Início » Legislação » É oficial: além de impostos, agora você tem que pagar R$ 12 aos Correios para receber pacotes internacionais

É oficial: além de impostos, agora você tem que pagar R$ 12 aos Correios para receber pacotes internacionais

Por
3 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

nova-fachada-correios

Se você recebeu alguma remessa internacional tributada pela Receita Federal nos últimos dias, deve ter se deparado com uma surpresa pra lá de desagradável: não bastasse o imposto de importação e o ICMS, agora temos que pagar uma taxa de R$ 12 aos Correios para cada pacote vindo de fora do Brasil.

Chamada de Taxa para Despacho Postal, esta despesa adicional para os nossos bolsos começou a valer em 2 de junho deste ano para todo o território brasileiro. Não houve nenhuma campanha prévia para avisar os cidadãos, pelo menos não de maneira massiva. No site dos Correios, a nota oficial sobre o assunto foi disponibilizada no mesmo dia em que a cobrança passou a vigorar.

O aviso ressalta que a cobrança de R$ 12 será feita somente sobre as remessas que receberem uma NTS (Nota de Tributação Simplificada), o documento que serve para a tributação de encomendas internacionais com valor de até US$ 500 ou equivalente em outra moeda.

Em outras palavras, se o seu pacote for tributado, você terá que pagar os R$ 12; se não, sorte sua. Não há diferenciação em relação a peso, medida ou tipo de produto existente na encomenda.

Por que esta cobrança agora?

Se, como pessoas físicas, já pagamos imposto de importação e, quando é o caso, ICMS, por que mais uma cobrança? Fizemos esta pergunta diretamente aos Correios. A resposta que obtivemos é que, até então, os custos que envolvem todo o processo de receber a remessa no Brasil e levá-la até o destinatário eram arcados pela própria empresa, mas que a quantidade de encomendas aumentou tanto nos últimos anos – cerca de 400% – que ficou inviável seguir com este esquema.

Os Correios explicaram ainda que o recebimento de pacotes internacionais e o seu conseguinte envio ao destinatário já é praticado por outras companhias que também realizam entregas a partir de outros países no Brasil. Em relação a estes serviços, há a “vantagem” de o valor praticado pelos Correios ser inferior em boa parte dos casos.

Por fim, a companhia explicou que este tipo de cobrança já é instituído por outras operadoras que exercem funções equivalentes às dos Correios em outros países, sendo também mais barato que muitos destes serviços.

Algum benefício ao cidadão?

Sendo a taxa inevitável, será que a arrecadação adicional refletirá ao menos em algum benefício direto ao cidadão, como maior agilidade nas entregas, um dos aspectos que mais geram reclamações em relação aos serviços dos Correios?

Seria ótimo, mas a resposta é “não”. Os Correios frisaram que a cobrança de R$ 12 visa cobrir custos que já existiam e que aumentaram bastante nos últimos anos, ou seja, não há nenhuma promessa do tipo “vamos usar a receita oriunda da taxa para investir em tal frente”.

Na verdade, os Correios falam sim em deixar a entrega de remessas internacionais mais ágeis, mas por um meio indireto: você se lembra daquele sistema que a Receita Federal está implementando para automatizar a tributação de remessas internacionais e que, portanto, deverá pôr fim à quantidade de pacotes oriundos de sites como DealeXtreme e AliExpress que passam “ilesos” pela cobrança? Pois se trata dele.

Segundo os Correios, este sistema trabalhará com troca antecipada de informações, o que deve agilizar todos os tramites necessários para a entrega. O cidadão poderá inclusive fazer pagamento de tributos pela internet e, consequentemente, receber o pacote em prazos menores que os atuais.

Bom, teremos que conferir na prática como isso funcionará: até o momento, a Taxa para Despacho Postal é cobrada apenas nas agências, presencialmente, durante o procedimento de retirada do pacote.

Há alguma forma de nos livrarmos da taxa?

Sim, basta que o seu pacote não seja tributado. No entanto, caso o sistema mencionado anteriormente apresente a eficiência prometida, praticamente não haverá mais pacotes internacionais não submetidos às cobranças. Atualmente, este processo é feito quase que totalmente de maneira manual, não havendo efetivo suficiente para tal, daí a relativa facilidade de não pagar impostos sobre determinadas remessas. A automatização, por sua vez, deverá superar este limite.

No mais, só escaparão da taxa as remessas que tiverem dentro do limite de isenção de U$ 50 ou que se enquadrem nas categorias de livros, periódicos e medicamentos.

A Taxa para Despacho Postal é legal?

No contexto ideal, se não estamos de acordo com os valores necessários para recebermos nossas encomendas internacionais, podemos recorrer a serviços de entregas de companhias privadas.

Se a ideia é esta, os próprios Correios já ressaltaram que a sua taxa de entrega tende a ser menor, como se este detalhe refletisse uma vantagem. Só que esta é uma comparação um tanto quanto indevida, por uma série de motivos.

Para começar, os Correios são uma empresa pública e, com base na legislação, detêm o monopólio dos serviços postais no Brasil, logo, a companhia tem em seu favor uma infraestrutura que cobre praticamente o Brasil inteiro, o que reduz os seus custos operacionais.

Além disso, empresas privadas costumam ter taxas mais caras porque pagam impostos elevados, fazem a entrega de maneira mais rápida e agilizam a documentação necessária, incluindo aí os tributos. Temos, portanto, serviços distintos: na prática, há pouca ou nenhuma opção em relação aos Correios.

Este aspecto, por si só, já é suficiente para questionarmos a cobrança da taxa, mas há outros, por exemplo: embora se tratem de entidades distintas, a taxa de importação – normalmente, de 60% do valor da remessa – cobrada pela Receita Federal já não deveria cobrir os custos referentes ao trânsito dos pacotes no Brasil?

Taxação - Receita Federal (Fonte: Fórum Criminal Cafe)

E a gente achando que essa tributação já era pesada por si só…

Não termina aí: o Blog do Jotacê coloca em dúvida a autonomia dos Correios em relação à formulação de novas cobranças: “não é competência da ECT a criação de taxas de serviços, bastando conferir a Constituição Federal (arts. 145-149), o Código Tributário Nacional (arts. 77-80) e Decreto-Lei 509/69 (art. 2) para comprovar”.

Em relação à questão da legalidade, os Correios se justificaram dizendo apenas que “a cobrança é prevista na convenção da União Postal Universal (UPU), órgão da ONU que normatiza a atividade postal em todo o mundo”.

Em termos práticos, questionar a aplicação da taxa por meios judiciais é, para variar, o caminho que nos sobra, havendo maiores chances de sucesso se ações forem movidas por entidades que representam consumidores – tal como na questão dos US$ 50 em vez de US$ 100 como limite de isenção em remessas internacionais, a possibilidade de mudança é baixíssima havendo apenas processos individuais.

No final das contas, a sensação é eminente: parece haver um esforço dos grandes do governo para, se não dificultar a realização de compras internacionais, tirar o maior proveito financeiro delas.

            • rsfloripa

              EEEEEEEEEEE BRASIL!!!!!!!!!!!! Mais uma piadinha de mal gosto do governo!!!!!

            • RamonGonz

              Lembrando que a isenção de 50 dolares é apenas pra envios de pessoa fisica pra pessoa fisica:

              Remessas no valor total de até US$ 50.00 (cinqüenta dólares americanos) estão isentas dos impostos , desde que sejam transportadas pelo serviço postal, e que o remetente e o destinatário sejam pessoas físicas;

              http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/rts.htm#Tributa%E7%E3o

            • Thiago Roberto

              So tenho que agradecer a Dilma, e a todos esses Fdp que votaram nela, Votem no PT

              é só isso, trabalhar metade do ano só para pagar imposto

            • wazowskibr

              Qual a necessidade disso? Privatiza essa merda, quero ver…

              • ricartebarros

                “No mais, só escaparão da taxa as remessas que tiverem dentro do limite de isenção de U$ 50 ou que se enquadrem nas categorias de livros, periódicos e medicamentos.”

                Meu sonho, é a inclusão, na condição acima, da seguinte classe de produtos: “componentes e módulos eletrônicos educativos ou de pesquisa e desenvolvimento” … (Ex.: Raspberry Pi, development boards em geral, microcontroladores, etc…. ). O nosso país não dispõe desses tipo de material, e deixa de criar muita pesquisa e desenvolvimento por conta dessa restrição… alguém do Governo precisa enxergar isso.

                  • Benê Ramos

                    Hoje só compro lá fora dentro da cota e nunca tive problemas, nem de imposto e nem de Correios. No site já tem a previsão mais ou menos de quando vai chegar, e sem dúvida bastante extensa. Então quem compra já sabe que vai demorar. No passado, uns 14 anos atrás, acho que somente uma minoria privilegiada podia importar ou iam buscar lá fora e ainda procuravam enganar o fisco e se fossem pego era esse mesmo Deus nos acuda. Gostaria que o pessoal mais entendido de importação, taxas, etc, esclarecessem como era no passado. Se melhorou ou piorou, mas que seja uma análise isenta de politicagem.

                  • Benê Ramos

                    Hoje só compro lá fora dentro da cota e nunca tive problemas, nem de imposto e nem de Correios. No site já tem a previsão mais ou menos de quando vai chegar, e sem dúvida bastante extensa. Então quem compra já sabe que vai demorar. No passado, uns 14 anos atrás, acho que somente uma minoria privilegiada podia importar ou iam buscar lá fora e ainda procuravam enganar o fisco e se fossem pego era esse mesmo Deus nos acuda. Gostaria que o pessoal mais entendido de importação, taxas, etc, esclarecessem como era no passado. Se melhorou ou piorou, mas que seja uma análise isenta de politicagem. Se em outros países , da América do Norte ou Europa não cobram impostos, etc….,

                  • Alex Belle

                    Hoje chegou minha primeira encomenda tributada com esse esquema de pagar “ENROLO” da RF. Valor do objeto na origem US$ 9.26, tributo para RF R$ 27,23, TAXA de ENROLAÇÃO R$ 12,00 , PAGO R$ 39,23, PRAZO DO ENROLO depois que chegou ao BRASIL 88 dias, isso mesmo, 84 dias, 6 dias para chegar ao aqui no Brasil, sendo total de 90 dias. Sem falar dos R$ 6,00 do estacionamento devido a agência ficar em shopping. BRASILLLLLLLL Rouba quem pode, paga quem precisa.

                  • carolcarolcr

                    Olá, alguém pode me informar se há como entrar com pedido de restituição desta taxa de R$ 12,00 ? Na minha percepção, é inconstitucional. Inclusive, esta taxa que é cobrada por receber a mercadoria já paga integralmente na origem. Desta forma, logo as companhias telefônicas irão cobrar pelas chamadas recebidas. Obrigada!

                  • Gabriel Venâncio

                    É, o brasileiro nasceu pra ser enrabado mesmo!

                  • Mauricio Leite

                    Bom, eu pensei que a lei deveria ser cumprida por todos, inclusive pela Receita Federal. Mas isto não está acontecendo, pois estão tributando pacotes com valores abaixo de US 50.00. Eu mesmo já paguei vários. Não adianta devolver o pacote com uma reclamação porque eu nunca mais verei a encomenda. Ela simplesmente é confiscada ou devolvida ao remetente. Ou seja, o dinheiro que paguei pelo serviço de entrega não vale [email protected] alguma.
                    Outro problema é que o Posto Aduaneiro está tributando valores a revelia, sem abrirem os pacotes para certificarem o valor que foi pago. Por exemplo: eu paguei R$ 92,00 de Tributo e Taxas por um produto que me custou U$ 12.00, incluindo frete. Se o imposto de importação, por lei, é 60% do valor do produto + frete, eu deveria pagar somente U$ 7.20, que convertido para o Real (2,5 na pior das hipóteses) o imposto seria apenas R$ 18,00 então por que me cobraram R$ 92,00? Ninguém me respondeu até hoje.
                    Só posso chegar à uma conclusão: trata-se de uma máfia dentro dos postos de fiscalização para extorquir dinheiro usando a “LEI”…. que lei? Só se for a Lei do roubo. Já entrei com recurso e cadastrei minha Manifestação na ouvidoria do Ministério da Fazenda, mas até agora não tive retorno nenhum.
                    Se você quer continuar comprando produtos importados por preços justos que no Brasil você não consegue, então vou dar algumas dicas, porque depois de ter sofrido tantos “roubos” e sem explicação ou direito de reaver meus produtos, aprendi alguns truques para usar a “lei” a meu favor. Deixo aqui, sete dicas para quem não quiser ser roubado pelo sistema aduaneiro:

                    1 – Compre sempre abaixo de U$ 50.00 (incluindo o frete)
                    2 – Combine antes com o vendedor, para não mencionar nome de Empresa nos pacotes. Use sempre um nome de pessoa física (John Klein, Chao Lee, Brovoks Stailen, etc…).
                    3 – Tanto o remetente quando o destinatário devem ser pessoas físicas.
                    4 – Peça ao vendedor que não anexe nenhum tipo de Nota Fiscal por fora do pacote. Se precisar de uma Nota Fiscal ou Invoice, peça que coloque dentro do pacote junto com o produto.
                    5 – Peça ao vendedor que informe o endereço completo dele, para o caso de precisar devolver o produto por avaria ou irregularidade no transporte.
                    6 – Nunca peça número de rastreio dos Correios, pois desta forma você terá que pagar taxas de postagem internacional aos Correios.
                    7 – Pague sempre por um sistema internacional seguro. Por exemplo: PayPal.

                    Usando essas dicas, você estará isento de qualquer taxa e terá garantia do seu dinheiro de volta, caso haja um extravio (extravio leia-se: roubo do seu pacote por alguma pessoa no sistema de entrega brasileira). Por incrível que pareça, todos os produtos que perdi já estavam dentro do Brasil, o que significa que os vendedores estrangeiros são íntegros e honestos. Muitos vendedores me enviaram o produto pela segunda vez (sem nenhum custo) porque eu informei que o pacote foi “perdido” (roubado) dentro do Brasil. Tudo isso é muito triste, mas é verdade. Tenho provas documentadas caso alguém se interesse saber mais. Desejo boa sorte a todos, com esse sistema podre e medíocre, que é conduzido por pessoas desqualificadas e desonestas dentro do nosso país.

                  • Marina Moura

                    PQP!! Quando eu acho que a pilantragem dos Correios, da Receita Federal e afins acabou, vêm eles com mais essa!!! R$ 12,00 para fazer um serviço que é dos Correios, de utilidade pública, monopolizado por aquela Instituição?? Até quando nos submeteremos a essas normas ilegais e inconstitucionais que criam tributos e taxas por quem não tem competência???
                    #odeioimpostosabusivos

                  • Marina Moura

                    PQP!! Quando eu acho que a pilantragem dos Correios, da Receita Federal e afins acabou, vêm eles com mais essa!!! R$ 12,00 para fazer um serviço que é dos Correios, de utilidade pública, monopolizado por aquela Instituição?? Até quando nos submeteremos a essas normas ilegais e inconstitucionais que criam tributos e taxas por quem não tem competência???
                    #odeioimpostosabusivos

                  • Paulo Delavigne

                    Caro Mauricio, isso que você indica funciona em termos, pois você mesmo
                    está dizendo que estão taxando produtos à revelia, mesmo os abaixo de
                    U$50… realmente não se pode pedir nota fiscal que denote que o produto
                    tenha sido comprado de uma loja (pessoa jurídica) … mas ao mesmo
                    tempo esta é a melhor maneira que você tem para provar o quanto pagou e
                    exigir a taxação seja correspondente, e justa ! Já aconteceu isso comigo
                    há algum tempo atrás e ao invés de receber a mercadoria, devolvi no ato
                    com uma reclamação à RF, provando por documentos o valor que havia sido
                    efetivamente pago … voltaram atrás, e ao retirar a mercadoria paguei o
                    imposto sobre o valor correto ! Os enormes, e absurdos, atrasos que
                    estão ocorrendo nos Correios se dá por duas razões principais: 1)
                    Ineficiência total do serviço postal, prá lá de arcaico e totalmente
                    desprovido de equipamentos e de pessoal devidamente qualificado. É
                    possivelmente um dos únicos países onde o Correio Aéreo Nacional não
                    possui frota de aviões própria (se puder assista no YouTube um
                    documentário gravado pelo “A Portas Fechadas” sobre o Fedex). 2) Segundo
                    fator : a morosidade causada pelos “funcionários” da Receita Federal
                    que atuam dentro dos Correios (penso que cada agência central tenha um a
                    três funcionários, nada mais) e todo o trabalho é feito manualmente e
                    por amostragem, isso ao certo, quando o funcionário está disposto a
                    trabalhar, então o prazo que anteriormente era de 15 dias para entrega,
                    foi prorrogado para 60 dias (podendo se estender até a 90) para que os
                    “pobres” funcionários da receita consigam dar conta do enorme volume de
                    encomendas !!! Há bem pouco tempo atrás tive uma encomenda que a
                    principio foi declarada como tendo chegado no Brasil (15 dias após o
                    despacho) depois disseram que ela não tinha saído da China … enviei
                    reclamação e o remetente provou que havia saído normalmente de lá …
                    nova reclamação aqui … confessaram que havia sido perdida aqui e que
                    eu deveria pedir ao Correio Chinês que enviasse uma reclamação formal
                    para que o Correio Brasileiro me indenizasse … nessa altura o chinês
                    muito honesto se prontificou a enviar outra mercadoria e efetivamente o
                    fez … 90 dias após essa presepada toda recebi o 1º pacote, que
                    misteriosamente reapareceu por algum passe de mágica, e 15 dias após
                    recebi o 2º, que aliás quis pagar mas o chinês insistiu em dizer que era
                    um presente por todos os dissabores que eu havia passado !!! Assim
                    funciona o Brasil e seu amável Serviço Postal !!!

                    • Tarsila Mantovani

                      Paulo, faço a reclamação à RF no próprio Correios no ato da devolução? Eles entram em contato quando a mercadoria voltar com o novo cálculo? Obrigada!

                      • Paulo Delavigne

                        Ola Tarsila, você está se referindo àquele primeiro caso de reclamação? o
                        da taxação sobre um valor maior do que o efetivamente pago? Se for
                        isso, sim no momento que você vai retirar a mercadoria, não aceite e
                        entre com um pedido de revisão ( o próprio Correio fornece um formulário
                        para isso)… depois de um determinado prazo (que eles pedem para
                        resolver) acho que você deve voltar lá, não lembro de ter recebido novo
                        aviso em casa.Espero ter respondido sua pergunta

                        • Tarsila Mantovani

                          Muito obrigada, Paulo! Farei exatamente isso, bom saber que há como pedir revisão. Abs!

                          • Paulo Delavigne

                            Sim Tarsila, mas desde que tudo devidamente documentado (comprovado). Boa sorte!

                          • Costa Rod

                            seu pedido de revisão deu certo? quanto tempo demorou pra v receber a respostaTarcila?

                        • Costa Rod

                          quanto tempo demora a revisão? eu fiz já tem mais de 1 mês e nada da resposta

                          • Paulo Delavigne

                            Olá Costa, não lembro exatamente, mas acredito que o meu caso tenha sido resolvido no máximo em uma semana, mas como disse tem que ir lá na agência cobrar uma resposta, eles não mandam aviso.

                      • gonçalo Jesus

                        Então, Tharsila, hoje já é possível fazer a reclamação dos Correios online, mas geralmente não resolve nada, mas independentemente da reclamação administrativa, vc pode se cadastrar no site dos Juizado Especial Federal e dar inicio a um processo judicial.
                        Se o valor do tributo for inferior a 60 salários (em 99.99% é) mão é necessário estar representada por advogado.

                  • sims2010

                    eu fui tachada 2 vezes com valor inferior a 30 dolares cada, paguei multa mais o “resgate” do correio de 12,00 reais.me sinto roubada!o governo tinha que arcar com despesas do correio..

                    EH…triste demais esse brasil,onde o podre não tem vez e nem ninguem faz nada pra defender agente dessa tirania toda!
                    decepcão tremenda com esse governo!

                  • Dorilys

                    Absurdo mesmo!! Fui taxada por uma encomenda de menos U$ 30,00 e quando questionei o aumento de 12 reais do que dizia no papel.. Responderam que era uma taxa de entrega.
                    Questionei que estava lá e então não deveria pagar a taxa já que fui eu quem me desloquei. Sabe o que ouvi? Tudo bem, senhora! Se esse é o problema, pode ir para casa que enviaremos para lá..
                    Mereço, não?

                  • Claudio Lima

                    Você deve comparecer a sede da Receita Federal munido dos comprovantes de pagamento do produto + frete e da NTS entregue junto com sua encomenda no ato da retirada, preencher um formulário e (na época que fiz) elaborar por extenso e de próprio punho no verso ou numa folha a parte o porque da solicitação. É mais fácil e rápido contestar na retirada.

                    • Jussara

                      Oi, Claudio, eu contestei os 12 reais na retirada mas a única resposta que recebi foi que a mercadoria ia voltar, e eu iria perdê-la. Era o último dia, tive que pagar. A única opção que me deram foi ligar no 0800 dos Correios. No caso de eu ter que ir à Receita, na justificativa coloco o quê? Essa taxa é mesmo inconstitucional como a Carol disse acima? E como posso provar isso? Obrigada.

                      • Claudio Lima

                        Na verdade a minha resposta era pra outro comentário, so agora que vi que foi errado. Essa taxa no correio tem que ser contestada na justiça mesmo. Pague, guarde o comprovante (faça uma cópia autenticada para garantir) e entre com representação. Já existe ação em curso para impedir essa cobrança extra dos correios basta aguardar a conclusão ou tentar se juntar à ela se ainda nao avançou muito.

                        • Jussara

                          Ok, obrigada pela resposta.

                  • Claudio Lima

                    O problema é que se a encomenda for tributada e a Receita Federal errar o valor (para mais, claro) e a transportadora pagar assim mesmo (pq eles querem entregar rápido e vc que se vire com sua alfândega corrupta) e te repassar o valor. Imagine receber uma NTS com 300% de imposto, por experiência te digo que não é agradável.

                  • Paulo Delavigne

                    Você acha justo pagar uma taxa que fere as regras da União Postal Universal? A regra é muito simples quem despacha cobra as taxas ( e não há esse repasse que alguém comentou acima) quem recebe deve entregar porque quando ele despachar o correio de destino deve entregar (também sem receber) simples assim!!! Ou você acha que algum tostão desses R$12,00 vai para o correio de origem? E se a RF quer interferir no sistema com o simples intuito de arrecadar impostos… problema deles pagar os salários dos seus “coletores” !!!

                  • Bruno.

                    Eu já fiz várias compras em sites internacionais (todas sempre abaixo de 50 dólares) desde perfumes, eletrônicos, pôster, mochila, carteiras, meias, nem todas em sites chineses, enfim, e sempre havia recebido tudo em casa dentro de no máximo 2 meses. Infelizmente, isso mudou. Estou desde setembro do ano passado com algumas encomendas retidas na Receita Federal em Curitiba, já tive encomenda tributada pela Receita Federal, esperando ser retirada nos Correios, e os Correios nem aí pra me avisarem, conclusão, enviaram de volta à Suécia. Hoje fui buscar uma encomenda nos Correios/RJ, pois depois do furo deles passei a acompanhar tudo pelo site, sozinho, e me deparei com 60% mais 12,00. Sinceramente, entre deixar de comprar lá fora por causa destes acréscimos brasileiros e comprar aqui dentro tudo caro, fico com nenhum dos 2, se bobear passo a comprar só o essencial e em mega liquidação no Brasil, aonde eu sei que de fato o preço tenha caído muito.

                    • Marco Túlio

                      Também estou nessa de comprar em mega liquidação… Mas só de lojas do exterior… O Brasil tem que quebrar para, aí, o governo, a elite empresária e o povo em geral rever seus conceitos e passar a tratar as coisas (desde uma reles importação e sua tributação até a confecção e publicação das leis) com seriedade… País cheio de pilantras.,.

                  • CARLA

                    PAGAR 12,00 PRA TER QIE IR ATÉ A AGÊNCIA RETIRAR A ENCOMENDA ENTÃO EU Q TERIA Q RECEBER ESSES 12,00 POR PRESTAR O SERVIÇO DE IR ATÉ LA´!!

                    • Marco Túlio

                      Perfeita sua conclusão!!!! No meu caso seriam R$ 50,00, pois vou de táxi e é este o custo da corrida!!!

                  • Caroline Regina

                    Pra quem é contra esses tributos abusivos, acabei de criar uma petição contra, assinem e compartilhem pela causa, até quando vamos deixar que nos explorem dessa maneira?

                    https://secure.avaaz.org/po/petition/Presidenta_Dilma_Roussef_Reducao_consideravel_de_impostos_nos_produtos_importados/?nRtXKfb

                  • Marco Túlio

                    Pessoal,

                    A cobrança dessa taxa de R$12,00 pelos Correios é só mais um deboche com a cara do cidadão, por parte dos incompetentes que tomam conta dos órgãos e empresas públicas deste Brasil sem futuro! Se os serviços dos Correios tivessem ficado mais rápidos, eficientes e seguros, após a instituição da taxa, eu pagaria até o dobro disso sem reclamar… Mas acontece que não, os serviços continuam uma porcaria, demorados, e os Correios mais as receitas persistem em brincar de empurra-empurra, uns colocando a culpa pela demora na entrega das encomendas internacionais nos outros, enquanto o cidadão que paga seus impostos em dia, se quiser um serviço decente, tem que recorrer à FEDEX, DHL, TNT, etc, e pagar um absurdo por isso.

                    O pior de tudo, é que os Correios e as receitas agem como se não tivessem nenhuma responsabilidade por cumprir com eficiência e zelo os seus misteres prescritos em lei.

                    Mas é inequívoco que o maior responsável pela má prestação de serviços nas entregas internacionais são os Correios… Se fosse uma empresa privada séria, já teria, há muitas décadas, implementado um sistema para rastrear toda e qualquer encomenda oriunda do exterior, atualizado ponto a ponto desde o dia da chegada no território brasileiro, permitindo que o cidadão apurasse quem é o real responsável pelos atrasos nas entregas. Fosse assim, a taxa se justificaria, ao menos do ponto de vista do que é justo ou injusto (pois nem sei se essa cobrança é legal).

                    Mas não é isso que os Correios fizeram (e nem vão fazer), pois preferem continuar utilizando um sistema de rastreamento furado e com nomenclaturas obscuras, só para misturar sua ineficiência com a das receitas no mesmo balaio, deixando o impotente do cidadão a ver navios. Nessas horas me pergunto: cadê os órgãos responsáveis por garantir a devida prestação de serviços públicos aos brasileiros? Neste caso, ninguém sabe, ninguém viu…

                    Para piorar, a última dos Correios é deixar as encomendas internacionais de molho na agência, último ponto da cadeia de estabelecimentos ineficientes da empresa, por vários dias, com o status de rastreamento “aguardando ICMS importação”, prejudicando as pessoas que pagam por modalidades de fretes mais caras (e que deveriam ser mais rápidas).

                    Para terem ideia, enviaram uma encomenda utilizando o frete mais caro dos correios do país de onde ela veio, e ela demorou apenas sete dias para sair do exterior, passar pela receita e ser encaminhada para agência onde seria retirada. Um milagre! Só que não… Chegando na agência, a encomenda ficou mais 20 dias “aguardando ICMS importação”… Ao ser questionado, o coitado do funcionário dos Correios disse que a demora é normal e que pode demorar até 30 dias para ser gerada uma simples guia de arrecadação do ICMS… A receita estadual, por sua vez, ao ser questionada, disse que os Correios é que não estão fazendo as devidas comunicações assim que as encomendas chegam nas agências…

                    Não se podia esperar respostas diferentes, não é?!

                    Esse é o Brasil e seus serviços públicos! Boa sorte a todos nós, pois aqui é só com ela que dá para contar!

                  • Marco Túlio

                    Pessoal,

                    A cobrança dessa taxa de R$12,00 pelos Correios é só mais um deboche com a cara do cidadão, por parte dos incompetentes que tomam conta dos órgãos e empresas públicas deste Brasil sem futuro! Se os serviços dos Correios tivessem ficado mais rápidos, eficientes e seguros, após a instituição da taxa, eu pagaria até o dobro disso sem reclamar… Mas acontece que não, os serviços continuam uma porcaria, demorados, e os Correios mais as receitas persistem em brincar de empurra-empurra, uns colocando a culpa pela demora na entrega das encomendas internacionais nos outros, enquanto o cidadão que paga seus impostos em dia, se quiser um serviço decente, tem que recorrer à FEDEX, DHL, TNT, etc, e pagar um absurdo por isso.

                    O pior de tudo, é que os Correios e as receitas agem como se não tivessem nenhuma responsabilidade por cumprir com eficiência e zelo os seus misteres prescritos em lei.

                    Mas é inequívoco que o maior responsável pela má prestação de serviços nas entregas internacionais são os Correios… Se fosse uma empresa privada séria, já teria, há muitas décadas, implementado um sistema para rastrear toda e qualquer encomenda oriunda do exterior, atualizado ponto a ponto desde o dia da chegada no território brasileiro, permitindo que o cidadão apurasse quem é o real responsável pelos atrasos nas entregas. Fosse assim, a taxa se justificaria, ao menos do ponto de vista do que é justo ou injusto (pois nem sei se essa cobrança é legal).

                    Mas não é isso que os Correios fizeram (e nem vão fazer), pois preferem continuar utilizando um sistema de rastreamento furado e com nomenclaturas obscuras, só para misturar sua ineficiência com a das receitas no mesmo balaio, deixando o impotente do cidadão a ver navios. Nessas horas me pergunto: cadê os órgãos responsáveis por garantir a devida prestação de serviços públicos aos brasileiros? Neste caso, ninguém sabe, ninguém viu…

                    Para piorar, a última dos Correios é deixar as encomendas internacionais de molho na agência, último ponto da cadeia de estabelecimentos ineficientes da empresa, por vários dias, com o status de rastreamento “aguardando ICMS importação”, prejudicando as pessoas que pagam por modalidades de fretes mais caras (e que deveriam ser mais rápidas).

                    Para terem ideia, enviaram uma encomenda utilizando o frete mais caro dos correios do país de onde ela veio, e ela demorou apenas sete dias para sair do exterior, passar pela receita e ser encaminhada para agência onde seria retirada. Um milagre! Só que não… Chegando na agência, a encomenda ficou mais 20 dias “aguardando ICMS importação”… Ao ser questionado, o coitado do funcionário dos Correios disse que a demora é normal e que pode demorar até 30 dias para ser gerada uma simples guia de arrecadação do ICMS… A receita estadual, por sua vez, ao ser questionada, disse que os Correios é que não estão fazendo as devidas comunicações assim que as encomendas chegam nas agências…

                    Não se podia esperar respostas diferentes, não é?!

                    Esse é o Brasil e seus serviços públicos! Boa sorte a todos nós, pois aqui é só com ela que dá para contar!

                  • carlotinha1

                    Objeto encaminhado  de Unidade de Distribuição em Campo Grande / MS para Agência dos Correios em Campo Grande / MS se isso ocorre será que fui taxada

                  • carlotinha1

                    A encomenda sai do centro de distribuição dos correios da minha cidade direto para minha casa ou vai para uma agência dos correios e depois para minha casa ou se aconteceu de ir para uma agência é porque foi taxada e no rastreio não informa se foi taxada ou não deveriam informar para quem tá viajando como eu chego amanhã mai se puderem me ajudar.

                  • maria edneide galindo

                    EU COMPREI NO ALIEXPRESS QUASE 1.000,00 REAIS EM MERCADORIA, ALGUÉM PODE ME DIZER QUANTO TEREI DE PAGAR NO CORREIO PARA RETIRAR AS MESMAS?

                    • Marco Antonio

                      Não tem como saber, eles avaliam cada produto com base em ma tabela deles mesmo, e muitas vezes os 60% é muito superior ao que seria justo então colega no mínimo se todos os produtos caírem na malha fina vc vai pagar 600 reais de tributação..se tiver sorte de não cair…vc não será taxado, depende de como você comprou…se vc teve a infeliz ideia de comprar tudo junto ai se ferrou legal…bem provável que peguem e tribute

                  • Rodrigo Distasio Maia

                    Boa noite, Gabriel. Estava vendo seu relato. Teve sucesso na ação ingressa contra a união? Abraços.

                  • Fenrir007

                    Poderia informar o número do processo para que possamos acompanhar?

                  • si

                    malditos petralhas famintos por arrancar dinheiro desesperadamente

                  • si

                    comprei um cd de 27 euros e a máfia petralha brasileira já taxou em 52,00 + o 12,00. Não sei se devolvo ou se pago. Malditos, mil vezes.

                    • TheChampion Marcenaria

                      Devolva. Isso já passou do limite. Compre por download ou steam se for game.

                  • WesleydeOliveira

                    A receita federal é um órgão inútil para o cidadão comum….e mais um orgão público cujos muitos dos seus fiscais, sabe-se lá como, tem uma vida financeira pessoal que não bate com seus salários mesais, estranho né ?!…o Brasil inteiro esta contaminado pela corrupção, libera-se um container inteiro mas taxam seu óculos da china…país de merda essa Brasil…se você tiver uma oportunidade, vá embora desse país, e livre-se de sustentar parasitas !

                  • Johaness

                    CORREIOS SERVEM APENAS PRA ROUBAR MERCADORIAS E ENTRAR EM GREVE.
                    E AGORA MAIS ESTA

                  • Rafael

                    Deu certo? Como devemos proceder?

                  • Eduardo

                    tributaram uma simples camisa de 7 dolares e deu 20 dolares com frete. a RF me cobrou 40 reais de tributo em uma CAMISA sendo que está abaixo dos 100 dolares
                    paguei 80 no total

                  • Luiz Carlos

                    Nosso pais e vergonhoso.

                  • Ronnei

                    Alguém pode me ajudar!!! Fiz uma compra no valor de 202,72 no ML na
                    LimitedGoods neste anuncio http://produto.mercadolivre.co… e hoje recebi um telegrama dos correios “Para a retirada do objeto o valor do tributo a ser pago, em especie, é de R$153,59” Isto esta correto, o valor do tributo não seria de 60% do valor do produto ou da nota fiscal que provavelmente é até menor do que eu paguei dno ML, pois o vendedor paga taxas ao ML por vendas. Alguem pode me dar uma dica ou ideia se isto está correto?

                  • Ezequiel

                    Já esta completando uma semana que meu produto importado se encontra na unidade de entrega do bairro, e tudo que fala no rastreamento é o seguinte:
                    (Para recebimento do objeto, é necessário o pagamento do ICMS Importação), portanto, eles não liberam essa tal nota para que eu possa retirar minha mercadoria, isso tem me irritado bastante!! Alguém, por favor, me diga quanto tempo isso demora, porque já não aguento mais esperar por essa mercadoria e nem faço ideia do valor que terei que pagar de impostos.

                  • Rodrigo Ilton Caruso Stellzer

                    Gente é tão simples, a própria Receita Federal deve pagar esta taxa, visto que nós não temos controle sobre as localizações da aduaneira, que é o que gera esta taxa. Eles mudam de lugar e nós pagamos? Eles que paguem. Portanto eles que facilitem o trabalho dos correios ou deixem de taxar bizarrices. Um país que é incompetente para o serviço alfandegário não pode punir o cidadão por sua incompetência. Seria interessante vê-los pagando R$12 e com a contestação a correção de meus impostos baixar a menos que isso. Teriam que aprender a taxar como adultos.

                  • Sandro Rogerio

                    tristeza nesse pais prisão!!!!!

                  • igor

                    Não tem condições de manter a clientela assim!

                  • Jaircb1000

                    Tambem ja fui roubado e não foi pouco,mandar email pra receita federal e o mesmo que nada. Paizinho de miseráveis…

                  • Gabriela rocha de menezes

                    olá tudo bem?eu recebi um aviso de chegada da minha encomenda para buscar na agência mais próxima só que eu recebi ontem dia 28/09/2016 e deu entrada dia 24/08 na parte de comparecer até está riscado. o valor a ser pago é 12,00+18,90=30,90 mas na parte de remetente está a agência vencimento 12/09 . ai eu pergunto será que ainda posso pegar a minha encomenda ou será que voltou para o remetente?por favor estou desesperada.o que significa essa parte:AC JABOATÃO DOS GUARARAPES VENCT 12/09/2016? vou poder pegar o meu objeto ainda com esse valor?obrigada.

                  • Manú Flores

                    Gabriel, também pretendo fazer isso.
                    Como foi o processo? Fez pela defensoria?

                  • Viniìus

                    Comprei dois tênis por um site estrangeiro paguei 160 nos dois, e recebi uma tributação de R$ 238,29 + R$ 12, tem como diminui esse valor ? não pago isso nem a pau

                  • Mjk Kuhn

                    sem contar que eu ja perdi 2 pacotes nas maos dos correios, que entregam em qualquer lugar, alguem rabisca o comprovante de entrega e adeus nunca mais vc ve sua encomenta, ja paguei 2 caixas com presentes que mandei ao brasil, me cobraram mais do que o valor que tinha na caixa e sem direito a reclamar,deram 2 dias pra retirar a caixa, pq assim n da tempo de reclamar. Uma robalheira pra todo lado nesse pais

                  • Henrique Queirós

                    terei que pagar 377 para retirar meu smart :/

                  • David Almeida

                    Não engulo mas até pagaria se fosse um produto de maior valor.
                    Agora o que não dá pra aceitar é em produtos de baixo valor.
                    Pensei em comprar um relógio na gearbest no valor de $2.17 (R$6.86), logo pagaria, no máximo R$ 11,37. Como posso pagar mais R$ 12,00 sobre o produto? quase quatro vezes o valor

                  • TheChampion Marcenaria

                    você pagou 100% de taxa??? fiz o calculo em dollar a 3,00 e deu o valor de seu produto! foi isso?