Início » Segurança » Os melhores e piores antivírus do mercado

Os melhores e piores antivírus do mercado

AV-Comparatives e AV-TEST testaram os principais antivírus entre março e abril

Por
4 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Leia os resultados mais recentes, de abril de 2015.

Qual antivírus você usa? Entre dezenas de opções, alguns gratuitos, outros muito bem pagos, pode ser difícil escolher um. Periodicamente, institutos independentes de segurança da informação testam a eficácia dos principais antivírus do mercado. AV-Comparatives e AV-TEST liberaram nos últimos dias os resultados dos testes realizados com malwares descobertos entre março e abril.

seguranca

AV-Comparatives

O AV-Comparatives testou 23 antivírus em uma máquina com Windows 7 de 64 bits e softwares totalmente atualizados, com todas as correções de segurança aplicadas. Para simular infecções do mundo real, os resultados são baseados em 1.030 testes, que contêm páginas com exploits funcionais, links para download de malwares e anexos de email maliciosos.

Os dois únicos antivírus que bloquearam 100% das ameaças foram o Panda Cloud Free Antivirus e o Bitdefender Internet Security, mas o último perdeu pontos por detectar três ameaças que não existiam, contra zero do concorrente. O Avira Internet Security apareceu em terceiro, com 99,8% de eficácia.

av-comparatives-abril-2014-zoom

Outros antivírus tradicionais aparecem a partir do sétimo lugar: ESET Smart Security (99,1%), Kaspersky Internet Security (99,0%, em 8º), McAfee Internet Security (98,6%, em 9º), F-Secure Internet Security (98,2%, em 10º), avast! Free Antivirus (96,6%, em 12º) e AVG Internet Security (95,3% em 14º). Chamou a atenção o alto número de falsos positivos das proteções da McAfee e da F-Secure: 26 e 14, respectivamente.

Entre todos, o pior foi a proteção nativa do Windows, no caso o Microsoft Security Essentials, que bloqueou apenas 88,4% das ameaças.

AV-TEST

O AV-TEST também liberou resultados atualizados, mas o método foi um pouco diferente: 25 antivírus foram testados em uma máquina com o recente Windows 8.1 de 64 bits. Além de avaliar a proteção contra malwares, o instituto verifica o impacto do antivírus no desempenho do computador e dá notas individuais para o quesito usabilidade: quanto maior for o número de interrupções por falsos positivos, menor a nota.

Nove softwares alcançaram a pontuação máxima nos quesitos proteção e usabilidade: Avira Internet Security, Bitdefender Internet Security, F-Secure Internet Security, G DATA Internet Security, Kaspersky Internet Security, McAfee Internet Security, eScan Internet Security Suite, Norton Internet Security e Trend Micro Titanium Maximum Security. Com exceção do eScan, todos detectaram 100% dos malwares em março e abril.

av-test-abril-2014

Entre os softwares que atingiram 100% de detecção, apenas o Kaspersky Internet Security conseguiu 6 pontos no quesito desempenho, a melhor nota possível. Três conseguiram 5,5 pontos: Avira Internet Security, Bitdefender Internet Security e McAfee Internet Security.

O Panda Cloud Antivirus, que ficou em primeiro no teste da AV-Comparatives, ganhou nota 5,5 em proteção na AV-TEST. Outros softwares que aparecem na lista são: ESET Smart Security (5 pontos), AVG Internet Security e AVG Anti-Virus Free (4 pontos) e avast! Free Antivirus (3,5 pontos).

O Windows Defender, proteção nativa do Windows 8.1, foi considerado o antivírus de referência e ganhou nota zero em proteção, tendo detectado apenas 67% e 68% dos malwares recém-descobertos em março e abril, respectivamente, contra 94% da média da indústria. Nos outros quesitos, no entanto, ele foi bem: 5 pontos em desempenho e 6 em usabilidade.