Tecnoblog

Este é o Microsoft Surface Pro 3, tablet de 12 polegadas que quer tomar espaço dos laptops

Rumores recentes davam conta de que a Microsoft lançaria um "Surface Mini" em breve. Nesta terça-feira (20), de fato, a companhia anunciou oficialmente um novo tablet, mas de "mini" o modelo não tem nada: estamos falando do Surface Pro 3, que chega com tela de 12 polegadas e pode ser equipado com processador Intel Core i3, i5 ou i7.

Na apresentação, que aconteceu em Nova York, Estados Unidos, a Microsoft deixou claro que a novidade tem a missão de ser não apenas uma opção para quem procura um tablet, mas também para quem está pensando em adquirir um laptop, daí a generosidade com a tela.

Com resolução de 2160×1440 pixels, a tela também chama a atenção por ter a inusitada proporção de 3:2, o que a faz ser não apenas larga como também "alta". A ideia aqui, aparentemente, é tornar o dispositivo mais apto a tarefas de produtividade: este formato pode facilitar a exibição de planilhas ou a tomada de notas, por exemplo.

Não é por menos que o Surface Pro 3 é acompanhado de uma stylus arrojada, a Surface Pen: além de ótima resposta no contato com a tela (segundo a Microsoft), o dispositivo tem um botão na parte superior que pode acionar rapidamente um aplicativo pré-definido, assim como tirar o tablet do modo de descanso. Tem mais: ao fazer uma anotação, o usuário pode dar um novo clique na stylus para fazer com que o conteúdo seja sincronizado com as nuvens, por exemplo.

A Surface Pen não é o único acessório. O usuário que quiser usar o tablet como notebook deve adquirir a Surface Pro Type Cover, que terá preço sugerido de US$ 129,99 e estará disponível em várias cores. Assim como nas gerações anteriores, esta capa também faz as vezes de um teclado com trackpad. Este último, aliás, ficou 68% maior e está mais preciso.

Se o Surface Pro 3 ganhou em largura e altura, perdeu em "grossura": o dispositivo tem espessura de 9,1 mm contra 10,6 mm do Surface Pro 2. O seu peso, por sua vez, é de 800 gramas, o que não parece muito para um dispositivo com tela de 12 polegadas.

Uma característica que não passa despercebida no Surface Pro 3 é o kickstand, aquele suporte na parte traseira do dispositivo. O componente foi reformulado para permitir ao usuário deixar o tablet em uma superfície com a tela podendo ser inclinada em vários ângulos dentro de um limite de 150 graus. No Surface Pro 2, o usuário conta com poucas variações de inclinação.

No que diz respeito às demais especificações, o Surface Pro 3 vem com porta USB 3.0, conexão mini-DisplayPort, leitor de microSD, Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 4.0 LE, câmeras frontal e traseira de 5 megapixels, saídas de áudio com tecnologia Dolby, além de bateria com autonomia estimada em 9 horas considerando atividades mais comuns (a capacidade exata do componente ainda não foi revelada). Se o usuário precisar de porta Ethernet, poderá adquirir um adaptador à parte.

A combinação de processador, memória RAM e armazenamento interno é variável: a Microsoft irá oferecer o Surface Pro 3 em cinco conjuntos, todas com Windows 8.1 à bordo, é claro. São eles:

  • Processador Core i3, 64 GB de storage e 4 GB de RAM;
  • Processador Core i5, 128 GB de storage e 4 GB de RAM;
  • Processador Core i5, 256 GB de storage e 8 GB de RAM;
  • Processador Core i7, 256 GB de storage e 8 GB de RAM;
  • Processador Core i7, 512 GB de storage e 8 GB de RAM.

O Surface Pro 3 entrará em pré-venda a partir de amanhã nos Estados Unidos. O modelo mais barato custará US$ 799; o mais caro, US$ 1.949. Você já deve ter imaginado, mas não custa ressaltar: não há qualquer previsão de lançamento no Brasil.