Início » Brasil » Google Maps agora exibe mapas internos de aeroportos, estádios e shoppings no Brasil

Google Maps agora exibe mapas internos de aeroportos, estádios e shoppings no Brasil

Por
5 anos atrás

Google Indoor Maps, recurso do Google Maps que exibe plantas baixas de milhares de estabelecimentos no mundo, agora funciona no Brasil. O Google anunciou hoje a disponibilidade de mapas internos de mais de 100 aeroportos, estádios e shoppings de mais de 50 cidades brasileiras — não há mais motivo para se atrasar para o filme porque não encontrou as salas de cinema ou ficar andando em círculos no estádio porque não achou sua cadeira.

google-maps-maracana

O lançamento chega em uma hora bem apropriada, a pouco mais de um mês da Copa do Mundo, que começa no dia 12 de junho. Os estádios Maracanã (Rio de Janeiro), Mané Garrincha (Brasília), Mineirão (Belo Horizonte), Fonte Nova (Salvador) e outros sete já possuem mapas internos no Google Maps. Dois estádios da Copa do Mundo ainda não estão lá: o Beira-Rio (Porto Alegre) e a Arena Corinthians (São Paulo).

Os aeroportos, que estarão cheios de turistas durante a Copa do Mundo, também possuem plantas baixas no Google Indoor Maps: são 15, incluindo Guarulhos e Congonhas (São Paulo), Santos Dumont (Rio de Janeiro), Afonso Pena (Curitiba), Salgado Filho (Porto Alegre), Juscelino Kubitscheck (Brasília) e Eduardo Gomes (Manaus). Tem ainda o Theatro Municipal de São Paulo e mais de 100 shopping centers — a lista completa está nesta página.

google-maps-aeroporto-gru

google-maps-shopping-eldorado

O uso do Google Indoor Maps praticamente dispensa explicações: basta procurar o estabelecimento e dar zoom até revelar os detalhes internos. No caso dos estádios, você pode ver facilmente onde estão os setores, camarotes, bebedouros e áreas de alimentação. Já os mapas internos dos shoppings mostram as escadas rolantes, lojas e banheiros. No canto inferior direito da tela, dá para navegar entre os vários andares.

A novidade já está disponível para todos os usuários, tanto na web quanto nos aplicativos para smartphones e tablets com Android e iOS, e não é necessário atualizar nada. Quem quiser colaborar, pode enviar plantas baixas de estabelecimentos públicos para o Google Maps seguido estas instruções.