Usuários do Linux não precisam mais fazer nenhuma gambiarra para assistir aos filmes e séries da Netflix. Com a última atualização do Chrome, o serviço ganhou suporte oficial ao pinguim. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (10) pela Canonical, confirmando que a novidade está disponível para todos os usuários com Ubuntu 12.04 LTS e 14.04 LTS ou superiores.

Até agora, usuários do Linux conseguiam usar a Netflix com alguns truques que consistiam em trocar o user-agent, rodar uma máquina virtual ou executar algum navegador pelo Wine. Isso porque a Netflix se baseia principalmente no Silverlight para transmitir seu conteúdo. Além de suportar a tecnologia de streaming adaptativo da Microsoft, o Silverlight era o responsável por proteger o conteúdo com DRM.

netflix

A última atualização do Chrome no Linux, no entanto, adiciona o suporte a algumas extensões de vídeo de HTML5 — como as Encrypted Media Extensions (EME), que transmitem conteúdo protegido por direitos autorais; as Media Source Extensions, capazes de direcionar o usuário para um servidor específico; e o Web Cryptography API, responsável por verificar se o usuário, de fato, possui uma assinatura válida.

Como todos os requisitos foram cumpridos, a Netflix agora permite que todos os usuários com a última versão do Chrome no Linux acessem o conteúdo usando um player em HTML5. As extensões citadas acima são padrões abertos da W3C, então não deve demorar muito até que outros navegadores adotem o recurso — a Mozillaque era relutante à ideia, anunciou que vai suportar DRM no Firefox.

Se você usa as últimas versões do Ubuntu e está com o sistema atualizado, já conseguirá assistir aos vídeos pelo Chrome. Caso use outra distribuição ou esteja com uma versão antiga do browser, faça o download do Chrome 38.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tonho

Isso não tem nada a ver com Ubuntu, como dá a entender o último parágrafo, mas com Linux e qualquer uma de suas distribuições, inclusive a mais popular no Brasil, o Mint.

vinny parker

mermao, usou kernel de linux, é linux. n importa se tem uma vm rodando por cima. afinal de contas, A função do kernel é essa. a comuncacao entre o sistema e o hardware. se fosse do jeito q tu falou, nao existiriam outras distros, nao precisariamos de debian, gentoo, suse, slack......

vinny parker
mermao, usou kernel de linux, é linux. n importa se tem uma vm rodando por cima. afinal de contas, A função do kernel é essa. a comuncacao entre o sistema e o hardware. se fosse do jeito q tu falou, nao existiriam outras distros, nao precisariamos de debian, gentoo, suse, slack......
ribeiro

Linux é o futuro!!
O mundo é linux!

Ítalo
Linux é o futuro!! O mundo é linux!
Bruno Dantas
Você também pode ir no menu de opções do Chrome, depois em Mais ferramentas e escolhe a opção Adicionar à Área de Trabalho, na caixa de diálogo que aparece marca a opção Abrir como janela e fica tudo pronto. Com o ícone do aplicativo e tudo.
Romario J. Santos

to na versão 48 do chrome e to com muita lentidão ao no netflix, no app do windows 10 é 100 vezes mais rápido. :/

Romario J. Santos
to na versão 48 do chrome e to com muita lentidão ao no netflix, no app do windows 10 é 100 vezes mais rápido. :/
Pedro

Lembrando que, Android não é linux pois o responsável por executar as aplicações e gerenciamento do sistema fica a cargo da Dalvik e não do kernel linux, o kernel no android só serve para a comunicação com o hardware, o android poderia muito bem rodar em cima do DOS e ainda assim rodaria os mesmos aplicativos. Linux só rodo aplicativos feito para linux, pois o responsável pela execução das aplicações é o Kernel. Do mesmo modo que aplicativos Javas não são nem linux nem windows nem outra plataforma, pois quem o executa é a maquina virtual.

Pedro
Lembrando que, Android não é linux pois o responsável por executar as aplicações e gerenciamento do sistema fica a cargo da Dalvik e não do kernel linux, o kernel no android só serve para a comunicação com o hardware, o android poderia muito bem rodar em cima do DOS e ainda assim rodaria os mesmos aplicativos. Linux só rodo aplicativos feito para linux, pois o responsável pela execução das aplicações é o Kernel. Do mesmo modo que aplicativos Javas não são nem linux nem windows nem outra plataforma, pois quem o executa é a maquina virtual.
Anakin
Mozilla é uma empresa muito fofinha kkkkk sempre vejo notícia assim: Mozilla não ia fazer, mas vai fazer kkkkk, é tipo: "Dan-se, não farei tal coisa... Droga, mentira galera, farei sim"
André Vasconcelos
Uso Debian Whezzy x64, acabei de baixar o .deb do Chrome no site da Google e instalei. Nada de funfar!
Lucas Dillmann
Sim, exato Yuri. Mas acredito que você entendeu errado minha afirmação. O que eu tentei dizer foi que o Android utiliza um fork do Linux com algumas (várias) otimizações. Uma destas otimizações é a remoção de alguns drivers que não são necessários (como meu exemplo do disquete) e adição de outros (como os proprietários que você mencionou).
Yuri da Silva
Pelo contrário, Android é repleto de drivers proprietários.
Yuri da Silva
E o GNU?
Exibir mais comentários