Início » Jogos » A demonstração da Unreal Engine 4 rodando no navegador é impressionante

A demonstração da Unreal Engine 4 rodando no navegador é impressionante

Por
5 anos atrás

Dependentes de plugins ou linguagens específicas, os jogos que rodam diretamente em navegadores apareceram há alguns anos e se mostraram craques em acabar com a produtividade do proletariado. E se já era assim com os gráficos fraquíssimos de Candy Crush e Farmville, espere só até ver o que a Epic Games preparou para o “futuro”.

329122

Em parceria com a Mozilla, a empresa lançou um vídeo demonstrativo de jogos baseados na Unreal Engine 4 rodando no Firefox. Com trechos de Soul e Swing Ninja rodando em velocidades próximas de suas nativas, a qualidade do motor gráfico é impressionantemente impecável.

No post feito no blog da Mozilla, Brendan Eich, o vice-presidente sênior de engenharia da empresa, explicou que ela, apesar de ser a grande aposta para alimentar a nova geração de videogames, foi construída para poder transitar entre dispositivos móveis, computadores, consoles e web. O VP também disse que a intenção é a de que não haja distinção notável entre jogos rodados no browser e os que baixamos e instalamos para jogar.

Tim Sweeney, da Epic Games, também disse que a companhia encara a web como uma parte crucial do futuro do desenvolvimento nos jogos, e que a Mozilla já provou ser um catalisador para fazer isso acontecer. “Nós ficamos surpresos com esta tecnologia pioneira que a Mozilla conseguiu com a Unreal Engine 3 na rede, então não hesitamos em trabalhar com eles para portabilizar a Unreal Engine 4.”

O que permite ao Firefox reproduzir os jogos, em asm.js, com tanta qualidade, são “otimizações específicas” exclusivas do navegador, que fazem com que ele não exija plugins para tanto. O asm.js é um subtipo de JavaScript que melhora a performance dos aplicativos.

“Essa performance nos abre novas oportunidades de dar aos usuários a melhor experiência possível se eles escolherem os navegadores de internet. Qualquer browser moderno pode rodar asm.js, mas as otimizações já presentes no Firefox garantem uma experiência mais consistente e suave”.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.