Já não é mais novidade: a Microsoft comprou a divisão de dispositivos móveis da Nokia e, posteriormente, deu início a um processo de “abandono” da marca – o Lumia 535 é o exemplo mais recente desta empreitada. Mas uma dúvida ficou no ar: será que a parte não adquirida da Nokia pode fazer este nome aparecer novamente em smartphones?

A dúvida é pertinente porque, no acordo com a Microsoft, a “parte da Nokia que continua sendo Nokia” pode ostentar a marca em dispositivos móveis a partir de 2016.

Mas, durante a edição 2014 do evento Nokia Capital Markets Day, realizada nesta sexta-feira (14), o CEO da Nokia Rajeev Suri deu a entender que o retorno ao mercado de celulares é possível, mas não da forma como os fãs da companhia esperam.

Nas palavras do executivo, a companhia está focada, essencialmente, em duas frentes. Uma é o desenvolvimento de softwares e tecnologias para uso industrial ou corporativo. A outra é, como plano futuro, o licenciamento da marca Nokia para outras empresas.

Nokia - marcaÉ uma estratégia semelhante à adotada por empresas como Coca-Cola e Porsche. Cientes da força de suas marcas, estas companhias as licenciam para uso em produtos diversos, como tênis, isqueiros e brinquedos.

No caso da Nokia, a ideia é licenciar a marca para uso em produtos eletrônicos. É neste ponto que o nome pode voltar ao segmento de celulares: uma empresa qualquer desenvolveria e produziria estes dispositivos e, mediante um acordo, colocaria a denominação Nokia neles.

Suri ressaltou, no entanto, que esta é uma estratégia para o longo prazo. Não há qualquer acordo fechado ou em negociação para a exploração da marca por terceiros. Se a ideia for levada adiante, é possível que a companhia não o faça antes de elaborar um conjunto de condições (critérios de qualidade, por exemplo) para evitar que a marca Nokia acabe desgastada.

Por ora, a única certeza que se tem é que, a não ser por força de uma reviravolta, a Nokia não pretende mesmo retornar, por si só, ao mercado de dispositivos móveis.

Com informações: Reuters, ZDNet

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fabrício De Araújo Fernandes
enquanto a qualidade Nokia de verdade, ficou na M$
Carol
a maior burrice da nokia foi ter investido no windows phone, se eles tivessem abraçado o android com os aparelhos indestrutiveis deles, com certeza seriam campeoes, conheço gente que teve o telefone nokia lavado junto com as roupas e o aparelho funciona até hoje, ou seja, se o aparelho sobreviveu a uma maquina de lavar roupa, sobrevive a qualquer coisa, agora podem licenciar para uma alcatel da vida que faz uns telefones fraquinhos e dai a marca acaba de vez
Tiago Celestino
Culpa da própria empresa que não conseguiu se modernizar a frente das novas soluções. Isso aconteceu com a Blackberry também, que acho que por ser muito boa no mercado corporativo, ia conseguir sobreviver.
valmir
Mas eu acho q o que quebrou um pouco a nokia eh por ser windows se fosse android ia vender muito mais ...hoje tenho um galaxy mas se tivesse um nokia android eu ia pra nokia denovo tive um lumia mas eh uma negaçao esse windows os apps nao se compara ao android tem bem menos... a maioria eh pago sem contar q a grande parte nao eh em portugues ...afff
valmir
Kkk essa foi fod# hein emanuel kkkk to rindo pra caraca aqui kkk ...agora logo logo vou construir minha casa e esperar pra lincenciarem o cimento nokia aì to tranquilo kkkk
Porto Velho

Faz sentido. Pra ela própria voltar a produzir smartphones, teria que refazer toda a sua linha de produção e abrir fábricas pra tudo quando é lado de novo, já que toda a infraestrutura antiga foi vendida pra Microsoft. Isso demandaria uma quantidade colossal de dinheiro que talvez o que a Microsoft pagou não seria suficiente. O melhor é licenciar sua marca pra fabricantes que já tenham todo o equipamento pronto.

Emanuel Schott
Faz sentido. Pra ela própria voltar a produzir smartphones, teria que refazer toda a sua linha de produção e abrir fábricas pra tudo quando é lado de novo, já que toda a infraestrutura antiga foi vendida pra Microsoft. Isso demandaria uma quantidade colossal de dinheiro que talvez o que a Microsoft pagou não seria suficiente. O melhor é licenciar sua marca pra fabricantes que já tenham todo o equipamento pronto.
@Sckillfer

Bem que eles poderiam ter vendido só a marca Lumia. MixRadio estaria a salvo e quem tem algum Asha platform ou X não estaria fadado a enfrentar os bugs até trocarem de aparelho, já que as atualizações foram deixadas de lado.

F. S.
Bem que eles poderiam ter vendido só a marca Lumia. MixRadio estaria a salvo e quem tem algum Asha platform ou X não estaria fadado a enfrentar os bugs até trocarem de aparelho, já que as atualizações foram deixadas de lado.
Eliézer José Lonczynski
Este é um mercado que está muito cheio de players. As decisões são acertadas.
tuneman

Já imagino a possibilidade do Google lançar um smartphone chamado "Nokia Ara"....

Rafael Machado de Souza
Já imagino a possibilidade do Google lançar um smartphone chamado "Nokia Ara"....
Arlys Souza
Já pensou um Nokia da Samsung?? DEUS ME LIVRE!!!
Alisson Santos

Eu pensei que a Microsoft tinha comprado a Nokia inteira. Para o consumidor final o mais importante é o nome e não o que está por trás dele. Se a partir de 2016 começar a surgir celulares Nokia, as pessoas vão achar que são os mesmos Nokias que hoje se chamam Microsoft.

Alisson Silva
Eu pensei que a Microsoft tinha comprado a Nokia inteira. Para o consumidor final o mais importante é o nome e não o que está por trás dele. Se a partir de 2016 começar a surgir celulares Nokia, as pessoas vão achar que são os mesmos Nokias que hoje se chamam Microsoft.
Exibir mais comentários