Início » Celular » Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional

Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional

Por
5 anos atrás

Smartphones com teclado físico ainda fazem sentido? A BlackBerry aposta que sim: nesta quarta-feira (17), a companhia anunciou oficialmente o BlackBerry Classic, aparelho que tenta aliar esta característica com recursos mais atuais.

O modelo é o primeiro lançamento desde o BlackBerry Passport, mas está longe de ser tão ousado no design quanto este. Tal como os rumores que antecederam seu anúncio apontavam, a novidade resgata, até certo ponto, a fórmula que fez a BlackBerry ser mundialmente conhecida – o “Classic” no nome não é mera casualidade.

BlackBerry Classic

A tela, quadrada, possui 3,5 polegadas e resolução de 720×720 pixels (294 ppi). A fabricante não cometeu o erro de não incluir sensibilidade a toques, a despeito da existência do teclado “qwerty” e dos botões auxiliares.

Internamente, há um processador dual-core Snapdragon S4 (MSM8960) de 1,5 GHz acompanhado de 2 GB de RAM. Também há 16 GB para armazenamento interno de dados, suporte a microSD de até 128 GB, câmera frontal de 2 megapixels e câmera traseira de 8 megapixels capaz de gravar vídeos com 1080p.

A bateria, de 2.515 mAh, tem 22 horas de uso “misto”, segundo a empresa. A princípio, a autonomia está dentro dos padrões de hoje, assim como o pacote de conectividade, composto por USB 2.0, Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.0, NFC, 3G e 4G.

BlackBerry Classic

No BlackBerry Passport, o usuário pode fazer rolagem de tela arrastando o dedo sobre o teclado, mas este recurso, infelizmente, não está presente no Classic. Em compensação, o botão central que faz as vezes de um trackpad voltou.

Orquestrando tudo está o BlackBerry OS 10.3.1, que inclui o BlackBerry Assistant (assistente de voz similar ao Siri ou ao Google Now) e o catálogo da Amazon App Store, que oferece mais de 240 mil aplicativos.

Tecnicamente, o BlackBerry Classic não é mais do que um “retorno às origens”. Este ponto não diz respeito só ao desenho icônico do aparelho, mas também ao público-alvo: assim como o Passport, o novo modelo é focado no segmento corporativo, sob a forma de uma opção um pouco mais em conta, porém.

Haverá boa aceitação? Veremos. O preço não é muito convidativo, considerando o hardware do smartphone, mas pode sofrer baixas nos próximos meses: nos Estados Unidos, o BlackBerry Classic está em pré-venda por US$ 449. Ainda não há informação sobre lançamento no Brasil.