Início » Negócios » Google compra Songza para deixar Play Music mais esperto nas recomendações de músicas

Google compra Songza para deixar Play Music mais esperto nas recomendações de músicas

Tecnologia do serviço deve ser implementada também no YouTube

Por
5 anos atrás

Apple tornando-se dona da Beats e Spotify marcando presença em cada vez mais países são apenas alguns fatos que mostram o quão aquecido está o mercado de música digital. Quem não se mexe fica para trás, o recado é claro. Esta percepção talvez explique a mais recente aquisição do Google: o serviço de recomendação musical Songza.

A empresa é pouco conhecida fora dos Estados Unidos e do Canadá, uma vez que o seu foco de atuação são estes dois países, mas a sua tecnologia tende a ser um diferencial e tanto em um segmento tão concorrido: a Songza cria playlists personalizadas tendo como base vários parâmetros, como histórico de reprodução, condições climáticas, localização geográfica do usuário e seu estado de ânimo.

O serviço pode ainda sugerir músicas para quando a pessoa estiver praticando esportes, cozinhando, dirigindo, despertando e assim por diante.

Songza para Android

Pode parecer uma tarefa simples, mas não é: cada serviço de streaming possui milhões de faixas em seu acervo e, com tanta oferta, não raramente o usuário tem dificuldades para encontrar músicas condizentes com o seu contexto atual.

Não é por menos que o Google não se deu ao trabalho de esconder as suas intenções com a aquisição: levar as funcionalidades do Songza para o Play Music dentro dos próximos meses e, eventualmente, até mesmo para outros de seus serviços, como o YouTube.

Para quem é usuário do Songza, nada muda: os apps do serviço – para Android e iOS – continuam funcionando normalmente, pelo menos até que a tecnologia da empresa seja transferida totalmente para a nova casa.

O valor do negócio não foi revelado, mas alguns especialistas estimam que a Songza deve ter custado por volta de US$ 15 milhões. Para os padrões do Google, quase de graça, especialmente se a tecnologia do serviço conseguir tornar o Play Music mais interessante ao tirar do usuário a tarefa de encontrar as melhores músicas para o seu momento.

Com informações: TechCrunch