Sejamos francos: quando possível, quase todo mundo acessa o Facebook no trabalho. Até o seu chefe, provavelmente. Mas, e se os acessos durante o período laboral pudessem ser úteis em suas atividades ou, pelo menos, causar poucas distrações? É o que um suposto projeto de nome Facebook at Work pretende proporcionar.

Segundo o Financial Times, o Facebook vem trabalhando na ideia há mais de um ano. Se a iniciativa sair do papel, os usuários poderão ter um perfil profissional dentro do serviço, mas atrelado à conta original.

A mecânica desta modalidade estaria sendo desenvolvida para diferir pouco do sistema atual. O usuário visualizaria o Feed de Notícias e teria acesso ao chat, por exemplo, mas apenas informações de colegas de trabalho e contatos profissionais seriam exibidas.

O conteúdo postado por estas pessoas não precisaria, necessariamente, estar relacionado ao trabalho, mas é de se esperar que os usuários publiquem material relevante – uma das propostas do Facebook at Work é potencializar o networking.

Facebook at Work

Neste sentido, os perfis também seriam adaptados para exibir, prioritariamente, informações de utilidade corporativa, como formação acadêmica, telefone e cargo. Aquelas fotos da reunião de família no final de semana, portanto, ficariam delegadas ao perfil “normal”.

Segundo as fontes ouvidas pelo Financial Times, outra funcionalidade prevista é um sistema para compartilhamento de documentos que remete a serviços como Google Drive e Dropbox, embora não tenha ficado claro se haverá espaço para armazenamento de arquivos ou ferramentas para trabalho colaborativo.

As informações acerca do Facebook at Work ainda são pouco precisas. A própria companhia se recusa a comentar o assunto. Pode até ser que este seja um daqueles projetos que, após uma série de considerações, acaba engavetado.

Fato é que faz sentido o Facebook apostar em algo assim: a empresa conseguiria reter usuários por mais tempo, poderia encontrar uma nova fonte de receita e, com a evolução do serviço, teria até meios de fazer frente ao LinkedIn.

O Facebook at Work está sendo testado com um pequeno grupo de empresas e usuários, de acordo com o Financial Times. Mas seguimos sem nenhuma previsão ou mesmo confirmação de lançamento.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ivan de Oliveira

Tenho uma rede social baseada em grupos onde você também pode vender seus itens lá e fazer muitos contatos. totalmente grátis. dotemart.com/groups/all

Luis Ricardo Oliveira
Convenhamos: a FERRAMENTA Facebook é muito mais eficiente, versátil e simplificada do que o Linked In. Se a mecânica se manter similar, mas com algo voltado totalmente ao ambiente corporativo, será um forte concorrente! Ainda mais se levar em conta que o Linked In ainda é pouco explorado pelos brasileiros. Acredito que não demoraria muito até várias pessoas começarem a utilizar e usuários que já utilizam o Linked In, migrarem para a nova ferramenta.
Shariban
Acho justo do ponto de vista, caso seja possível gerar receita com isso, mas acho um elefante branco. Eventualmente muitos usuários passaram a usar de forma informal. =/
Tiago Celestino
Acredito que não. No caso do Facebook, quer ser mais de meio de comunicação, do que uma rede social de curriculos.
Tiago Celestino
Pronto!!! Agora o povo já vai ter desculpa para ficar utilizando o Facebook inclusive no trabalho. hahahaha
João Grillo 

Por enquanto facebook não chega aos pés do Linkedin nessa específica categoria. Precisa de comer muito feijão com arroz para pegar essa idéia de "at work".

João Grillo
Por enquanto facebook não chega aos pés do Linkedin nessa específica categoria. Precisa de comer muito feijão com arroz para pegar essa idéia de "at work".
Waldecir Faria
Facebook partindo para cima do LinkedIn?:o