Início » Antivírus e Segurança » Primeiro-ministro do Reino Unido quer proibir mensageiros criptografados

Primeiro-ministro do Reino Unido quer proibir mensageiros criptografados

Avatar Por

David Cameron

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse que, se for reeleito, dará mais poder de vigilância na internet para a polícia. Para Cameron, o intensivo vigilante pode chegar ao ponto de bloquear aplicativos que não permitam que o governo leia as mensagens de seus usuários.

"Queremos ter métodos de comunicação entre pessoas que não podemos ler em nosso país?" A pergunta retórica de Cameron quer dizer que se um mensageiro, como o WhatsApp, não oferecer ferramentas para o governo britânico ler certas mensagens, estará correndo o risco de ser bloqueado no país.

A declaração de David Cameron traz muita preocupação para os defensores da privacidade na rede. Em 2013, as revelações de Edward Snowden sobre os esquemas de espionagem da NSA reforçaram a importância da segurança e privacidade das nossas mensagens através da criptografia. Agora, o Reino Unido pretende fazer exatamente o contrário: se as conversas são criptografadas, as empresas devem gerar chaves para o governo decifrá-las.

Lideranças europeias estão se apoiando nos ataques ao jornal Charlie Hebdo para justificar um endurecimento da vigilância dos cidadãos. Até o momento já existe uma declaração conjunta de ministros da justiça e do interior de países da Europa em que prometem maior colaboração entre os países, polícias e provedores de internet para denunciar materiais de extremistas.

Com informações: The Independent

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Amelotti Portela
Daí, vão lembrar de métodos primários de intercepção destas mensagens, como o arco e flecha...
Leonardo Stringary
Ou as pessoas podem fazer na forma mais antiga e eficaz,se encontrar e conversar pessoalmente,imagina que louco???? :)
Guilherme C.
Tem lugares que adoram atentados terroristas por isso, pra servir de desculpa pra violar direitos em nome "de algo maior" (que poderia ser feito de outra forma sem violar direitos, claro)
Edmilson_Junior
Coruja*
Panino, o Moço
Daqui a pouco vão fazer aquele país do V de Vingança, simplesmente o maluco quer acabar com a comunicação privada. Vão começara a abrir correspondência nesse ritmo.E novamente, nada de novo no front, nenhum progresso em direção a acabar com os conflitos. Só sabem jogar bomba.
Toga
Daqui a pouco vão fazer aquele país do V de Vingança, simplesmente o maluco quer acabar com a comunicação privada. Vão começara a abrir correspondência nesse ritmo.

E novamente, nada de novo no front, nenhum progresso em direção a acabar com os conflitos. Só sabem jogar bomba.
thiagones80
Politicos em geral tem um fetiche com a palavra "proibir". Isso gera um comichão louco neles..... impressionante. Proibir a ferramenta que pode ajudar a população ter segurança em sua privacidade financeira, sexual, etc é no mínimo questionável.

Mas sobre a privacidade em si, sem falar da ferramenta, de fatoé uma linha tênue. Quantos ataques terroristas realmente foram evitados? Por outro lado quanta informação não terrorista foi utilizada para o bem do governo (seja qual for o motivo)..... ??

Sobre isso, dá pra formar opinião 100% firme sobre o assunto... é polêmico.
Alisson Santos
Em um futuro não muito distante alguém vai desenterrar métodos primários de comunicação para substituir a internet para ter um pouco de privacidade. Vou procurar treinar um pombo para entregar cartas.
Alisson Silva
Em um futuro não muito distante alguém vai desenterrar métodos primários de comunicação para substituir a internet para ter um pouco de privacidade. Vou procurar treinar um pombo para entregar cartas.