Início » Comportamento » Mais um estudo indica que as redes sociais te fazem mais mal que bem

Mais um estudo indica que as redes sociais te fazem mais mal que bem

Por
5 anos atrás

Isso não deve lhe ser surpreendente, mas mais um estudo surge no horizonte para afirmar que as redes sociais te deixam mais deprimido do que feliz. Desta vez, a análise vem da Itália, utilizando como fonte 50 mil pessoas que foram consultadas entre 2010 e 2011.

Os voluntários responderam à pesquisa, feita pelo Instituto Nacional Italiano de estatísticas (como o Ibope deles), sobre bem-estar e a maneira como utilizam a internet. Ao qualificar de 0 a 10 o contentamento com suas vidas, comentar com que frequência vêem seus amigos, se eles acham as pessoas confiáveis e seu uso de Twitter e Facebook, eles permitiram aos pesquisadores correlacionar as coisas e tirar algumas conclusões.

Mark Zuckerberg, o criador da maior rede social do mundo, bolado

Mark Zuckerberg, o criador da maior rede social do mundo, meio bolado

Eles descobriram que, quanto mais relações você tem pessoalmente, mais você confia nas pessoas e maior é seu bem-estar. Já quando você tem mais relações que não são ao vivo – ou seja, pela internet – , a confiança diminui e o bem-estar também é afetado.

Os pesquisadores ainda culpam a discriminação e os discursos de ódio, tão comuns nas redes sociais, por diminuírem a felicidade das pessoas. A solução para isso, eles sugerem,melhorar a moderação do conteúdo – no caso do Facebook e do Twitter, dá para interpretar como escolher melhor as pessoas que você segue.

A grande diferença entre este estudo e outros que já foram feitos é sua representatividade: 50 mil indivíduos é uma amostra bem mais interessante e que traz um resultado mais próximo do real do que um grupo de algumas centenas. Você se identificou?

Com informações: MIT Technology Review, Engadget

Mais sobre: ,