Início » Aplicativos e Software » Canonical decide deixar de lado o desenvolvimento do Ubuntu para Android

Canonical decide deixar de lado o desenvolvimento do Ubuntu para Android

Emerson Alecrim Por
5 anos e meio atrás

Conecte um teclado e um monitor ao seu smartphone e tenha, "magicamente", um PC rodando Ubuntu Linux à sua disposição. Para esta finalidade que o Ubuntu for Android foi anunciado em fevereiro de 2012. Só que a ideia, pelo visto, vai ficar só na promessa: uma série de fatores indica que a Canonical condenou o projeto ao esquecimento.

Não que um software como esse tivesse grandes chances de se tornar sinônimo de sucesso, mas a sua proposta poderia contribuir com os planos conseguintes da Canonical de criar um sistema operacional único para vários tipos de dispositivos.

No caso do Ubuntu for Android (Ubuntu para Android), o usuário teria apenas que instalar o software correspondente em seu smartphone e conectá-lo a um dock que permite a conexão de um teclado e um monitor.

Seria algo assim. Interessante, não?

Seria algo assim. Interessante, não?

O resultado desta combinação é um PC rodando Ubuntu acompanhado de uma série de aplicativos básicos: navegador de internet, cliente de e-mail, editor de texto e assim por diante. Enquanto isso, o smartphone poderia continuar trabalhando normalmente com o Android, recebendo ligações ou notificações, por exemplo.

O primeiro sinal de que alguma coisa não saiu como o planejado é a demora para a liberação de uma versão estável do software – já se passaram dois anos. A confirmação do fracasso, por assim dizer, veio nesta semana, quando um dos desenvolvedores da Canonical reportou no Launchpad - serviço que serve de repositório para o projeto - que o Ubuntu for Android não está mais em desenvolvimento.

Até o momento, a Canonical não soltou nenhum comunicado público sobre o assunto, mas confirmou ao Android Authority que, de fato, o projeto está parado há algum tempo e não tem previsão de retomada.

O que deu errado, no final das contas? Não se sabe ao certo, mas a falta de interesse de fabricantes ou parceiros em potencial parece ser a principal razão: dada a complexidade da iniciativa e a sua baixa prioridade, a Canonical preferiu dedicar os esforços de sua equipe de desenvolvimento a outros projetos, como o Ubuntu Phone.

O Ubuntu for Android até atingiu algum grau de desenvolvimento, mas bugs e outros obstáculos encontrados mostraram que a sua finalização seria mais difícil do que o esperado, aparentemente.

Ainda há uma chance de o projeto ser retomado, mas é bom não alimentar as expectativas: de acordo com a resposta enviada ao Android Authority, a Canonical está disposta a continuar o Ubuntu for Android se algum parceiro mostrar interesse. Podemos entender interesse como investimento.

Como a empresa tem dificuldades para conseguir apoio até para produtos mais consistentes, o adeus à ideia parece mesmo estar garantido. Uma pena.

Com informações: OMG! Ubuntu!