Início » Celular » Tecnocast 008 – O duelo de ecossistemas

Tecnocast 008 – O duelo de ecossistemas

Thiago Mobilon Por

Na última quinzena assistimos aos lançamentos daqueles que, muito provavelmente, serão os smartphones mais desejados dos próximos 12 meses. Junto deles, Apple e Motorola lançaram seus tão aguardados smartwatches – que para funcionar dependem exclusivamente de aparelhos do seu ecossistema.

O duelo de ecossistemas

O duelo de ecossistemas (arte por Marcel “@grigio” Müller)

Caso essa “nova” categoria de gadgets caia no gosto das pessoas, haverá uma segmentação ainda maior no mundo da tecnologia. Usuários de uma plataforma estarão completamente acorrentados a esse ecossistema, assim como já vemos hoje com alguns aplicativos e dispositivos de media center.

Se você pretende entrar na onda dos smartwaches, agora mais do que nunca precisa escolher bem o seu smartphone. Depois não vai ser possível trocar apenas um aparelho, ainda mais agora que o iOS 8 conversa tão bem com o OS X.

Então, qual a melhor opção?

Participantes

Marcações

  • 00h01m41s – Caixa Postal
  • 00h13m29s – Smartwatches são melhores para tirar fotos como um stalker?
  • 00h30m18s – A limitação não é conceitual, é física
  • 00h44m34s – Tomem cuidado com o Alecrim nos metrôs de SP
  • 00h53m10s – Por que Motorola aumentou a lacuna entre Moto X e Moto G?
  • 01h04m06sApple Pay, o principal lançamento da maçã.
  • 01h16m28s – Aparelhos made in china (not in a good way).
  • 01h27m10s – E agora, em qual barco eu entro?

Links Citados

Caixa Postal

Manda aí a sua mensagem: [email protected]

Assine o Tecnocast

Edição e Sonorização

O Tecnocast é editado por Radiofobia Podcast e Multimídia.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lidiane Coelho
Gente! Já ouviram falar da WebGD? É uma empresa que te paga para você postar anúncios no seu Facebook! Vejam: www.webgd.net/4427
Fábio
Ótimos podcasts! Já baixei e estou ouvindo!
Luis de Vaz Lobo

No que tange a smartwatch, não vejo nenhuma utilidade prática além do informativo dos batimento cardiácos. Seria melhor se colocassem nesse aparelho uma entrada para chip de operadora e ele ficasse desvinculado ao smartphone um fone sem fio e entendendo comando de voz (a Samsung anunciou um assim na Ifa 2014 chamado Gear S).

Luis Carlos Rodrigues
No que tange a smartwatch, não vejo nenhuma utilidade prática além do informativo dos batimento cardiácos. Seria melhor se colocassem nesse aparelho uma entrada para chip de operadora e ele ficasse desvinculado ao smartphone um fone sem fio e entendendo comando de voz (a Samsung anunciou um assim na Ifa 2014 chamado Gear S).
Guest

O Tecnocast é legal, mas essa música, mais alta que a voz de vocês, chata não deixou eu assistir o resto do podcast... :(

Igor Costa
Como só sei o básico do inglês técnico... Vou aguardar. Haha.
JoaoRicardo_RM
Saudades da Giovana e sua risada.
FrankCastle
Parabéns por mais este episódio. Concordo que a grande sacada desse Apple Watch / i-Watch é seu uso nos esportes como corrida. Gosto muito do app Run Keeper, os monitores cardíacos compatíveis com ele e o iPhone não são lá muito baratos. Neste quesito, poderia haver uma integração legal do i-Watch com vários apps diferentes. A questão dos ecossistemas é bem relevante. Geralmente, os apps são baratos. Mas após alguns anos de uso e de compras numa plataforma, pode ser algo a se ponderar quando vamos trocar de plataforma. Sem contar a integração e possibilidade de compartilhar aplicativos associados a uma mesma conta em devices diferentes. PS: Quando estou no transporte público e alguém senta do meu lado, ou percebo que estão observando a tela do meu smartphone, já uso o atalho e diminuo o brilho, deixando apenas o suficiente para conseguir ler, hahaha. Grande abraço!
Rodolpho Freire
Eu vi.. pelo menos Snapdragon 800 pra ativar a cortana (Hey Cortana!)... mas pensei em pelo menos esperar chegar a cortana no brasil para para me preocupar com isso.. por enquanto uso em inglês mesmo.. apertando o search...
Rodolpho Freire
Meu primeiro ecosistema com smartphone foi windows phone.. por isso não tive nenhuma dificuldade em me adaptar em migragar aplicativos coisas do tipo, como foi falado no tecnocast quando sai de um sistema para outro, geralmente o que fica evidente é o que falta, no windows uso outlook.com, onedrive e skype e me atendem muito bem... o que realmente sinto falta é hangouts por contas de amigos com que usam android mas o drive e gmail tenho ontas mas raramente uso...
Igor Costa
Também penso assim, mas o público em geral não. Estou muito feliz com meu Lumia 925. Só que até para acionistas e afins, acompanhar nesse sentido também é algo positivo. Migraria apenas pelos novos recursos, tais como o de futuramente ativar a Cortana sem precisar tocar no smartphone. Coisa que o meu hardware não dá suporte.
Rodrigo Moralles
Muito bom galera, primeira vez que ouço mas já virei fã.
Rodolpho Freire
provavelmente o sucessor do lumia 1520 virá com esses processadores.. mas acho essa exigência por specs desnecessário... a experiência de usuário para mim é mais válido que saber se é o snapdragon 800 ou 801 no meu smartphone. Meu humilde lumia 520 atende o suficiente as minhas expectativas e possui specs inferiores que androids do mesmo nível, mas uma experiência bem mais fluída.
Igor Costa
Mas será que teremos algo sobre um possível relógio inteligente da Microsoft ou coisas do tipo? Ela nem bem lançou aparelhos ainda com processadores atualizados. Não que o Snapdragon 800 esteja defasado, mas já temos aparelhos com o 801-805... E não, eu não sou um Microsoft-killer. Pelo contrário, admiro muito a empresa e seus produtos. Mas eles acabam dando certos vacilos.
Eliézer José Lonczynski
O que falta ao google now é ser mais pessoal, não em recursos e sim no tom de voz na conversa e tal. Mas em recursos está excelente. Só perde nisso pra Siri, nas demais coisas não tem nem comparação Google >>>>>> Apple
Exibir mais comentários