Início » Internet » Facebook permitirá login anônimo em serviços de terceiros para que você possa testá-los

Facebook permitirá login anônimo em serviços de terceiros para que você possa testá-los

Usuários também poderão definir quais dados de sua conta serão compartilhados com outros serviços

Emerson Alecrim Por

Fazer login em serviços online ou aplicativos móveis usando sua conta do Facebook, Google+ ou Twitter é uma comodidade e tanta, afinal, trata-se de um cadastro a menos para preencher. Mas, não é descuidar da segurança optar por este meio se você quiser apenas provar um serviço ou app antes de decidir usá-lo? Para situações como esta, o Facebook acaba de anunciar uma solução: a possibilidade de login anônimo.

Login anônimo no app do Flipboard

Login anônimo no app do Flipboard

Revelada pelo próprio Mark Zuckeberg durante a conferência para desenvolvedores Facebook F8, a ideia é bastante simples: quando você quiser testar um serviço ou aplicativo, basta clicar no botão “Log in Anonymoulsy” (ou equivalente) para experimentá-lo. A autenticação será feita tendo a sua conta do Facebook como base, mas a empresa responsável pelo serviço ou app não saberá que você fez o login.

Sendo mais claro, durante o teste, o seu nome, país de origem, endereço de e-mail, foto de perfil e outras informações repassadas no login via Facebook serão ocultadas. Se você decidir continuar usando o serviço, haverá um botão para autenticação “normal”.

Zuckeberg explicou que a funcionalidade é oriunda da constatação de que muitos usuários optam por fazer login de maneira convencional – criando uma conta com e-mail e senha – pelo temor de compartilhar suas informações do Facebook com serviços cuja reputação é desconhecida ou pela falta de clareza quanto ao uso que é feito destes dados.

O Facebook joga com a bandeira da privacidade para promover a novidade, mas é evidente que a funcionalidade também lhe beneficiará: a empresa continuará sabendo por quais serviços ou aplicativos você se interessa.

Esta não é a única medida anunciada na F8 relacionada à privacidade: o Facebook também permitirá ao usuário decidir quais dados podem ser compartilhados com terceiros. Entre estas informações estão endereço de e-mail, data de aniversário, likes e lista de amigos.

É claro que o usuário terá que ser razoável em relação ao que bloquear: determinados serviços podem simplesmente não funcionar se, por exemplo, o endereço de e-mail não for repassado.

Estas novidades não estarão disponíveis prontamente. O login anônimo, por exemplo, está sendo testado com um grupo restrito de desenvolvedores e será disponibilizado abertamente nos próximos meses, o que indica que o recurso será opcional. Quanto ao controle sobre os dados de login, o Facebook fala apenas em liberá-lo nas próximas semanas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alice Maria
Maria Christina Lima Corrêa da Rocha, eu vou te marcar com ferro quente na cara e depois cortar a sua cara com estilete profundamente, pra você deixar de ser prostituta, você não tem moral pra falar mal das pessoas, as pessoas é que tem que te pisar, humilhar, te desprezar, porque você merece ser pisada, humilhada, desprezada e pode esperar, porque eu vou te meter ferro fervendo na cara pra você ficar marcada e vou cortar não só a sua cara com estilete, como vou fazer o maior estrago em você toda com estilete, vou mutilar esse seu corpo de prostituta com estilete e que você vai ficar horrorosa pra sempre, você vai esperando o estrago que vou fazer em você, primeiro você vai ficar marcada na cara pra sempre com o ferro fervendo e depois eu vou é te mutilar toda com estilete e você nunca mais será a mesma, ficará toda marcada profundamente, sua vagabunda, prostituta, vadia, desgraçada, piranha, rameira, rapariga, meretriz, você adora a tirar foto de perna aberta e com a cenoura na buceta não é, você será queimada na praça e aí não vai precisar de eu fazer o maior estrago em você, porque será linchada e queimada na praça.
Alice Maria
Christina Rocha, sua hora de morrer está chegando, cuidado aonde você pisa, seu fim está próximo, quando eu te encontrar na rua, você vai apanhar tanto, mas tanto de bofetadas que vai ficar na cadeira de rodas e nunca mais vai andar (risos) aí eu posso te arrebentar de porrada na cadeira de rodas e te matar na piscina te jogando lá dentro com cadeira de rodas (risos) sua prostituta imunda, vagabunda, ordinária, ratazana de esgoto, rameira, rapariga, desgraçada, cadela, vaca, égua, vai esperando, porque eu vou te arrebentar toda e te matar.
Alice Maria
Maria Christina Lima Corrêa da Rocha, ou você para de expulsar participantes da bosta desse programa, ou eu acabo com a sua vida, você é que tem que ser pisada e humilhada, pensa que não sei que você tira fotos de perna aberta igual uma prostituta imunda, isso não vem ao caso, mas eu já te avisei: ou você deixa de expulsar participantes da bosta do casos de família, ou eu te mato, ordinária, sem vergonha, vagabunda, prostituta imunda, rameira, rapariga, vadia, ou você para de destratar as pessoas, ou eu acabo com você, com essa bosta de programa que posso tacar fogo com você lá dentro, ou melhor, eu vou te tacar fogo, mas antes você vai levar tanta bofetada, mas tanta bofetada que vai até ficar em coma, eu vou ter o imenso prazer de ir ao hospital e te matar, nem que seja a facadas e tesouradas.
Bruno Guerreiro
Após assistir a live, discutimos aqui na empresa sobre a utilidade desta função... Para os desenvolvedores não tem muito sentido em implantar esse "Login anônimo", visto que se não receberemos nenhuma informação por parte do Facebook sobre o usuário, compensa muito mais criarmos um mecanismo próprio dentro dos apps/sites para que os usuários possam testar e experimentar anonimamente. O uso dessa função só parece fazer sentido para o Facebook, que descobrirá ainda mais sobre você.
qgustavor
muitos usuários optam por fazer login de maneira convencional [...] pelo temor de compartilhar suas informações do Facebook com serviços cuja reputação é desconhecida ou pela falta de clareza quanto ao uso que é feito destes dados.
Não Zuckeberg, só que, muito pelo contrário, não queremos que vocês tenham acesso aos nossos dados. Tudo bem o Tecnoblog ter acesso ao meu nome e e-mail (que umas das poucas informações que publiquei no Facebook): o que eu não quero é que vocês criem um perfil que gosto de tecnologia e me mostre propagandas relacionadas a isso. Sobre as outras informações que vocês deduzem sei que vocês não irão repassar nem para o Tecnoblog, nem pra ninguém, logo isso não é um risco a se considerar. Retratação: embora se foi usado o plural, isso possivelmente só se aplica comigo, com isso não digo que se aplica a outra pessoa.