado por streaming, razão pela qual as duas empresas destacaram o uso destes discos em aplicações profissionais, especialmente backup. Talvez isso explique o emprego de “Archival” no nome do formato.

Tornar o Archival Disc um padrão de mercado é que será um desafio. Além de cumprir o que promete, os novos discos terão que enfrentar formatos propostos por outros fabricantes. Sim, isso significa que, provavelmente, assistiremos a uma briga nos mesmos moldes do Blu-ray versus HD-DVD.