Início » Comportamento » Turista espertinho deixa drone cair em uma das fontes termais mais famosas do mundo

Turista espertinho deixa drone cair em uma das fontes termais mais famosas do mundo

Equipamento pode ter danificado propriedades naturais do ponto turístico

Por
3 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Você está de boa utilizando seu drone para fazer fotos de um ambiente espetacular. Nada de diferente do que já vemos atualmente, não fosse por um pequeno detalhe: o equipamento cai dentro de um dos lagos de águas termais mais importantes do planeta. Acredite, isso aconteceu no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. Ali no meio, olha:

Grand Prismatic Hot Spring (Foto: Sam Beebe – flickr.com/photos/sbeebe/)

Grand Prismatic Hot Spring: a temperatura ali chega a 70ºC (Foto: Sam Beebe – flickr.com/sbeebe/)

O acidente aconteceu no último sábado, mas só se tornou público nesta semana. Os responsáveis pelo parque ainda não sabem se, de fato, a queda do drone pode afetar o funcionamento da localidade conhecida como Grand Prismatic Spring. Por via das dúvidas, eles ainda não decidiram se vão retirar o aparelho de dentro da fonte. Imagine que situação se, ao fazê-lo, eles terminam de estragar o funcionamento natural da grande fonte?

Sem falar que a fonte prismática tem 113 metros de diâmetro e 36 metros de profundidade. Quer dizer, onde exatamente o drone caiu, para conseguirem resgatá-lo? Eis aí outro problema que os funcionários do parque vão precisar resolver.

O pessoal do blog Boing Boing não economizou palavras: chamou o turista de “anta”. Isto porque não é a primeira vez que um drone traz prejuízo aos parques nacionais americanos. Somente em 2014, outro objeto voador identificado caiu em uma marina também em Yellowstone. Outra aeronave controlada por rádio entrou no Parque Nacional de Grand Teton.

Yellowstone recebe 3 milhões de visitantes por ano (Foto: Anthony Stone – https://www.flickr.com/photos/amsfoto/)

Yellowstone recebe 3 milhões de visitantes por ano (Foto: Anthony Stone – flickr.com/msfoto/)

O Serviço de Parques Nacionais dos Estados Unidos anunciou em junho a proibição total de veículos aéreos não tripulados. Não se trata de uma decisão definitiva. O órgão pretende estudar melhor o assunto. Aqui no Brasil, a legislação em torno dos drones permanece em total escuridão. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai permitir o uso de drones, desde que pesando até 25 kg e a até 120 metros de altura, mas a medida valerá exclusivamente para empresas de defesa. Não sabemos como será a abordagem para drones com fins recreativos – estes que a gente compra na Amazon por 300 dólares, com direito a aplicativo para Android e iOS.

E para não dizer que é tudo culpa da tecnologia: os visitantes de Yellowstone também colocaram em perigo as fontes termais do parque. Em vez dos drones, que obviamente não existiam, eles lançavam moedas dentro das fontes – o que também pode modificar seu funcionamento. Outros visitantes levavam peixes para cozinhar nas águas quentes. A prática cessou quando se descobriu que ali havia arsênio, um dos metais mais nocivos à saúde humana.

Com informações: CNBC

  • Mais é uma ANTA mesmo… rs

    • H.

      Mas*

  • Linces

    Grandes merdas mesmo, como se nunca tivesse caido ou fosse cair nada ai né?

  • Charles Buss

    que tipo de problemas o drone pode causar?

    vi bastante preocupação mas nada que diga realmente que isso foi bem ruim.

    • Existe o receio de que o drone interfira nas propriedades naturais da fonte termal. A direção do Parque Nacional de Yellowstone não entrou em detalhes sobre o assunto. De qualquer forma, considerando-se que é um dos geysers mais importantes do mundo, os turistas deveriam ser mais cuidadosos. O drone que caiu tinha 25 kg. Ou seja, dezenas de quilos de componentes eletrônicos, em especial plástico e metal, que sabe-se lá como pode alterar a nascente.

  • Podia gerar logo a erupção do supervulcão que tem ali. Mas é óbvio que isso nao vai acontecer caindo um robozinho la dentro

  • David Diniz

    Mirou miojo eletrônico sabor plástico com metal 🙂

  • É possível mesmo que seja um exagero, mas de qualquer forma o cara não deixa de ser uma anta.

  • Guest

    Virou um drome cozido ué