Início » Antivírus e Segurança » Twitter apresenta Digits, serviço que dispensa senhas nos apps compatíveis

Twitter apresenta Digits, serviço que dispensa senhas nos apps compatíveis

Por
5 anos atrás

Senhas são um mal necessário: causam aborrecimento, mas são essenciais para a segurança dos nossos dados. Mas, e se você pudesse trocá-las por outro meio de proteção, pelo menos em alguns serviços? Pois esta é a proposta do Digits, iniciativa que o Twitter acabou de apresentar.

A ideia é simples. Quando tiver que fazer login em um serviço compatível, o usuário informará o número de seu telefone celular no aplicativo e, na sequência, receberá um SMS. O código presente na mensagem deve ser então digitado no app. Se estiver tudo certo, o processo de autenticação estará concluído.

De certa forma, a novidade lembra o WhatsApp. Este último se associa ao número do usuário para funcionar, sem exigir senhas. Com o Digits, desenvolvedores de aplicativos dos mais diversos tipos podem fazer algo parecido, dispensando o usuário da tarefa de decorar senhas complexas.

Twitter Digits

O Twitter também entende que, em muitos casos, a autenticação via código pode ser mais segura que o uso de senhas. Como decorar combinações é uma tarefa maçante, muita gente acaba utilizando a mesma sequência em vários serviços ou recorrendo a senhas fracas, dois comportamentos que, como você sabe, diminuem a segurança.

Para diminuir o risco de problemas, no Digits, o código enviado por SMS só pode ser utilizado uma vez e expira algum tempo depois do envio. A duração das sessões, a princípio, é definida pelo desenvolvedor.

O projeto foi apresentado hoje (22) durante a conferência para desenvolvedores Flight (outras iniciativas oriundas do evento podem ser conferidas aqui). Por este motivo, há apenas três aplicativos compatíveis: FitStar, Onefootball e Resy.

O Twitter espera que muito mais interessados apareçam nos próximos meses. Para atrair desenvolvedores, a empresa faz questão de ressaltar que o Digits é global (pode funcionar em 216 países) e suporta 28 idiomas, além de ser compatível com iOS, Android e web.

Com informações: The Verge

Mais sobre: , ,