Início » Aplicativos e Software » Opera está de volta ao Linux

Opera está de volta ao Linux

Paulo Higa Por

O Opera não é um navegador tão popular, mas tem usuários fieis. E a versão para Linux, que estacionou após a troca do motor Presto para o Blink, está de volta. Na manhã de hoje, a Opera Software liberou uma versão de desenvolvimento do Opera 24 não apenas para Windows e OS X, mas também para o pinguim. Até então, a última versão do Opera para Linux era a 12.16, lançada em dezembro.

Apesar de não ser uma versão tão antiga, o Opera 12.16 não traz as novidades que chegaram após uma importante mudança no desenvolvimento: há um ano, foi lançado o primeiro Opera com código baseado no Chromium. A interface ficou mais parecida com o navegador do Google, o motor de renderização mudou para o Blink, foi adicionado suporte para extensões do Chrome e algumas funcionalidades antigas sumiram (mas outras boas apareceram).

linux-23

Por que demorou tanto? A Opera não diz claramente, mas afirma que desenvolveu o navegador do zero e seus engenheiros trabalharam duro para melhorar o desempenho e a integração com Windows e OS X. A empresa desejava trazer todas essas melhorias para o Linux desde o primeiro lançamento e reiterou que muitos de seus funcionários usam o pinguim como principal plataforma.

O Opera 24 para Linux ainda é uma versão de testes e pode (na verdade, deve) ter falhas. Caso queira se aventurar, baixe o navegador no canal de desenvolvedores. A Opera declara estar testando o navegador no Ubuntu de 64 bits com Unity ou GNOME Shell; ele pode funcionar em outras distribuições, mas não há nenhuma garantia.

Mas se você não é desenvolvedor, não usa Linux ou não quer ser cobaia, a versão estável pode ser baixada no site do Opera. Agora que o Opera possui um número de extensões bem maior e usa o mesmo motor do navegador do Google, ele pode ser uma excelente opção se você estiver insatisfeito com o Chrome.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Waldecir Faria
Larguei o Opera depois dessa mudança pq ele virou mais um Chrome.
EFG
Esse "Opera" é um Chrome com skin. Os recursos uteis foram removidos todos... nada de cliente de email incluso. Nada de cliente IRC.Bloqueador de propagandas? NAH. :P Continuo com a versão antiga do Opera.
Arch
Uma vez eu testei o Opera e tentei desativar as sugestões de pesquisa no campo de endereços (não uso um navegador com isso), mas elas continuaram aparecendo. Com isso, esse navegador caiu muito na minha avaliação. Espero que tenham solucionado isso no Opera 24. O Firefox continua sendo o navegador popular que dá mais liberdade, ele ainda tem um campo de pesquisa separado. Só não gosto dessa tendência de imitar o Chrome, motivo pelo qual eu uso o Pale Moon.
Felipe Insfran
Troquei o Chrome por ele e não me arrependo nem um pouco.
Willian Nobuo
Único navegador com novidades reais. Da-lhe Opera