Início » Celular » Apple revela novos iPhones de 4,7 e 5,5 polegadas

Apple revela novos iPhones de 4,7 e 5,5 polegadas

iPhone 6 e iPhone 6 Plus são os novos smartphones de tela grande da Apple.
Equipados com o processador A8, ambos possuem câmeras melhores e até 128 GB de espaço.

Paulo Higa Por

iphone-6-abre

A Apple anunciou nesta terça-feira (9) dois novos modelos de iPhones em evento na cidade de Cupertino, na Califórnia. Como apontavam os rumores, eles possuem telas maiores: o antigo visor de 4 polegadas do iPhone 5s foi aposentado para dar lugar aos novos displays Retina HD de 4,7 e 5,5 polegadas do iPhone 6 e iPhone 6 Plus, respectivamente.

Os iPhones ganharam um novo design com moldura arredondada e são os mais finos lançados até hoje. O iPhone 6 tem 6,9 mm de espessura, peso de 129 gramas e tela IPS de 4,7 polegadas com resolução de 1334×750 pixels (326 ppi) revestido com vidro mais resistente. No iPhone 6 Plus, o corpo é de 7,1 mm de espessura e 172 gramas, e a tela cresce para 5,5 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels (401 ppi).

iphone-6-6-plus

Além de ser significativamente maior, o iPhone 6 Plus possui adaptações na interface do iOS para aproveitar melhor o espaço da tela. É possível usá-lo no modo paisagem, o que torna a experiência de uso mais próxima de um iPad mini, de 7,9 polegadas. Nessa orientação de tela, o aplicativo de mensagens pode exibir duas colunas, e o aplicativo de email ganha uma janela flutuante para escrever o texto.

iphone-6-fotos-plus

iphone-6-plus-paisagem

iphone-6-paisagem-mensagens

iphone-6-plus-previsao-tempo

A atualização no tamanho de tela veio acompanhada de um upgrade no hardware. O processador é o novo Apple A8 de 64 bits, que promete CPU até 25% mais rápida e gráficos com até 50% mais desempenho. A Apple chegou a mostrar um gráfico comparando a evolução do chip desde o primeiro iPhone: o desempenho da CPU aumentou 50 vezes, enquanto a GPU ficou 84 vezes mais rápida.

iphone-6-traseira

A Apple jura que a bateria, um dos pontos mais criticados de todos os iPhones lançados até hoje, melhorou. A navegação em 3G passou de 8 horas no iPhone 5s para 10 e 12 horas nos iPhones 6 e 6 Plus, segundo as estimativas divulgadas pela empresa. O maior ganho está no tempo de chamada: no iPhone 6 Plus, a autonomia chega a 24 horas, contra apenas 10 do antigo iPhone 5s.

A câmera, que continua com a mesma resolução de 8 megapixels, ganhou um sensor novo que promete focar mais rapidamente. Houve melhorias nos algoritmos de equilíbrio de cores, redução de ruído e detecção de rosto. No modo de foto panorâmica, é possível capturar fotos de até 43 megapixels. Para evitar fotos tremidas, há um novo sistema de estabilização óptica de imagem — mas apenas para quem comprar o iPhone 6 Plus; o iPhone 6 continua com estabilização digital.

iphone-6-design-5

Uma das novidades da câmera, que possui lente com abertura f/2,2, é a possibilidade de capturar vídeos em 60 frames por segundo em 1080p. No modo de slow motion, a filmagem pode chegar a 240 quadros por segundo.

Os aparelhos virão com um sistema de pagamentos baseados em NFC, o Apple Pay, e você poderá armazenar os números do seu cartão de crédito diretamente no aplicativo Passbook. Inicialmente, a novidade estará disponível nos Estados Unidos e funcionará em parceria com American Express, MasterCard e Visa, além de seis bancos americanos e 220 mil lojas.

apple-iphone-nfc

Para quem esperava por mais espaço, suas preces foram atendidas. Nos Estados Unidos, o iPhone 6 de 16 GB começa em US$ 199 no contrato de dois anos. Por US$ 299, no entanto, o espaço já pula para 64 GB — não há mais o modelo de 32 GB. O mais caro é o iPhone 6 com a nova capacidade de 128 GB, por US$ 399. No iPhone 6 Plus, há um acréscimo de 100 dólares: US$ 299 (16 GB), US$ 399 (64 GB) e US$ 499 (128 GB).

iphone-6-6-plus-deitados

iPhone 6 e iPhone 6 Plus serão vendidos a partir de 19 de setembro nos Estados Unidos, nas versões cinza espacial, prateado e dourado. Até o final do ano, a Apple espera ter iniciado as vendas em 115 países. Os preços dos iPhones em outros mercados ainda não foram divulgados.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Glauber Júnio
Por Favor RETIRE A MINHA FOTO do seu perfil! Não tem de que, por nada! Passar bem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
SPO
Acho que passou da hora de ter entrada para cartão SD. Mas isso a Apple nunca vai permitir.
Eduardo Lemes
Ai vc compra um celular que faz isso. Ou não. Mas ai é mais uma questão de vontade, não de utilidade mesmo...
SPO
Não é bem assim. No lançamento do 5 o Steve Jobs já não estava mais lá e eles fizeram aquele vídeo promocional falando mal de telas grandes.
SPO
Concordo com você que cada um deve ter aquele aparelho que mais lhe atende. E, principalmente, não ficar criticando o que os outros tem.
SPO
Thiago, achei bastante estranho o seu comentário, pois acompanho seu blog há muito tempo e sempre achei que você, a Giovana e o Paulo são imparciais e costumam tecer comentários muito bons a respeito de qualquer gadget. Para esclarecer, não estou aqui para defender a Samsung, inclusive estou com duas reclamações contra ela no Reclameaqui. Mas, seu comentário pareceu mais um post de fã de uma marca e hater da outra. Não quero polêmica ou encrenca, mas se você ler o que escreveu, perceberá que não foi imparcial. Quanto ao comentário que a Samsung não inova, desculpe, mas tenho que discordar, e muito. Ela pode ter copiado sim, mas inova bastante. Primeiro vamos às cópias. Os processos que ela perdeu são em sua maioria nos EUA, o que não considero imparcial. Além disso, foram todos com patentes genéricas, aquelas famosas da Apple, que eu realmente sou contra mas sei que o escritório de patentes só autoriza para aumentar a arrecadação americana. No processo da Samsung contra a Apple sobre o 3G, que tecnicamente ela estava com a razão e não era uma patente genérica, ela perdeu. Então, acredito que o argumento de que ela perdeu processos não pode ser usado, pois todo o processo mais famoso foi extremamente tendencioso. Só para lembrar, quando ela ganhou um processo contra a Apple, o Obama (nada mais que o presidente) vetou. Quanto a inovar. No início, ela realmente copiou, que é exatamente o que a Apple vem fazendo hoje, mas o lançamento do S4 deixou bem claro que ela estava a fim de inovar. Vou citar algumas coisas que fazem a diferença como o Smart Stay, que já vinha do S3, o sensor de movimentos, que para quem utiliza é muito bom. Existem diversas situações em que você não pode tocar no aparelho e precisa a tender a uma ligação. No meu dia a dia é muito útil. A p´ropria utilização do NFC, não sei se ela foi a primeira, mas os recursos que ela deu ao NFC foram inovações sim. Eu que faço muitos filmes e fotos e passo para os alunos, utilizo muito isso com quem tem aparelho da Samsung ou compatível. Para aqueles que tem iPhone, peço para aguardarem que eu poste noa internet com um link para baixarem, pois nem pelo bluetooth posso passar. Um recurso que me ajudava muito a noite e não tem mais no S5 é a Visualização Rápida. Isso eu senti muita flata ao trocar o S4 pelo S5. Outra inovação que me ajudou muito foi que a Samsung foi a primeira a lançar um smartphone top de linha com dois chips. Eu era obriagado a carregar dois aparelhos pois só existia carroça com dois chips. Outras inovações que eu sinceramente não sei se são somente da Samsung ou do Android, mas que utilizo muito: Chamada direta; Alerta inteligente; Silenciar/ pausar; A exibição suspensa, para aqueles que como eu já precisam de óculos para perto mas não usam porque perdem eles, é muito útil, principalmente na agenda. Basta colocar o dedo perto do evento que ele abre uma janela com as letras maiores. Quando você fizer 40 anos vai me entender. Perdi todo esse tempo não para defender a Samsung, pois não pretendo comprar mais nada deles, não pelos aparelhos, mas pelo pós-venda que é horrível, porém, para pedir que esse blog não perca a imparcialidade que sempre teve.
Filipe
mas se eu quiser ter um acervo de videos em 4K?
Linneker
Não curti muito as novidades, acho até besteira quem coloca problema na câmera que possui um anel externo ao celular. Para mim uma grande tristeza foi a não resistência a líquidos. Mas vi fatos positivos também, sou usuário iPhone, e na mesma época que adquiri o mesmo resolvi adquirir também um iPad, devido a algumas tarefas não serem muito usuais de realizar na tela pequena do iPhone. Acabou que para minha surpresa, o iPad acabou ficando em desuso devido ao tamanho do mesmo, era incomodo para eu carregar iPhone e iPad para todos os lugares, acabei jogando meu dinheiro fora com a compra do iPad, não julgo ser um produto ruim, apenas para mim não foi cômodo o transporte para usabilidade frequente do mesmo. Com o lançamento do iPhone 6 e 6 Plus, vi uma oportunidade de clientes que passaram por minha experiência de matar o uso de 2 produtos, para apenas 1 produto. Principalmente para o iPhone 6 PLUS, acredito que muitos usuários de iPad, vão optar por ele e deixarem o iPad de lado. Na minha visão, isso que irá tornar o iPhone 6 um sucesso em vendas, usuários de iPhone vão atualizar, e os usuários de iPad e iPad Mini vão ver como uma solução, vão ter um iPhone que irá atender como um tablet. Só minha opinião! =D
Ueritom Ribeiro Borges
Seus colegas não deveriam estar usando celular durante a aula, mas enfim..
Ueritom Ribeiro Borges
Acho que quem defendia isso era o Steve Jobs. Como ele não está mais lá, "virou bagunça"...kkk
ciromessias
Agora a Apple aderiu aos telefones com telas grandes, como a Samsung vem fazendo há alguns anos? Agora a Apple resolveu lançar um relógio, que outras marcas já jogaram no mercado desde, sei lá, 1 ou 2 anos? Mac Fags dirão que a Apple pega os conceitos, melhora, e lança. Bitch, please! A maçã até é inovadora, mas também não é tuuuuuuuuudo isso que dizem. Mas de qualquer forma, gostei do design. Curto muito o conceito de cantos arredondados. Mas usar iOS me assusta, porque se não fizer o jailbreak, me sinto enjaulado no iTunes. Prefiro continuar conectando qualquer cabo USB no computador, e acessar todo meu telefone.
Cardoso
Então, todos meus smarphones sempre duraram o dia todo... E olha só: :)
Dids
Ah então é questão de uso mesmo. Sendo assim "young Jedi", seu iPhone merece palmas.
Cardoso
Como mostrei na imagem abaixo, em resposta a um outro comentário seu, não tenho do que reclamar da bateria do meu celular. :)
Eduardo Lemes
Mas uma coisa vc pode ficar tranquilo: Embora a tela de 4,7 esteja caindo em desuso nos tops, ainda vai existir em muitos telefones, pois tem demanda. Se eu não me engano, e não falaram muito sobre isso, as configurações do iPhone 6 e 6P são as mesmas, só muda mesmo o tamanho de tela e bateria. A unica coisa que me incomoda de fato nessas telas é que as bordas ainda são largas e isso atrapalha a navegação....
Exibir mais comentários