Início » Brasil » DealExtreme abrirá depósito no Brasil para agilizar entregas

DealExtreme abrirá depósito no Brasil para agilizar entregas

Por
5 anos atrás

Fazer compras online da China é um hábito cada vez mais comum pelos brasileiros: fala-se em aumento de 400% nos últimos cinco anos. Em busca de uma grande variedade de produtos e preços baixos, quem compra em sites chineses é obrigado a aguardar meses pela entrega. A DealExtreme quer acabar com a ansiedade pela espera e, para isso, abrirá um centro de estoque aqui no Brasil.

Abrir um depósito por aqui irá melhorar toda a logística da DealExtreme. Ele ficará sediado em Curitiba, e, por isso, todo o trâmite alfandegário passará a não existir durante o processo de compra. Os produtos serão enviados pelos próprios Correios, que não devem estar muito contentes, já que abrir um estoque no Brasil é uma belíssima forma de driblar aquela taxa de R$ 12 sobre encomendas internacionais. Nada de ir à agência dos Correios retirar pacotes taxados: tudo o que você comprar será entregue diretamente em sua casa.

dx-brasil

A DealExtreme já tem experiência com abrir estoques localizados. Para agilizar a entrega, a empresa possui depósitos na Austrália, Estados Unidos e Europa. É claro que a disponibilidade de produtos não será idêntica, mas esperamos que os produtos de maior demanda tenham estoque aqui no Brasil.

O mais interessante de tudo isso é o prazo de entrega: os pacotes serão entregues em uma média de 3 a 5 dias úteis, com prazo máximo de 7 dias úteis. Para evitar extravios, todos terão código de rastreio. Os produtos em estoque no Brasil poderão ser entregues apenas em território brasileiro.

Os produtos também serão mais caros, já que foram importados e, assim, pagaram imposto de importação, além do frete que será embutido no preço. Ainda assim, a DealExtreme promete que os preços continuarão sendo bem mais baixos que nas lojas locais. Para lidar com toda essa operação, a DealExtreme também abrirá um atendimento especializado para o Brasil, que lidará com todas as questões de pós-venda e logística de entrega.

Para melhorar a logística, a AliExpress, outra gigante do comércio eletrônico chinês, firmou um acordo com os Correios para agilizar o processo de tributação e entrega. Os Correios também irão abrir armazéns no exterior para tributar suas compras antes delas chegarem ao Brasil.

Com informações: Manual do Usuário

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.