Início » Software » Tudo o que você precisa saber sobre o iOS 8

Tudo o que você precisa saber sobre o iOS 8

Por
3 anos e meio atrás

Todo ano a Apple segue a regra de lançar uma nova versão de seu sistema operacional para dispositivos móveis, o iOS. A oitava versão da plataforma foi apresentada em junho na WWDC, mas somente a partir desta quarta-feira (17) estará disponível para todos os usuários.

O que há de novidade no iOS 8? Como ficou a integração entre Macs e aparelhos com iOS? Meu dispositivo receberá a atualização? Descubra esses e outros detalhes nos próximos parágrafos.

Notificações

Podem comemorar: as notificações agora poderão ser interativas. Suponha que você está mexendo no celular, navegando na web. Ao chegar uma mensagem, o banner com a notificação surge na parte superior, como no iOS antigo. O que muda é que você pode puxá-lo para baixo e responder diretamente da notificação, sem abrir o aplicativo desejado.

notificacoes-01

Também é possível responder notificações a partir da tela de bloqueio: basta puxá-las para a esquerda. Como, durante os meus testes, nenhum app havia sido atualizado para o iOS 8, apenas aplicativos nativos estão funcionando com a função, mas a novidade também estará disponível para outros desenvolvedores.

A Central de Notificações também recebeu mudanças: a aba “Perdidas” do iOS 7 deixou de existir (afinal de contas, ninguém usava aquilo mesmo). Agora, também é possível descartar uma única notificação deslizando-a para a esquerda. Em versões anteriores, só era possível apagar todas as notificações de um determinado aplicativo.

central-notificacoes-02

Novo iMessage

Para quem usa os grupos de mensagens do iMessage (sons de grilos ao fundo), finalmente é possível abandonar um grupo, silenciá-lo ou enviar mensagens de voz, algo tão comum e presente em serviços como Telegram e WhatsApp.

O Buscar Meus Amigos também está integrado ao serviço, tanto em mensagens individuais como em grupos: basta que a pessoa permita o compartilhamento da localização para que você consiga visualizá-lo em um mapa dentro dos detalhes de contato. Também é possível enviar sua localização específica em uma mensagem.

mensagens

Novo Safari

Pode parecer que o Safari não mudou tanto, mas a integração dele com outros dispositivos é bem melhor. É bem verdade que as abas já eram sincronizadas com o iCloud Tabs, mas agora também é possível fechar abas de outros dispositivos que estão sincronizados.

safari-ipad

Um recurso bobo mas que fazia falta e estava presente em navegadores alternativos, como o Chrome, é a possibilidade de abrir sites em versão desktop. Ao digitar o endereço, puxe os ícones de favoritos para baixo para revelar a opção de “Versão para computador”.

Ah, o modo de navegação privada não elimina a sessão antiga, sendo possível alternar entre os dois modos sem desfazer as sessões. Isso é muito útil quando você precisa logar em duas contas de um mesmo serviço ao mesmo tempo, por exemplo.

Mais integrado do que nunca

As principais mudanças do iOS 8 estão relacionadas à integração com outros dispositivos iOS e Mac. Junto com a criação do iCloud Drive, surgem novos recursos para que você aproveite melhor todo o ecossistema Apple.

Em outubro, por meio uma atualização complementar ao iOS 8, será possível que você envie mensagens SMS de um iPad, iPod touch ou Mac que esteja conectado à mesma rede Wi-Fi do seu iPhone. Durante o início dos testes do iOS 8, o envio de mensagens já estava liberado, e tudo funcionava perfeitamente, sem nenhuma necessidade de configuração. Ainda não entendi o motivo da Apple postergar a função para outubro – talvez ela só chegue junto da versão final do OS X Yosemite.

A ligação sai do iPhone, mas é feita pelo iPad (!!!)

A ligação sai do iPhone, mas é feita pelo iPad (!!!)

Apesar das mensagens SMS ficarem de fora, um recurso que considero como matador foi mantido e também funciona muito bem: será possível atender suas ligações do iPhone através do Mac, iPad e iPod touch. Também não é necessário configurar nada, basta que os dispositivos estejam conectados à mesma rede. Você também poderá efetuar chamadas através dos outros dispositivos – para isso, use a agenda ou o FaceTime e escolha a função “Chamar do iPhone”.

Entretanto, o maior recurso de integração é o Handoff, que permite continuar algo que você faz em determinado dispositivo em outro. Isso serve, por exemplo, para quando você começa a escrever um email no iPad e precisa continuar escrevendo no Mac, ou simplesmente enquanto você abre determinada página da web em seu computador mas precisa sair e quer continuar lendo no iPhone.

Leia no iPhone e continue no iPad: basta arrastar e deslizar

Leia no iPhone e continue no iPad: basta arrastar e deslizar

Para que toda essa conectividade aconteça, o Handoff utiliza um misto de Wi-Fi e Bluetooth de baixa energia. Por isso, nem todos os Macs, iPhones e iPads são compatíveis com a novidade.

Novos recursos de imagens

Um novo modo de cena está disponível na câmera: em qualquer dispositivo com iOS 8 é possível fazer time-lapses sem a necessidade de aplicativos de terceiros. O resultado fica bem legal, veja só:

O aplicativo Fotos também recebeu melhorias. O editor de imagens mudou consideravelmente e tem recursos vindos do finado iPhoto. Além de aplicar filtros e cortar imagens, é possível corrigir luz, cor e enquadramento. A organização de imagens também está melhor com o recurso de marcar fotos favoritas, bem como a busca por localização e data.

correcao-enquadramento

Mais aberto para os desenvolvedores

Em seu ambiente todo controlado, era impossível mudar o teclado do iOS sem fazer jailbreak. Não mais: a Apple passou a permitir que os desenvolvedores criem teclados e os ofereçam sem gambiarras. Desenvolvedores do SwiftKey e do Swype já confirmaram que seus teclados estarão presentes na App Store para quem os preferirem em vez do novo teclado nativo.

O compartilhamento entre aplicativos, funcionalidade bastante popular no Android, agora também está disponível no iOS 8. Contanto que o aplicativo seja atualizado para suportar o recurso, será possível enviar uma foto para qualquer rede social diretamente do Fotos ou compartilhar uma página da web diretamente do Safari para um aplicativo de leitura como o Pocket ou Instapaper, por exemplo.

Outra notável mudança é a adição de widgets de terceiros na barra de notificações. O que era restrito apenas a previsão do tempo, bolsa e eventos passa a ter um mar de opções. Duolingo e Omnifocus, por exemplo, já foram atualizados e possuem a opção disponível.

Novo teclado

Não é todo teclado que sabe completar músicas de Valesca Popozuda.

Não é todo teclado que sabe completar músicas de Valesca Popozuda.

Apesar da Apple permitir que você instale o teclado de sua preferência, o teclado padrão foi remodelado. Agora chamado de QuickType, ele possui um dicionário preditivo que lembra bastante o SwiftKey. Uma barrinha localizada logo acima do teclado dá duas opções de possíveis palavras em caso de erro, sendo o quadrado à esquerda o conteúdo exato que foi digitado.

Quem não gostar do novo QuickType poderá ocultar a barra preditiva arrastando-a para baixo.

Compartilhamento Familiar

compartilhamento-familiar

Se você compra uma música na iTunes Store, ela fica disponível apenas na sua conta. Com um aplicativo, a mesma coisa. É comum que famílias utilizem apenas uma única conta para comprar músicas e aplicativos, para que todos aproveitem todo o conteúdo pago. O Compartilhamento Familiar permite que você compartilhe os conteúdos pagos com até seis contas.

É obrigatório que todas as contas estejam vinculados a um mesmo cartão de crédito. É possível adicionar níveis hierárquicos e permitir que um pai exija que seu filho peça permissão antes de comprar um app. Além do compartilhamento de compras, o Compartilhamento Familiar pode integrar os membros de uma família em um calendário compartilhado, no Buscar Amigos e também em um álbum de fotos.

Não é possível se desvincular de uma família para vincular-se em outra imediatamente: é necessário aguardar o mínimo de um ano para que a conta que saiu possa ser reintegrada a uma nova família.

Extras

Outras mudanças e novidades – não menos importantes – também chegaram junto do iOS 8.

  • Você pode capturar vídeos da tela do iOS a partir do QuickTime no OS X Yosemite. Basta conectá-lo via USB, criar um novo filme e selecionar o iPhone, iPad ou iPod touch como fonte de imagem;
  • Agora o menu de multitarefa traz em destaque seus contatos favoritos e recentes. Fica mais fácil entrar em contato com eles estando em qualquer parte do sistema;
  • O iOS 8 tem o aplicativo Saúde, que permite armazenar dados vitais e controlar sua saúde com histórico e estatísticas. Não foi possível testar até o momento, uma vez que os dados são abastecidos por meio de acessórios e aplicativos de terceiros;
  • Ainda no aplicativo de Saúde, é possível adicionar um cartão com suas informações básicas, como nome, contato de emergência, grupo sanguíneo, medicamentos frequentes, peso, altura e se é ou não doador de órgãos. Esse cartão é visível quando o telefone está bloqueado, ao clicar em “Emergência” e, por fim, “ID Médico”. Uma bela forma de encontrar o dono de um celular perdido;
  • O Spotlight está mais inteligente e busca locais, histórias na Wikipedia e horários de cinemas e teatros. No entanto, nada disso funcionou comigo no Brasil;
  • É possível acessar a Siri sem usar as mãos quando o telefone está conectado ao carregador: fale “Hey Siri” que ela é ativada;
  • Isso pode ser apenas efeito placebo, mas tenho a sensação de que minha bateria está durando muito mais do que antes.

Considerações finais

ios-8-fecha

Se você usa apenas um iPad ou um iPhone e não tem mais nada da Apple, é bem provável que a atualização não te agrade o suficiente para considerá-la grandiosa em relação ao iOS 7. É certo que quase todos os méritos dessa atualização se concentram na integração com outros dispositivos iOS e OS X.

Ainda assim, o iOS 8 trouxe recursos que deveriam estar presentes no ecossistema da Apple há um bom tempo: quem migrou do Android para o iOS e se viu impossibilitado de colocar um teclado como Swype ou SwiftKey certamente se dececpionou um pouco. A ausência do compartilhamento com aplicativos de terceiros deixava o iOS pouco prático em determinadas tarefas, o que foi corrigido na nova versão.

Mesmo tapando mais buracos do que criando novas funções, é impossível desmerecer os novos recursos que a atualização traz. O Compartilhamento Familiar certamente fará com que uma compra de determinado aplicativo ou álbum na iTunes Store valha mais a pena, uma vez que seus familiares também poderão desfrutar do novo conteúdo. Os novos recursos de gerenciamento de fotos são bem legais, especialmente considerando que o seu smartphone involuntariamente se torna o equipamento que você mais usa para fotografar.

O novo iOS estará disponível para download ainda hoje. A atualização estará disponível para donos de iPhone 4s, 5, 5c e 5s; iPad 2, iPad com tela Retina (3ª e 4ª geração), iPad Air, iPad mini e iPad mini com tela Retina; e iPod touch de 5ª geração. Lembre-se de fazer backup de seus dados e liberar pelo menos 3 GB espaço no dispositivo caso pretenda fazer a atualização over the air.