Início » Brasil » Vivo oferece R$ 20 bilhões pela GVT

Vivo oferece R$ 20 bilhões pela GVT

Oferta acirra a disputa com a TIM Brasil

Por
4 anos e meio atrás

A espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, fez uma proposta bilionária para comprar a operadora GVT, que atualmente pertence ao grupo francês Vivendi. O negócio está avaliado em 20,1 bilhões de reais – com 11,9 bilhões de reais em dinheiro e o restante em ações da nova companhia.

São necessárias aprovações das entidades regulatórias (a Anatel e o Cade, por exemplo). Isso não deve ser um problema, uma vez que a Vivo só concorre com a GVT no estado de São Paulo, onde a atuação da operadora francesa é bem recente e sem uma base considerável de clientes.

Apesar de negar que a GVT está à venda, não é de hoje que a Vivendi quer vender a operadora. Em 2013, o grupo enfrentava uma forte crise financeira, e estabeleceu o preço mínimo de venda a 7 bilhões de euros (aproximadamente 21 bilhões de reais). A DirecTV, dona da Sky no Brasil, ofereceu 6 bilhões de euros, mas o valor não foi atrativo o suficiente para fechar a venda.

gvt-fachada-hero

Seria apenas uma questão de estratégia?

Comprar a GVT pode ser uma questão de estratégia para a Telefónica. Rumores de mercado dão conta de que a TIM tem interesse em comprar a GVT. Caso a proposta feita hoje seja aceita, a Telefónica impede a associação de GVT e TIM, que poderia criar um concorrente de peso.

A situação é complicada porque a Telefónica da Espanha ampliou recentemente a participação que detém na Telecom Itália, dona da TIM Brasil, mas teve que se abster de assumir o controle acionário. Questões regulatórias e de concorrência provavelmente obrigariam ela a se desfazer dos negócios da TIM em telefonia celular – afinal, a Telefônica já é dona da Vivo.

É bem verdade que a Telefónica tentou comprar a GVT anteriormente. Em 2009, os espanhóis ofereceram 6,5 bilhões de reais pela empresa, mas foram derrotados pela oferta de 7,2 bilhões da Vivendi.

A oferta está na mesa até o dia 3 de setembro. Nesse meio tempo, pegue seu balde de pipoca, pois daqui pra frente a briga entre Telefónica e Telecom Itália será enorme.

Com informações: Teletime, [2]

Mais sobre: , , , , , ,