Início » Internet » Twitter volta a permitir links em mensagens diretas

Twitter volta a permitir links em mensagens diretas

Por
5 anos atrás

Se você tentou enviar um link via mensagem direta (DM) para alguém no Twitter nestes últimos meses, certamente não foi bem sucedido. O serviço vem bloqueando este tipo de conteúdo para, muito provavelmente, combater o spam. Ou melhor, vinha: recentemente, as DMs voltaram a suportar URLs.

O bloqueio foi implementado há pelo menos um ano e, obviamente, gerou inúmeras reclamações. Mas, apesar de radical, é uma decisão compreensível: é melhor ter uma função deficiente do que facilitar a propagação de mensagens com conteúdo malicioso.

Mas esta é uma linha de pensamento “interna”, por assim dizer. O Twitter nunca admitiu abertamente o bloqueio de links das DMs como uma medida de segurança. Pelo menos no início, a companhia atribuiu a limitação a dificuldades técnicas.

DM - Tecnoblog

Não é de se estranhar, portanto, que o Twitter não tenha comentado o assunto em seu blog, pelo menos até agora. A liberação dos links foi “descoberta” em uma recente atualização da página de ajuda que trata de mensagens diretas.

O restabelecimento da funcionalidade se deve a um upgrade estrutural que, entre outros aspectos, permite ao Twitter identificar links de pishing scam e semelhantes, o que significa que a empresa poderá barrar qualquer mensagem que considerar suspeita. O usuário poderá ainda ter o envio de mensagens diretas temporariamente bloqueado.

Além disso, cada perfil só poderá lidar com até 250 DMs por dia, entre enviadas e recebidas. Isso não deve afetar o usuário comum, mas pode prejudicar empresas que atendem clientes pelo Twitter.

Assim como nos tweets, links em DMs são encurtados automaticamente pelo Twitter para que sobre mais caracteres para as mensagens.

Com informações: The Next Web