O Google lançou, nesta quinta-feira (20), um serviço que promete ajudar editores na obtenção de receita com seus sites: o Contributor. A ideia consiste em fazer com que os visitantes mais assíduos destas páginas tenham a opção de contribuir com pequenos valores mensais.

Em troca, o assinante deixará de visualizar peças publicitárias que aparecem no site (desde que estas façam parte da rede de anúncios do Google, é claro). No lugar, surgirão discretas mensagens de agradecimento. Em alguns casos, especialmente em acessos via dispositivos móveis, os espaços para anúncios sumirão completamente.

A não exibição de anúncios é possível apenas nos sites que recebem contribuições. O valor do pagamento do usuário será dividido entre os endereços participantes que ele acessar. Nos demais, as peças aparecem normalmente.

Google Contributor

Os valores são mesmo modestos. A princípio, o Google Contributor permite contribuições de US$ 1, US$ 2 ou US$ 3 por mês. Os débitos são feitos a partir das opções de pagamento que o usuário tem em sua conta no Google.

A ideia é interessante por ser quase um “meio-termo” entre a sustentação de um site com anúncios e o modelo de paywall (pague para acessar). Contribuindo ou não, o conteúdo aparecerá para o usuário. A exibição de publicidade é que é negociável.

Mas será que a proposta vinga? É o que o Google está tentando descobrir: por enquanto, o Contributor está limitado a um pequeno número de sites nos Estados Unidos. Entre eles estão imgur, Mashable e wikiHow. Usuários interessados devem se cadastrar nesta página e aguardar convite.

Vale destacar que o Google não está sozinho em sua tentativa de ajudar (ou seja lá quais forem as suas reais intenções) editores. Serviços como Flattr e Patreon possuem finalidades parecidas, embora tenham modos distintos de funcionamento.

Atualizado às 20:10

Com informações: GigaOM

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ismael Guimarães AJ
O que está errado em tudo isso é continuar a aparecer o espaço da publicidade. A ideia excelente seria se aquela, ao pagar, o efeito fosse semelhante ao adblock. Eu gosto do adblock porque remove a porcaria mas a abertura do site fica mais lenta com o adblock, logo torna-se pouco desejável o seu uso. Atualmente meu adblock está desativado. Outra coisa, a publicidade nem sempre é lixo. Eu coloquei publicidade em meus blogs apesar de não obter quase rendimento nenhum com essa publicidade, aliás, ainda não recebi nada. Porém tem gente que consegue um rendimento considerável com publicidade. Se não exagerar em publicidade, ou melhor, se só colocar publicidade em zonas normais, as pessoas vão habituar-se à publicidade e até agradecerão por ela.
Breno
Publicidade é um saco, o ponto aqui é ter bom senso e saber usar as publicidades moderadamente. Ultimamente a gente tem visto muitos jogos grátis pra celular. Só que o pessoal tá abusando, tem jogo que aparece tanta publicidade que eu simplesmente deixo de jogar aquele jogo. E aposto que tem uns tantos que também param de jogar.
Edmilson_Junior
Acho a ideia válida, se outras redes entrarem na ideia acho que é lucro para todos pois removem as propagandas de quem não gosta de o adblock pode continuar ativo sem prejudicar o site.
Kazz
Acho a ideia extremamente interessante. Atualmente vemos uma "briga" entre donos de sites e usuários. Os usuários odeiam publicidade e muitas vezes utilizam de artifícios para bloqueio de Ads, já os produtores de conteúdo precisam destes anúncios para se manterem vivos e continuar publicando conteúdo de qualidade. É um assunto complexo em que os dois lados tem razão (publicidade é um saco, mas ao mesmo tempo é necessária), e é interessante ver o Google com uma iniciativa que tenta achar um "meio termo" que agrade ambos.