Uma das próximas novidades da Netflix poderá ter como alvo usuários que acessam o serviço via dispositivos móveis, especialmente smartphones. Há várias razões para isso. A constatação de que os acessos deste público diferem da utilização feita a partir de TVs ou computadores é a principal delas.

Na mais recente edição do evento Gigaom Roadmap, o diretor de design da Netflix Dantley Davis revelou que a empresa vem fazendo experiências com conteúdo específico para consumo via dispositivos móveis.

De início, é de se presumir que estes vídeos estejam sendo otimizados para utilizar a menor largura de banda possível, mas não é isso – de certa forma, os apps atuais da Netflix já fazem este trabalho.

netflix_main_lobby

O que a companhia tem feito, na verdade, é criar ou adaptar produções para que estas tenham até cinco minutos de duração. Parece não haver sentido nesta abordagem, mas, segundo Davis, a Netflix descobriu que boa parte dos usuários não gasta mais do que 10 minutos seguidos assistindo a vídeos no smartphone.

Há mais de uma explicação para este comportamento: o usuário se cansa de olhar para uma tela compacta por muito tempo, o acesso pode estar sendo feito enquanto a pessoa aguarda alguma coisa (atendimento em um consultório médico, por exemplo) e interrupções – segundo a própria Netflix, um usuário médio consulta o celular cerca de 150 vezes por dia.

Será que a ideia pega? É possível: a maior parte dos vídeos do YouTube são curtos, nem por isso este fator influencia negativamente nas visualizações. De qualquer forma, a Netflix precisa descobrir se há potencial de aceitação em relação a vídeos profissionais de curta duração, daí os testes.

Há outra novidade, esta com chances bem maiores de sair do papel: a companhia também está estudando formas de deixar a interface do serviço mais adequada a dispositivos móveis. É um trabalho que exige bastante dedicação – se bem feita, a nova interface, por si só, poderá ser capaz de “segurar” usuários de smartphones por mais tempo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luis Henrique Torres
Ninguém gosta, mas é uma boa opção no trajeto de ida e volta do trabalho.
oto Rezende
Eu ja me a costumei a usar a Netflix meu smartphone ate adiquiri um suporte para ficsalo nos moveis.
Josiel Hen
Não consigo ter problema com telas pequenas, prefiro ver videos no meu celular do que no meu notebruik
Gabriela Faria Alves
Ai gente mentira!!! Assim o vício fica cada vez maior! Como lidar?!? O problema maior vai ser com essa conexão 3G horrorenta que essas operadoras oferecerem...cada vez pior! :(
X-Tudãoᴳᴼᵀ

As telas dos Smartfones são muito pequenas para assistir series de 1 hora ou mais, e tbm tem o fato de que os planos de dados moveis aqui no Brasil em em outros países emergentes são caros e muito limitados.

Super Genesis
As telas dos Smartfones são muito pequenas para assistir series de 1 hora ou mais, e tbm tem o fato de que os planos de dados moveis aqui no Brasil em em outros países emergentes são caros e muito limitados.
Christian Hartung
Falando bem serio, acho que até hoje eu assisti só um episódio de um seriado, que tinha cerca de 20min, usando o celular. Foi em um daqueles momentos de desespero, uma reunião de família, que os insistem em contar histórias de quando eu era criança. Coloquei o fone ? e assisti a um episódio. Confesso que foi minha salvação na hora.
Leonardo Caldas
Convenhamos que telas de smartphones provavelmente não sejam as que ofereçam a experiência mais confortável pra quem queira assistir a filmes e/ou episódios inteiros de séries com cerca de 40 min cada, né.
Christian Hartung
Só espero que com "deixar a interface do serviço mais adequada para dispositivos móveis" eles não estejam pensando em fazer a mesma cagada que fizeram no xbox: Criar uma interface única e genérica que será usada para todos os dispositivos. Senão, se escolherem uma interface "padrão iPhone", essa mesma interface vai parar no Windows Phone e Android. Não estou falando que a interface será ruim. Só não será "nativa" ao sistema.
marcos_5000
Ótima notícia. Eu sou um desses que não consegue assistir vídeos/filmes grandes na tela do smartphone. Cansa e irrita. :S