Início » Gadgets » Apple compra Beats por US$ 3 bilhões

Apple compra Beats por US$ 3 bilhões

Por
5 anos atrás

A Apple confirmou a aquisição da fabricante de fones de ouvido Beats. A gente meio que já esperava por isso, mas a cifra ficou um pouco abaixo do que nos apontavam os rumores de mercado: Tim Cook terá que desembolsar US$ 3 bilhões pela empresa.

Curiosamente, o CEO já se adiantou em fazer algumas afirmações – até mesmo para acalmar as especulações. Primeiro, ele garantiu que a Beats vai continuar com a produção de fones de ouvido. Nada muda em relação à linha de hardware deles. Além disso, o serviço Beats Music, um concorrente do Spotify, Rdio e Deezer, também continuará operando normalmente.

O que muda? Ao menos neste primeiro momento, nada muda. Exceto para os cofundadores da Beats, Jimmy Iovine e Dr. Dre. Eles serão contratados como empregados em tempo integral da maçã. Inclusive, os títulos profissionais (tipo “diretor” ou “superintendente”) dos novos contratados serão “Jimmy” e “Dre.”. Então tá.

Beats Fone Azul Studio

Em entrevista ao Re/code, Cook disse que está mais interessado nas “pessoas incríveis” da companhia. Não é de hoje que gigantes do Vale do Silício adquirem empresas menores puramente com a intenção ampliar seu banco de talentos, um nome bonito para a lista de contratados.

A diferença em relação a este negócio é que a Apple não tem tradição de se meter em grandes acordos comerciais. A última grande aquisição foi realizada em 1997, quando a Apple pagou aproximadamente US$ 400 milhões pela NeXT. A gente sabe no que isso deu: Steve Jobs voltou à companhia que fundara antes, depois assumiu como CEO, e levou a Apple ao que ela é hoje.

Resumo da ópera: em breve, ao comprar um computador caro da Apple, pode ser que venha de brinde um fone de ouvido caro da Beats.

Com informações: Apple, Re/code e Wall Street Journal

Mais sobre: , , , , ,