Depois de muito tempo sem apresentar novidades, a Anatel, junto com a EAQ (Entidade Aferidora de Qualidade) liberou os números referentes à medição de internet banda larga para o primeiro trimestre de 2014. Foram medidas tanto a banda larga fixa quanto a internet móvel, com tecnologia 3G.

anatel-sede-agencia-nacional-telecomunicacoes

Para a banda larga fixa, a EAQ mede vários fatores: a velocidade instantânea (que é a velocidade de transferência apurada no momento de utilização da internet pelo usuário), a velocidade média (que é a média entre todas as medições de velocidade instantânea realizadas durante o mês), latência, jitter (variação de latência, perda de pacotes e disponibilidade (para detectar quedas de conexão, por exemplo). No caso da internet móvel, é medida apenas a velocidade instantânea e a média. As medições são feitas por meio de medidores instalados nas residências de assinantes de banda larga.

Veja no gráfico abaixo a velocidade média da banda larga fixa apresentada pelas operadoras na região Sudeste. Os valores estão em Mb/s (megabits por segundo):

Já no gráfico abaixo estão os valores atingidos pelas operadoras de internet móvel (3G), também para a região Sudeste. Os valores estão em porcentagem, respeitando a meta de velocidade instantânea e velocidade média:

No presente momento, as operadoras tem a meta de entregar pelo menos 95% da velocidade instantânea e no mínimo 70% da velocidade média, embora, por regulamentação, sejam obrigadas a entregar 70% da velocidade instantânea e 30% da velocidade média. Esse valor deverá subir em novembro de 2014, quando as operadoras serão obrigadas a cumprir pelo menos 80% da taxa de transmissão instantânea e 40% da taxa de transmissão média.

Todos esses dados foram disponibilizados, mês a mês, estado por estado, operadora por operadora; são três documentos com 37 páginas cada um. O que se pode notar por alto é que em determinados estados, uma operadora é pior ou melhor que a outra, mas que na maioria das vezes as operadoras cumpriram as exigências. Você pode verificar todos os indicadores para todas as regiões nos documentos de janeiro, fevereiro e março liberados pela Anatel.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

portela.thiago
Olha, quero muito saber como é que raios a Speedy (vivo) tem essa média de velocidade. Boa parte do subúrbio paulistano é atendido pela empresa, e as conexões não passam dos 2Mb.
Evandro Muniz
O Brasil Banda Larga, que e o medidor homologado pela ANATEL não funciona, no termino da medida, fica so no aguardando resultado. e não mostra os valores! vamos combinar nem o medidor do governo funciona!
Lucas Braga
Algar é a CTBC, que é operadora de banda larga e telefonia fixa para clientes residenciais apenas em algumas cidades. A Live TIM não é medida pela EAQ em virtude do número de clientes ser abaixo do número mínimo para participar das medições.
Ednei Almeida
Acabei de ver na fonte da materia, não tem nem a LiveTim listada ali, tem duas variações da NET (qual a diferença?) e tem a Algar que nem opera diretamente pra usuários, é mais um intermediário entre operadora e cliente final... Esse tipo de gráfico é inútil, e não reflete a verdadeira intenção do tópico que é analisar a qualidade de banda larga. Pra começar, eles entendem como velocidade máxima 1mbps e apenas conferem o download, descartando o upload, sendo que aqui em são paulo isso é o mínimo que as operadoras oferecem, chegando à 100mbps.
Ednei Almeida
Cadê a LiveTim de São paulo, que tem a melhor banda larga de todas as citadas acima?
Edvan Suzarth
-- (( Rodrigo Silva Barretos )) - Valeu garotão pela ajuda !!!
Rodrigo Silva Barretos
Se eles não aparecerem os links são: - http://infogr.am/velocidade-media-da-banda-larga-fixa-no-sudeste - http://infogr.am/velocidade-media---3g
Edvan Suzarth
-- Cadê o gráfico ?