Início » Brasil » Xiaomi planeja entrar no Brasil ainda este ano

Xiaomi planeja entrar no Brasil ainda este ano

Fabricante chinesa quer iniciar operações em 10 países em 2014

Paulo Higa Por

Há algumas semanas, Hugo Barra, o brasileiro que trabalhou no Android por quase três anos e hoje é vice-presidente global da Xiaomi, conversou com políticos para expandir as operações da fabricante chinesa para o Brasil, sem divulgar muitos detalhes ao público. Na tarde desta quarta-feira (23), em Pequim, a Xiaomi anunciou oficialmente que planeja entrar em nada menos que 10 países este ano, incluindo o nosso.

xiaomi

O anúncio foi feito durante um encontro com jornalistas na capital chinesa, de acordo com o Tech In Asia. Lei Jun, fundador e CEO da Xiaomi, revelou que a empresa pretende iniciar ainda em 2014 suas operações no Brasil, Malásia, Indonésia, Índia, Tailândia, Filipinas, Vietnã, Rússia, Turquia e México. Recentemente, a fabricante começou a se expandir globalmente e passou a vender smartphones em Singapura.

A notícia chega na mesma semana em que a Xiaomi mudou o endereço de seu site global, de xiaomi.com para simplesmente mi.com — para os curiosos de plantão, o curtíssimo domínio custou 1,3 milhão de reais. Parece uma mudança pequena, mas é importante para fortalecer a marca em países que não falam chinês e combina com os planos de expansão global da empresa. O “Mi” significa “Mobile Internet”.

Um dos motivos do sucesso da Xiaomi na China é o fato da empresa vender smartphones com ótimas especificações por preços baixos. O topo de linha é o Mi 3, com carcaça de liga de magnésio, chip Snapdragon 800 quad-core de 2,3 GHz, 2 GB de RAM, tela IPS de 5 polegadas com resolução 1080p, câmera de 13 MP e bateria de 3.050 mAh. Ele custa apenas 1.999 yuans chineses, ou 718 reais. Galaxy S4 e iPhone 5s, assim como no Brasil, são bem caros e custam mais que o dobro na China.

A Xiaomi está otimista com os planos de expansão e anunciou que sua meta é vender 60 milhões de smartphones em 2014, mais que o triplo das 18,7 milhões de unidades vendidas no ano passado. Se a ideia for vender aparelhos por preços menores que os da concorrência e fortalecer o mercado brasileiro, bem-vinda, Xiaomi.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Deivison Viana
Veja todas Noticias da Xiaomi Aqui: www.xiaomibrasil.com
portela.thiago
Bem elegante o aparelho... se viesse com um Android puro, seria matador. Apesar que não conheço a interface MIUI, não sei como ela se comporta no aparelho (se é uma touchwiz da vida)
portela.thiago
AHN?????
celso2526
seja bem vinda xiaomi, aq vc vai se fortalecer, pq estou cansado de compra smart caros...!
Celso Martins
vem vem xiaomi nos ajudar.....
Filipe Zambon
Se vier, vou comprar.
@
Alguém deve ter falado assim para o CEO da Xiaomi: - Cara, porquê você não vai pro Brasil? Lá tem uns manés que pagam R$ 2.999,00 num telefone !!! Agora é só esperar chegar....
Filipe Fleming
Yuri Figueiredo Santos Onde que Lumias são baratos? Só os mais fracos mesmo. Mesmo assim o melhor CxB atualmente é o Moto X.
Fabricio Neves
Nesse preço eu compro!!!
kueixo
Só que tem um problema: o Brasil NÃO TEM indústria nacional. As fabricantes de automóveis principalmente, todas que estão aqui não são brasileiras, são empresas estrangeiras que só fabricam carros pro mercado nacional e, no máximo, exportam pra América do Sul. Essa proteção do mercado nacional é tão sem lógica que só mesmo um idiota pra acreditar nisso
RamonGonz
vai sacudir tudo por aqui... espero q de certo
Eduardo Papa
Poderia lançar um com tela menor, mas potente do mesmo tanto... ae to dentro. Tenho um nexus 4, excelente aparelho, mas continuo o achando grande por mais que já tenha me acostumado com ele.
Marcello Pek Di Salvo
exatamente o que eu pensei. jajá o governo brasileiro joga o IPI desses aparelhos lá nas alturas pra "proteger a indústria nacional" (pra quem não pegou a referência: http://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2011/09/15/governo-aumenta-ipi-dos-carros-importados-e-atinge-marcas-chinesas.htm)
EFG
Smartphone bom e barato no Brasil?! CONCORRENCIA DESLEAL!!!1!
Denilson Rocha
Desejo mesmo que Nokia volte a ter um papel de protagonista, fui usuário fiel desde os tempos do Symbian. Tentei com WP enquanto pude, mas hoje não é uma realidade pra mim (e pra muita gente que fez o mesmo caminho).
Exibir mais comentários