Início » Computador » Raspberry Pi 2 tem processador mais veloz, dobro de memória RAM e roda Windows 10

Raspberry Pi 2 tem processador mais veloz, dobro de memória RAM e roda Windows 10

PC de baixo custo é perfeito para ensinar código e robótica

Avatar Por

O computador de baixo custo Raspberry Pi chega à segunda geração, quase quatro anos após seu lançamento, com interessantes avanços para os hackers e makers – aquela galera que usa o componente para montar robôs ou outros equipamentos. A fundação por trás do projeto anunciou hoje que a versão seguinte está pronta, é muito mais veloz, mas custa os mesmos 35 dólares de outrora. Ah, vai rodar Windows 10.

Raspberry Pi 2: seis vezes mais veloz, segundo criadores

Raspberry Pi 2: seis vezes mais veloz, segundo criadores

O Raspberry Pi 2 tem processador quad-core ARM Cortex A7 rodando a 900 MHz (o anterior tinha frequência de 700 MHz) e 1 GB de memória RAM (antes eram 512 MB). Os criadores do projeto garantem que o desempenho é seis vezes maior em termos de processamentos de dados, isso numa conta considerada “conservadora“ por eles próprios. A ideia é que os hackers de plantão consigam, com facilidade, fazer overclock na máquina.

Assim como no Raspberry Pi B+, modelo mais recente da geração passada, a versão dois inclui 4 portas USB. O armazenamento é por meio de MicroSD – nada de HD ou SSD. E é isso! Processador, memória RAM, slot MicroSD, tudo numa placa lógica diminuta e leve.

Mal apareceu a notícia do Pi 2 e a Microsoft veio a público informar que o PC de baixo custo vai rodar Windows 10 nativamente – e de graça! Segundo o Verge, até era possível instalar o Windows na geração anterior, mas só com muitos hacks ou por uma versão antiga do SO. A gente ainda não sabe qual versão do Windows 10 será disponibilizada para os donos de Pi 2. Está confirmado que a Microsoft vai abraçar a comunidade maker por meio do programa de desenvolvimento do Windows para IoT (Internet das Coisas). Novidades sobre o tema serão anunciadas nos próximos meses. Enquanto isso, distros Linux estão à disposição dos usuários.

O computador de baixo custo é importantíssimo para o setor de tecnologia não por ser mais uma opção aos desktops e notebooks, mas sim para a realização de experimentos e o aprendizado. O Raspberry Pi é perfeito para quem está começando agora no mundo do código, um conhecimento que tende a ganhar mais importância nos próximos anos. Ao custo de 35 dólares, uma escola pode comprar o equipamento e montar um laboratório de programação para os estudantes.

Da mesma forma, os makers podem usar o PC de baixo no processo de montagem de robôs, como plataforma para enviar os comandos aos braços, motores e demais partes que compõem uma peça dessas. A robótica educacional tem tudo para ser uma revolução silenciosa inclusive no Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Uillian Rodrigues
Agora sim 5° geração rodará lisa e finalmente CPS3 vai rolar #agoraeuanimei
Keaton
Nossa... eu quero um desses para brincar, um para usar e um para deixar de trofeu.

Falando sério agora, quero uns 5 desses para fazer servidor web, servidor de rede, servidor mysql, servidor de arquivos e pc super silencioso [claro, não seria top de velocidade, mas o silencio... xD]... o_o
João Silverado
Hoje com a internet, está mto fácil aprender. Eu comecei a estudar eletrônica sozinho no ano 2000 através de revistas compradas na banca.
Comece assim tbm, usando a internet. Conforme aprende o básico, arrume uma impressora velha, use os motores que encontrar lá (serão motores de passo), pegue algum de carrinho de brinquedo velho tbm e mãos a obra.
Filipe Machado
Justamente ;)
Douglas Teles
da pra fazer com modelo antigo também, mas com esse vai ficar muito melhor com certeza
Rafael Salgado Ribeiro
Sim, vem com o Scratch, mas, é aquilo que disse: ele é legal para ensinar programação e não para ensinar por meio da programação. Acredito que o grande desafio para a robótica educacional não seja ensinar a programar, mas, servir como um apoio para o trabalho do professor, de forma que ele consiga ensinar os conceitos formais do currículo utilizando uma placa/kit.
Nesse ponto, acho o Raspberry Pi mais amigável que o Arduino, mas, ainda não sinto que chegou num ponto que dê para você entregar na mão do professor e dizer: "tá aqui. Use isso para ensinar".


Vou aproveitar para relatar uma experiência: uma vez acompanhei um curso de Arduino para professores de uma rede pública. Foi meio... catastrófico hahaha. Se falou o tempo todo sobre como utilizar o Arduino, como programar, como usar o Scratch4Arduino e mais um monte de coisa, mas, pouco se falou sobre como ensinar um conceito de física, por exemplo, utilizando aquele material. Resultado: conversei com alguns professores depois e eles disseram que nunca usaram.
Não estou dizendo que o Arduino não serve para a educação (aliás, muito pelo contrário). Mas, ao mesmo tempo, não posso dizer que é fácil o suficiente para entregar para qualquer professor utilizar em uma sala de ensino fundamental, por exemplo.
shaolinmaru
Ué, se vc instalar o Raspbian (baixável no proprio site do RPi) ele já vem com o Scratch.

Muita vezes os perfis @Raspberry_Pi e @MissPhilbin (principalmente esta última) postam várias coisas voltadas para área de educação e/ou feitas pela molecada.
Tiago Celestino
Estou ficando surpreso com algumas atitudes da MS. Parece, que realmente o que sempre disse sobre a falta de "mente aberta" do Ballmer estava fazendo a empresa ir para o saco.
Filipe Machado
Tava já há um tempo querendo pegar um pra criar um console retro-gaming. Agora animei de vez! =)
Jairo ☠️
Excelente empreendimento.
jairo
Excelente empreendimento.
ViewtfulJoe
meu sonho um dia aprender robótica.... *-*
Leandro Ruel
meu sonho um dia aprender robótica.... *-*
Luiz
Não conhecia a PETE ainda. O trabalho de vocês parece ser ótimo, parabéns!
Luiz Ricardo Silveira
Não conhecia a PETE ainda. O trabalho de vocês parece ser ótimo, parabéns!
Rafael Salgado Ribeiro
O Scratch tem uma versão para Arduino, mas, é bastante primitivo até onde usei (por exemplo, não dava para usar sem estar plugado no pc via usb).
Nunca vi nada do tipo para Raspberry Pi, infelizmente =/


Os únicos kits que eu vi com essa proposta são o da LEGO e o da PETE (que, por sinal, é onde eu trabalho. Sorry pelo jabá, mas, é um comentário sincero rs).
Luiz
Perfeito. Quando eu ainda era pequeno, e cursava o fundamental, participei de um curso de robótica básica. O curso utilizava os sistemas de Lego(Acho que na versão Mindstorms, ou uma versão anterior a esta), e eu achava incrível como era fácil programar aquilo! O Win XP havia sido recém lançado, e através do software programávamos o robozinho para seguir uma faixa preta no chão apenas arrastando ícones. E claro, nós recebíamos as peças de Lego e éramos estimulados a montar o robô da forma que achássemos melhor. Sensacional! Logicamente, com o tempo fomos aprendendo a "programar de verdade".Alguém sabe se existe algum "kit" para arduino e/ou raspberry pi voltado para divulgação/educação, com uma interface assim simples?
Luiz Ricardo Silveira
Perfeito. Quando eu ainda era pequeno, e cursava o fundamental, participei de um curso de robótica básica. O curso utilizava os sistemas de Lego(Acho que na versão Mindstorms, ou uma versão anterior a esta), e eu achava incrível como era fácil programar aquilo! O Win XP havia sido recém lançado, e através do software programávamos o robozinho para seguir uma faixa preta no chão apenas arrastando ícones. E claro, nós recebíamos as peças de Lego e éramos estimulados a montar o robô da forma que achássemos melhor. Sensacional! Logicamente, com o tempo fomos aprendendo a "programar de verdade".
Alguém sabe se existe algum "kit" para arduino e/ou raspberry pi voltado para divulgação/educação, com uma interface assim simples?
Rafael Salgado Ribeiro
"A robótica educacional tem tudo para ser uma revolução silenciosa inclusive no Brasil." - Eu só tiraria a parte do silenciosa :D
Robótica educacional já é uma realidade em muitas escolas e isso é bom. O que falta no raspberry pi para ele ser matador na sala de aula é uma linguagem de programação simples. Ele é excelente para se ensinar programação, mas, deixa a desejar quando se quer ensinar POR MEIO DA programação. Como professor, maker e profissional da área de robótica educacional, eu queria ver mais aplicações simples que possibilitassem o ensino de conteúdo curricular utilizando a robótica e menos ensino de robótica pura na sala de aula =D