Ficar sem bateria no smartphone é algo cada vez mais comum, e nem sempre é possível carregar o aparelho fora de casa. Pensando nisso, a TIM instalou mais 1,5 mil carregadores de celular públicos em três cidades brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

Se você frequenta aeroportos com alguma regularidade, provavelmente já deve ter reparado na existência de totens de carregamento da operadora. Seguindo o mesmo conceito, ela passou a ampliar o número de postos de carregamento para academias, restaurantes, bares e até mesmo dentro de táxis.

Táxi

Nos restaurantes e demais lugares públicos, os carregadores não ficam nas mesas, e sim em um painel da operadora. Alguns dos pontos de carregamento possuem uma espécie de cofre, onde é possível deixar seu celular sendo carregado sem o medo de que alguém o pegue. Já em táxis, é possível carregar o celular em um pequeno painel que fica preso ao banco do motorista, acessível pelo banco de trás.

Imagem: Divulgação

São oferecidos carregadores no padrão Micro USB (utilizado pela maioria dos smartphones Android) e nos conectores Dock (iPhone 4s ou inferior) e Lightning (iPhone 5 ou superior). Alguns dos pontos de carregamento também oferecem tomadas convencionais, se o seu celular não suportar nenhum desses formatos. Clientes de todas as operadoras podem carregar o celular gratuitamente nos painéis da TIM.

No momento, a maior parte dos carregadores se concentram em São Paulo e Rio de Janeiro, com maior concentração em táxis – já são 1,5 mil veículos equipados com os painéis. Ainda em 2014, a operadora planeja expandir o número de pontos de carregamento levando-os para Curitiba e Recife. Em 2015, novas cidades deverão ser contempladas com os painéis.

Como não existe almoço grátis, os painéis possuem conteúdo publicitário da operadora. O projeto é uma realização da TIM em parceria com a Altermark, e a criação é da Neogama.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Dias
As pessoas querem morar no Rancho Fundo, bem pra lá do Fim do Mundo, e querem que o celular dê sinal bom.
Leonardo
Alguém possui o contato para instalação?
Marcelo Ferreira
Vocês precisam ver o Energybank, é uma bateria que vai na mesa do cliente em bares..restaurantes.. cafés..., é show de bola. Tem no site Energybank.com.br
Pedro Maich
A ideia é muito boa, mas me parece que ninguém vai trocar de operadora por ter um 'carregador' da Tim e qualquer lugar. De qualquer forma todo mundo pode aproveitar =D Também não sei por que tanta gente reclama do sinal da Tim em todos os posts aqui no blog e mesmo assim continuam usando a operadora. É gostar de ser chamado de imbecil mesmo.
Leonardo Caldas
Só o que a TIM não oferece mesmo é sinal...
Lucio717
Quem disse que eu disse isso? Disse que bateria não é um problema grande assim pra precisar de uma iniciativa dessas, é só saber usar. Prefiro milhões de vezes uma rede e infraestrutura melhor que carregadores pelas ruas
prcl
Cara, você não pode dizer que a bateria não é um problema baseado no uso que VOCÊ faz do seu celular. Tenho um 4S e ele não aguenta 5h antes de descarregar. É a mesma coisa de você ter um carro e dizer que não precisa encher o tanque toda semana porque você trabalha perto de casa enquanto tem pessoas que trabalham em outra cidade e gastam muito mais que você.
Marcelo
Meu irmão é taxista e já tem no carro dele esse display já faz um tempinho... Não sei pq a galera tá criticando...acho a ideia legal, não vai custar nada e vc pode se beneficiar mesmo sendo da concorrente... Obvio que o serviço principal tem que melhorar, e muito, mas isso não exclui algumas ações como essa de ser beneficas para nós...
Lucio717
No lugar de melhorar essa BOSTA de nfraestrutura, torra dinheiro com carregador, é brincadeira mesmo, só pros idiotas ficarem no zap zap o dia todo e reclamarem "ai bateria acabou mimimi" tenho um iphone 4s desde o dia de lançamento há quatro anos e nunca fiquei sem bateria na rua, engraçado, não? Só ligo a rede edge (já que é a mesma velocidade da 3G onde eu moro -acreditem) pra poder usar o "find my iphone" caso necessário enquanto tem gente que mal fica 2h usando o celular na rua
YagoG.
Brasil é o país do marketing mesmo.. Acontece o mesmo no setor automotivo, o dinheiro que deveria ser investido na fabricante/operadora estaria sendo mal aplicado em propagandas, muitas vezes inúteis. Mas é assim mesmo, se anúncio é a alma do negócio, não tem pra onde correr.
Luiz Henrique
São casos e acasos. A Tim não me da problema nenhum. Pensei que teria problema quando mudei de estado, mas o serviço melhorou de um estado para o outro!
David Diniz
Deveriam é vender paciência para os clientes... Afinal aturar o deserviço dessa operadora de fundo de quintal tem que ter MUITA paciência. E essa oferta de plano para cliente estrangeiro é horrível.