Início » Celular » Samsung está pronta para produzir em massa chip Exynos de 14 nm (e o que isso significa)

Samsung está pronta para produzir em massa chip Exynos de 14 nm (e o que isso significa)

Paulo Higa Por

A Samsung anunciou nesta segunda-feira (16) que começou a produzir em massa seu primeiro chip com processo de fabricação FinFET de 14 nanômetros, o Exynos 7 Octa (7420). O novo processador octa-core terá quatro núcleos Cortex-A57 de 2,1 GHz e outros quatro Cortex-A53 de 1,5 GHz. Ele suporta instruções de 64 bits e deve estrear no próximo smartphone topo de linha da Samsung, provavelmente o Galaxy S6.

samsung-14-exynos

A evolução para 14 nm significa que os chips podem ter mais transistores ocupando o mesmo espaço — o que normalmente eleva o desempenho — ou usar menos energia e reduzir a geração de calor. No caso do Exynos 7 Octa, a Samsung promete um aumento de até 20% de desempenho e redução de 35% no consumo de energia em relação à geração anterior, de 20 nm. Nossas baterias agradecem.

Mas 14 nm é tão pequeno que fica difícil produzir chips nessa litografia usando o método antigo, portanto, a Samsung adotou o FinFET, uma estrutura tridimensional semelhante ao Tri-Gate, da Intel. A nova técnica, que está sendo estudada pela Samsung desde o início dos anos 2000, reduz a fuga de corrente e permite que os minúsculos transistores fiquem ainda mais próximos.

finfet-samsung

Ou seja, é uma bela evolução tecnológica, que os principais concorrentes da Samsung nesse mercado ainda não conseguiram alcançar — a TSMC, que fabrica processadores para uma série de empresas, como Qualcomm e MediaTek, só deve iniciar a produção em massa em FinFET de 16 nm na segunda metade do ano. Se os rumores estiverem certos, a Samsung deve reduzir o uso de chips da Qualcomm em seus smartphones e passar a priorizar os próprios processadores, então também estamos falando de uma vantagem competitiva.

E, por fim, parece que a Intel, que sempre esteve anos à frente das concorrentes nos processos de fabricação, não tem mais uma vantagem tão grande assim — pelo menos por enquanto.

O processo de fabricação de FinFET em 14 nm da Samsung chega primeiro ao Exynos 7 Octa e, segundo a sul-coreana, será expandido a outros chips durante o ano. Saberemos mais sobre o desempenho na prática do novo chip da Samsung durante a Mobile World Congress, que acontece em Barcelona durante a primeira semana de março.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wendel Schelhan
Mas a grande questão aqui é que, na grande maioria dos casos, essa dificuldade em desenvolver custom ROMs que tenham uma duração de bateria, câmera e recepção de sinal de qualidade muitas vezes é causada pela negligência da Samsung com relação a liberar os drivers de seu hardware para os desenvolvedores.
Lídison Santos
Realmente. A Intel parece meio tímida nessa brincadeira toda, mas em fim, é melhor se mexer pouco do que ficar parada. Eu tinha um Ri também. Muito bom. a intel se superou naquele processador, faltava só ter uma GPU melhor à altura do processador. O bom se a AMD entrasse também, mas parece que tem um rolo lá com a Qcomm que impede a sua entrada, foi isso que um garoto daqui falou pra mim.
David
Entendo e concordo com isso, mas pra mim ainda tem o fator design que prefiro de longe o AOSP, algo que só Cyanogenmod, linha Nexus e os Motorola passam perto. Ainda mais agora com o Lollipop. *-*
David Rabelo
Entendo e concordo com isso, mas pra mim ainda tem o fator design que prefiro de longe o AOSP, algo que só Cyanogenmod, linha Nexus e os Motorola passam perto. Ainda mais agora com o Lollipop. *-*
eumermo
eu memso não considero uma vantagem usar cyanogenmod. já usei por muito tempo, mas no caso dos samsung, meso os com snapdragon, as perdas são maiores que os ganhos. gertenciamento d enrigia, câmera e sinal de rede são bem superiores na rom da samsung OU BASEADAS. É esse o ponto que ue queria chegar. existem roms baseadas na stock da samsung que os devs tiram as coisas inúteis e adicionam mais personalização . vá no tópico do note 4 brasileiro no xda por exemplo. ele nem vende nos EUA, mas os devs deram um jeito de importar pra desenvolver pra ele..
Minatonami
eu memso não considero uma vantagem usar cyanogenmod. já usei por muito
tempo, mas no caso dos samsung, meso os com snapdragon, as perdas são
maiores que os ganhos. gertenciamento d enrigia, câmera e sinal de rede
são bem superiores na rom da samsung OU BASEADAS. É esse o ponto que ue
queria chegar. existem roms baseadas na stock da samsung que os devs
tiram as coisas inúteis e adicionam mais personalização . vá no tópico
do note 4 brasileiro no xda por exemplo. ele nem vende nos EUA, mas os
devs deram um jeito de importar pra desenvolver pra ele..
eumermo
eu memso não considero uma vantagem usar cyanogenmod. já usei por muito tempo, mas no caso dos samsung, meso os com snapdragon, as perdas são maiores que os ganhos. gertenciamento d enrigia, câmera e sinal de rede são bem superiores na rom da samsung OU BASEADAS. É esse o ponto que ue queria chegar. existem roms baseadas na stock da samsung que os devs tiram as coisas inúteis e adicionam mais personalização . vá no tópico do note 4 brasileiro no xda por exemplo. ele nem vende nos EUA, mas os devs deram um jeito de importar pra desenvolver pra ele
Minatonami
eu memso não considero uma vantagem usar cyanogenmod. já usei por muito tempo, mas no caso dos samsung, meso os com snapdragon, as perdas são maiores que os ganhos. gertenciamento d enrigia, câmera e sinal de rede são bem superiores na rom da samsung OU BASEADAS. É esse o ponto que ue queria chegar. existem roms baseadas na stock da samsung que os devs tiram as coisas inúteis e adicionam mais personalização . vá no tópico do note 4 brasileiro no xda por exemplo. ele nem vende nos EUA, mas os devs deram um jeito de importar pra desenvolver pra ele
Thiago Amelotti Portela
SoC: 20% mais rápido e 35% mais econômico
Só que...
Tela: 10% maior e 25% mais definida (pixels)
Interface: 50% mais tranqueiras
Aplicativos: 50% mais exigentes
E continuamos com telefones que não aguentam um dia longe da tomada...
luciano K
Off topic, mas meu galaxy s5 ( desvinculado de operadora) atualizou pro lollipop sozinho hoje.
Bruno Silveira
Na verdade, para mim, o termo CPU significa Qualcomm e/ou Intel
Jairo ☠️
E a obsolescência programada da Samsung é simplesmente atroz , não vale a pena.
jairo
E a obsolescência programada da Samsung é simplesmente atroz , não vale a pena.
David
Corro da Samsung só pelos Exynos. Há muito tempo atrás quando tinha meu S2 lembro do drama que era usar Cyanogenmod nele, hoje já nem me preocupo muito com o hardware, em geral todos dão conta do que se tem pra usar. Por isso ainda não vi tamanha vantagem para o usuário, no entanto para a competição entre as fabricantes pode ser um passo importante mesmo.
David Rabelo
Corro da Samsung só pelos Exynos. Há muito tempo atrás quando tinha meu S2 lembro do drama que era usar Cyanogenmod nele, hoje já nem me preocupo muito com o hardware, em geral todos dão conta do que se tem pra usar. Por isso ainda não vi tamanha vantagem para o usuário, no entanto para a competição entre as fabricantes pode ser um passo importante mesmo.
Wendel Schelhan
O problema disso aí é que a Samsung mata o Galaxy S6 quando quiser. Basta não liberar drivers do SoC para desenvolvimento. Com isso, nada de CyanogenMOD ou outras ROMs customizadas. Até existirão, mas dificilmente entrarão em "stable", assim como é com o Galaxy S2.
Bruno Martins Santana
E que a Intel Entre na Brincadeira ! Saudades Razr i
Gabriel Arruda
A única coisa que eu realmente achava relevante na fama dos Galaxys eram os processadores Exynos, mas depois eles foram ultrapassados pelos concorrentes. Vejamos se, agora, eles voltam a ter esse diferencial relevante que é um SoC acima da média.
Rodrigo_dm
Bacana! Viva a competição!
Rodrigo Brandão Ferreira
Bacana! Viva a competição!