Início » Internet » Sufoco na Copa, sucesso no Twitter

Sufoco na Copa, sucesso no Twitter

Rede social bate recorde de posts por segundo durante vitória sofrida do Brasil

Avatar Por

Haja coração, amigos! Tenho certeza que, assim como aconteceu comigo, o seu sábado foi suado – literalmente. A seleção brasileira enfrentou a do Chile no Mineirão, em Belo Horizonte. Foi um sufoco, mas o Brasil avançou para as quartas de final da Copa do Mundo. Por sua vez, na nossa amada internet quem está batendo um bolão é o Twitter. Há quem brinque dizendo que o site se tornou a rede social oficial do mundial.

#BRA x #CHI

#BRA x #CHI

O monitoramento feito pelo Twitter confirmou um recorde impressionante: 388.985 tweets em somente um minuto, batendo a marca anterior, obtida durante o Super Bowl, último jogo do futebol americano. No Super Bowl 2014 foram 381.605 tweets por minuto.

De acordo com o microblog, a marca foi alcançada nos minutos finais da partida, quando o santo Júlio César defendeu o último pênalti cobrado pelo Chile.

Embora a atuação do goleiro tenha sido determinante, foi o atacante Neymar o jogador mais citado no Twitter, seguido por Hulk, e só em terceiro lugar, Júlio César. Já em relação aos jogadores do Chile, o pódio de atletas mais citados pelos internautas foi composto por: Alexis Sánchez, Charles Aránguiz e Mauricio Pinilla.

Eu tenho até um causo particular para contar. Foi justamente por causa da Copa do Mundo que obtive um recorde pessoal de RTs. A imagem do Neymar voando em uma vassoura alcançou 2,5 mil retweets e foi favorita por quase mil usuários. Isso contando somente o que foi replicado "oficialmente" da minha conta. Se você pesquisar por Quadribol agora, perceberá que caiu na rede e já virou peixe – sem direito a crédito.

O volume de mensagens de 140 caracteres já ultrapassa em muito o visto nos Jogos Olímpicos de Londres, há dois anos. À época, o Twitter tinha registrado 160 milhões de tweets sobre a competição nos 16 primeiros dias de Olimpíadas. A Copa do Mundo 2014 no Brasil já contabiliza 300 milhões de tweets sobre o evento durante os primeiros 15 dias.

Portais de internet que fazem a cobertura da Copa também estão bastante satisfeitos. Por ora não temos números sobre emissoras e sites brasileiros. Lá nos Estados Unidos, a transmissão do jogo entre a seleção americana e alemã no site da ESPN deu pau devido ao alto número de espectadores. A empresa veio a público informar que o primeiro tempo da partida teve pico de 1,4 milhão de espectadores simultâneos.

Também comparando com as Olimpíadas, lá em 2012 a ESPN enfrentou gargalos quando 850 mil internautas abriram a página do WatchESPN para ver o jogo de hockey entre Estados Unidos e Rússia.

Quero só ver quais serão os números da final da Copa do Mundo, em 13 de julho. Ainda mais se o Brasil estiver em campo. O que, vamos combinar, parece um sonho bastante distante no momento.

Mais sobre: , ,