Início » Comportamento » Emojis poderão ganhar uma maior diversidade étnica no ano que vem

Emojis poderão ganhar uma maior diversidade étnica no ano que vem

Avatar Por

Mesmo que não use com frequência, você deve ter notado uma invasão de desenhinhos em mensagens, legendas de fotos no Instagram, tweets e basicamente toda a comunicação interpessoal online. A popularização dos emojis fez com que muitas palavras fossem substituídas por eles - há diálogos totalmente feitos por emojis em apps de trocas de mensagens.

E, com tanto uso, surge a necessidade de fazer com que todo mundo se identifique com o que eles representam. Só que não é o que ocorre atualmente e isso já é alvo de críticas há algum tempo: todos os desenhos que representam pessoas são ou estereotipados, ou mostram somente homens e mulheres brancos.

ed2.0

Mas agora parece que essa situação pode, de fato, mudar em breve. É que dois engenheiros, um do Google e um da Apple, têm uma proposta para que diversas etnias sejam incluídas nos emojis.

Funciona assim: ao selecionar um emoji que mostre uma pessoa, o usuário poderá escolher também a cor da pele que deseja para esse desenho e colocá-la em seguida. Isso "mistura" os dois desenhos e muda as cores do primeiro. Junto com o código da cor da pele, também irá o de cor do cabelo, de modo que a etnia seja melhor representada.

Para aparelhos que não suportem cores, também haverá diferentes tons em escala de cinza:

fzi9anphkdx7qaj2y7j1

Essas misturas só serão válidas para os emojis que representem humanos, ou seja, nem adianta colocar um bloquinho de cor ao lado de algum objeto que o resultado final será somente as duas figuras mesmo. Também pode ser que elas valham para os desenhos que mostrem só partes do corpo, como mãos e dedos.

Uma dificuldade enfrentada é quanto aos casais: ao escolher uma etnia diferente, pela proposta feita, os dois membros ficariam da mesma, impedindo a criação de casais interraciais. A solução é quebrar a unidade, isto é, montar o emoji parte por parte.

A ideia ainda é um rascunho, mas tem boas chances de ser adotada de verdade: além dos pedidos feitos por usuários e pela própria indústria, o engenheiro do Google que participou de sua escrita é um dos presidentes do Unicode, que é responsável pelos emojis. Se for de fato aceita, a proposta deve entrar na próxima grande atualização dos emojis, marcada para a metade de 2015.

Com informações: The Verge

Mais sobre: