Início » Negócios » HP vai se dividir em duas empresas distintas

HP vai se dividir em duas empresas distintas

Cada companhia terá receita anual de US$ 50 bilhões

Avatar Por

Em meio às dificuldades do mercado de PCs, a HP anunciou nesta manhã que vai se dividir em duas empresas distintas, com papeis separados nas bolsas de valores. A ideia é ter uma companhia saudável e de crescimento rápido, e outra que possa absorver melhor as mudanças – e os impactos – da era “pós-PC“, como Jobs gostava de chamar o mercado atual.

A informação já estava na edição de ontem (5) do Wall Street Journal. De acordo com o veículo, fazia tempo que a direção da HP e investidores discutiam formas de reestruturar a empresa para acompanhar as novatas do mundo tech.

Após as mudanças, teremos duas empresas:

HP Inc.: será focada no mercado de computação pessoal e impressão. É esperado que a companhia também abrace melhor o segmento de impressão 3D. Ok, ele ainda não é tão forte nem tão lucrativo, mas se tornou uma promessa para os próximos anos. Enquanto empresa de tecnologia, a HP não pode ficar de fora dessa. A empresa também vai desenvolver “novas experiências de computação“. O que isso quer dizer? Mistério.

Hewlett-Packard Enterprise: a irmã rica do conglomerado. A empresa de Enterprise será responsável pela computação para clientes corporativos, software, infraestrutura e serviços. Também vai ficar com a divisão de finanças da HP antiga.

HP em Palo Alto, EUA (imagem: divulgação / HP)

HP em Palo Alto, EUA

Você pode pensar que a HP está em dificuldades financeiras. Entretanto, mesmo com o conturbado mercado de PCs perdendo força em anos recentes, cada uma das novas empresas do conglomerado terá receita anual de mais de 50 bilhões de dólares. Não é como se estivessem falidos.

Haverá demissões. Inicialmente estava previsto o desligamento de 50 mil funcionários, mas na manhã desta segunda-feira (6) a companhia informou que as demissões podem afetar 55 mil trabalhadores.

Alguns analistas já apontam para a tendência de que mais empresas de tecnologia passem pelo processo de cisão. Na semana passada, o eBay anunciou que o PayPal deixaria de ser uma divisão do grupo para se tornar uma empresa independente, com listagem na bolsa de valores. O objetivo é separar o negócio de e-commerce da operação de transações comerciais online.

A HP é uma senhora de 75 anos. Começou lá em Palo Alto, nos Estados Unidos. Ela é conhecida por nós, usuários finais, como uma companhia que fabrica computadores e impressoras – já tive a chance de conhecer o incrível laboratório de impressão deles nos EUA, por sinal. Entretanto, o mais lucrativo para eles é vender soluções de tecnologia, como o big data, e de hardware, como servidores e storage, para outros negócios.

Ainda falta saber como os investidores vão se movimentar diante do anúncio de hoje. Você pode acompanhar os papeis da HP na bolsa de Nova York pela ferramenta de finanças do Yahoo e do Google. Neste último, há também os dados que antecipam a abertura do mercado: a HP subia 6,25% às 9h10 desta segunda.