Cleidson Lima é entusiasta e colecionador de videogames. Sua coleção fica disponível 15 dias por ano desde 2011 em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Neste ano, realizada no mês de fevereiro, mais de 160 mil pessoas passaram pela exposição.

Bastante gente, né? E o número de visitantes deve crescer exponencialmente no próximo ano: é que o museu, que não tem uma sede, foi mapeado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e fará um tour por diversas cidades brasileiras, como as capitais Fortaleza, Belém, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Salvador, que já estão confirmadas.

MUSEU DO VIDEOGAME 02

Um dos diferenciais do Museu do Videogame é que, além de ter expostas raridades dos jogos, como o Magnavox Odyssey, primeiro console do mundo, e o peculiar console de três lados Coleco Telstar Arcade, ele permite uma experiência interativa ao visitante: é possível jogar alguns dos consoles mais famosos na instalação, como o Telejogo Philco-Ford, Atari 2600, Nintendinho, Super Nintendo, Nintendo 64, Master System, Mega Drive, Game Cube e os primeiros Xbox e PlayStation, entre outros.

No total, o acervo do museu conta com mais de 200 consoles e 6 mil jogos, que passearão pelo Brasil graças a parcerias e patrocínios com shoppings e empresas privadas, o que fará com que a entrada da exposição seja sempre gratuita.

MUSEU DO VIDEOGAME 04

Não estão fechadas, por enquanto, datas para as próximas exibições do Museu do Videogame, mas o reconhecimento do órgão público responsável por preservar e divulgar museus e ligado diretamente ao Ministério da Cultura é um passo enorme para o reconhecimento do videogame no Brasil como produto cultural – isso pouco mais de um ano depois da ministra Marta Suplicy dizer, com todas as letras, que não considera jogos digitais como cultura.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Glauber Júnio
Por Favor RETIRE A MINHA FOTO do seu perfil! Não tem de que, por nada! Passar bem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
antônio

A Marta Suplicy diz que jogo não é cultura, mas revista de fofoca sim. Por favor, né?

Antônio Cesar Moraes
A Marta Suplicy diz que jogo não é cultura, mas revista de fofoca sim. Por favor, né?
Tiago Higino
Belo Horizonte, por favor né...
Renan Prado
Poxa...sorocaba-SP aqui!! por favor, pertinho da capital!! :)
Carlos Pacheco
Muito massa, que venha pro interior de São Paulo!
Cizenando G de Lima Junior

Moro em Coxim, no Mato Grosso do Sul, e acompanhei todas as exibições do Museu do Videogame. Recomendo muito a visita. É muito interessante.

Cizenando Galvão de Lima Junio
Moro em Coxim, no Mato Grosso do Sul, e acompanhei todas as exibições do Museu do Videogame. Recomendo muito a visita. É muito interessante.
Bruno Toni
que venha para Porto Alegre, por favor! :D