Início » Jogos » Qual é a de Kim Kardashian: Hollywood, o jogo que pode render US$ 85 milhões a uma socialite americana?

Qual é a de Kim Kardashian: Hollywood, o jogo que pode render US$ 85 milhões a uma socialite americana?

Avatar Por

A imprensa de games foi surpreendida nesta semana pela notícia de que Kim Kardashian: Hollywood, o jogo mobile que estrela a socialite americana lançado há menos de um mês para Android e iOS, pode gerar 200 milhões de dólares neste ano, dos quais 85 milhões irão para o já muito cheio cofrinho da famosa. A quantia equivale a três vezes o que ela faturou no ano passado, segundo a Forbes.

IMG_0340

A cifra é impressionante, ficando no patamar de outros jogos mobile (como Angry Birds, que arrecadou 200 milhões de dólares em 2012), inclusive nas avaliações e no ranking das lojas de aplicativos – é, hoje, o segundo app gratuito mais baixado na App Store e, nesta semana, esteve entre os 10 games grátis mais baixados no Android. Deve ter algum motivo para o sucesso astronômico do aplicativo, certo? Eu fui investigar.

Se você não sabe quem é Kim Kardashian, ela é famosa por ser personalidade da mídia. A moça é uma socialite americana que ficou conhecida após uma sex tape sua vazar e, no estilo Paris Hilton (as duas até foram amigas), aproveitou o ocorrido para se promover no mundo das celebridades. Hoje, estrela mais de um reality show com sua família e é casada com o rapper Kanye West.

Começo com um pequeno disclaimer: não sou fã da Kim Kardashian, mas sou fã de jogos e, com a premissa de Kim Kardashian: Hollywood tão parecida com a do saudoso Miami Nights que jogava no meu Motorola K1, resolvi baixar para passar o tempo numa noite de domingo.

Quando percebi, havia passado umas boas horas seguidas jogando. Desenvolvido pela Glu, o jogo sabe te manter ali utilizando a mesmíssima fórmula dos jogos de Facebook: você tem objetivos a cumprir e cumpri-los te dá XP para subir de nível, desbloquear novos itens e ter novos objetivos. Só tem um problema aí, o mesmo dos jogos do Facebook – a energia.

Cada tarefa realizada consome um pouquinho e, ao acabar, é preciso esperar que ela recarregue sozinha (o que pode demorar de alguns minutos a horas para ter a barra cheia) ou comprar mais com estrelas, que só são recebidas ao mudar de nível. Acabando as estrelas, dá para conseguir mais, mas aí é com dinheiro de verdade, claro.

Caso você não sinta um pinguinho de remorso ao dar seu dinheiro suado para a Kim Kardashian, se prepare para enfiar a mão no bolso: o pacote mais barato custa 5 dólares e o que tem “melhor custo-benefício” sai por 99 dólares (!!!).

IMG_0338

A noção de quanto vale o seu dinheiro também não faz muito sentido ao longo do jogo. Você pode comprar um apartamento por 5 mil e um vestido com uma jaqueta por 4500. Cortes de cabelo chegam a 100 estrelas – cerca de 10 dólares de dinheiro real ou 11000 dinheiros virtuais (a quantidade que se adquire com 100 dólares). Até adotar um pet custa.

Sendo justa, já que há uma grande tendência a odiar o jogo só por ter a cara da Kim Kardashian estampada, o jogo tem seus momentos de diversão, especialmente nos diálogos cheios de piadas. Se você estiver disposto a jogar para rir da incansável busca pela fama a qualquer custo – vamos combinar que, nesse quesito, ter Kim Kardashian como “padroeira” do app foi uma escolha certeira – e conseguir superar o gameplay travado e por vezes entediante (para cumprir todas as tarefas, é só clicar em bolinhas), pode ter uma experiência agradável. Seria mais atraente se as escolhas feitas nos diálogos tivessem qualquer interferência na história; o jogo te coloca em um loop eterno até que você fale a coisa certa. Fazer com que o personagem fizesse qualquer coisa além de posar no cenário também seria legal; ele nem anda.

IMG_0337

Minha conclusão quanto a Kim Kardashian: Hollywood é que ele vale a pena tanto quanto qualquer outro jogo do Facebook ao qual você dedicou algumas horas de vida (eu sei que você acordou de madrugada para colher morangos no Farmville). Ele se apoia quase que totalmente na figura da famosa – o avatar dela, que até fala com sua voz, te acompanha e ajuda, com aparições raras, na escalada para a fama –  e é muito claro que é a isso que se deve o sucesso financeiro e as altas posições e avaliações nas lojas de aplicativos.

Mas a verdade é que o jogo não tem nada de especial, ainda mais considerando-se que não é exatamente uma novidade. Kim Kardashian: Hollywood não é a primeira tacada da Glu em jogos que têm a busca pela fama como objetivo. Aliás, não é o primeiro nem o segundo: Stardom: Hollywood e Stardom: The A-List fazem parte do catálogo da empresa.

Enquanto isso pode apenas significar que é um segmento que lhes interessa, fiquei intrigada pelos screenshots e ícones dos jogos; todos se parecem bastante. Entre Stardom: Hollywood e Kim Kardashian, a semelhança é gritante. Os jogos são praticamente idênticos. No que diz respeito ao visual, à mecânica e aos menus, eles são iguais. É como se o segundo tivesse sido reciclado, com alterações nos cenários e na história para renovar em algo.

shot

Qual é qual?!

Então, preciso colocar um parênteses na conclusão anterior: o jogo em si até pode ser inofensivo, mas parece um tanto quanto injusto que, se tratando de uma cópia de outro título da mesma empresa, ele tenha tanto sucesso. Ainda mais quando o outro é mais divertido, com um gameplay mais variado (por exemplo, você tem que decorar falas para ir bem nas audições), história mais recheada e mais detalhes visuais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juliene Mesquita
eu sei que você acordou de madrugada para colher morangos no Farmville RINDO