Início » Celular » Samsung está pronta para produzir em massa chip Exynos de 14 nm (e o que isso significa)

Samsung está pronta para produzir em massa chip Exynos de 14 nm (e o que isso significa)

Paulo Higa Por
5 anos atrás

A Samsung anunciou nesta segunda-feira (16) que começou a produzir em massa seu primeiro chip com processo de fabricação FinFET de 14 nanômetros, o Exynos 7 Octa (7420). O novo processador octa-core terá quatro núcleos Cortex-A57 de 2,1 GHz e outros quatro Cortex-A53 de 1,5 GHz. Ele suporta instruções de 64 bits e deve estrear no próximo smartphone topo de linha da Samsung, provavelmente o Galaxy S6.

samsung-14-exynos

A evolução para 14 nm significa que os chips podem ter mais transistores ocupando o mesmo espaço — o que normalmente eleva o desempenho — ou usar menos energia e reduzir a geração de calor. No caso do Exynos 7 Octa, a Samsung promete um aumento de até 20% de desempenho e redução de 35% no consumo de energia em relação à geração anterior, de 20 nm. Nossas baterias agradecem.

Mas 14 nm é tão pequeno que fica difícil produzir chips nessa litografia usando o método antigo, portanto, a Samsung adotou o FinFET, uma estrutura tridimensional semelhante ao Tri-Gate, da Intel. A nova técnica, que está sendo estudada pela Samsung desde o início dos anos 2000, reduz a fuga de corrente e permite que os minúsculos transistores fiquem ainda mais próximos.

finfet-samsung

Ou seja, é uma bela evolução tecnológica, que os principais concorrentes da Samsung nesse mercado ainda não conseguiram alcançar — a TSMC, que fabrica processadores para uma série de empresas, como Qualcomm e MediaTek, só deve iniciar a produção em massa em FinFET de 16 nm na segunda metade do ano. Se os rumores estiverem certos, a Samsung deve reduzir o uso de chips da Qualcomm em seus smartphones e passar a priorizar os próprios processadores, então também estamos falando de uma vantagem competitiva.

E, por fim, parece que a Intel, que sempre esteve anos à frente das concorrentes nos processos de fabricação, não tem mais uma vantagem tão grande assim — pelo menos por enquanto.

O processo de fabricação de FinFET em 14 nm da Samsung chega primeiro ao Exynos 7 Octa e, segundo a sul-coreana, será expandido a outros chips durante o ano. Saberemos mais sobre o desempenho na prática do novo chip da Samsung durante a Mobile World Congress, que acontece em Barcelona durante a primeira semana de março.

Mais sobre: , ,