Início » Celular » Samsung apresenta Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge

Samsung apresenta Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge

Lucas Braga Por

A Samsung apresentou nesse domingo seus novos smartphones topo de linha em Barceona, na vespera da Mobile World Congress. O Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge são familiares: tratam-se exatamente dos mesmos modelos vazados anteriormente.

s6

Galaxy S6

Com um novo design e acabamento em vidro e metal, a Samsung finalmente se livra do plástico bastante conhecido nos seus últimos cinco smartphones topo de linha. Não dá pra negar: o acabamento parece muito bom e o telefone está bem bonito. A versão Edge ganha maior destaque, por conta das suas bordas arredondadas.

galaxy-s6-edge-comspecs

A especificação de ambas as versões são as mesmas. O que muda, de fato, é a borda arredondada que traz funcionalidades que podem ser personalizadas.

O novo design dos aparelhos traz um elemento para a linha Galaxy S que já era conhecido em smartphones de outras fabricantes: a bateria deixou de ser removível. Durante o evento, a Samsung afirmou que só fez essa mudança agora por ter a segurança de que seus usuários ficariam satisfeitos com a autonomia de bateria.

Portanto, a bateria é uma novidade no Galaxy S6: a Samsung diz que se trata do smartphone com a carga mais rápida do mundo. Com apenas 10 minutos plugado na tomada, o smartphone consegue autonomia para 4 horas de uso comum. O carregamento completo da bateria também é mais rápido: o S6 leva a metade do tempo que um iPhone 6 demora para uma carga de 0 a 100%.

Já que o smartphone não tem uma traseira removível, o Galaxy S6 e o S6 Edge não possuem slot para cartão de memória. No entanto, existirão versões de 32, GB, 64 GB e 128 GB do Galaxy S6.

Desempenho

A Samsung destaca um melhor trabalho com seu software. Um sistema mais leve e com foco no essencial toma o lugar do TouchWiz cheio de aplicativos pesados e dispensáveis. No entanto, se você espera uma interface pura do Google, pode ir tirando o cavalinho da chuva: todo o design foi feito pela Samsung, algo de praxe da fabricante para estabelecer a identidade da marca no Android.

As melhorias de software também devem casar com o novo hardware do Galaxy S6. As mudanças são profundas, e começam com um processador 64 bits de 14 nm com 8 núcleos de processamento. Conforme adiantamos anteriormente, esse novo chip é capaz de melhorar o desempenho e também o consumo de energia. O Galaxy S6 possui 3 GB de memória LPDDR4, o que deixaria o smartphone significativamente mais rápido em relação a outros.

A memória de armazenamento também é mais rápida que a de outros dispositivos, uma vez que se trata de uma tecnologia que combina o uso de SSD – usado em computadores – e eMMC, que é a tecnologia padrão de armazenamento em smartphones.

Com toda a melhoria no software e no hardware, é de se esperar que o Galaxy S6 seja extremamente rápido, algo que confirmaremos com tempo quando surgirem os primeiros reviews do aparelho.

Tela e câmera

O Galaxy S6 possui uma tela Super AMOLED de 5,1 polegadas com resolução Quad HD. São 577 pixels por polegada, concentração alta o suficiente para trazer imagens vívidas e de qualidade. Com um altíssimo brilho (600 cd/m2), essa tela permite que o usuário enxergue o seu conteúdo sem problemas em ambientes com bastante iluminação.

Tanto a câmera frontal como a câmera traseira receberam diversos upgrades. Ambas possuem abertura de f/1,9, significando uma melhor qualidade para fotos em ambiente com baixa luminosidade e um melhor controle sobre profundidade de campo. Assim como nos Galaxy S5, o S6 também possui HDR em tempo real, o que permite ver o resultado final antes mesmo de tirar a foto.

s6-camera

O S6 também ganhou o OIS, estabilizador ótico de imagens – veja uma explicação completa sobre a tecnologia no review do iPhone 6 Plus e a câmera fica ligada durante “todo o tempo”, mas em standby. Isso garante que um menor tempo até abrir a câmera, evitando que você perca momentos rápidos.

A câmera traseira tem um sensor de 16 megapixels, contra 5 megapixels da câmera frontal. A câmera frontal ainda possui um ângulo maior, permitindo que selfies consigam captar mais elementos em uma cena, ótimo para fotos em grupo. Um novo atalho para abrir a câmera deve facilitar a vida de muita gente: basta apertar o botão Home duas vezes enquanto o smartphone estiver travado que a câmera abre instantaneamente.

Samsung Pay

O lançamento da linha Galaxy S6 trouxe uma surpresa (ou não) para os consumidores: a Samsung desenvolveu sua própria tecnologia de pagamento. Isso não é nada surpreendente e é a deixa da Samsung para se posicionar junto a Apple, que tem roubado a cena nos últimos tempos da era de pagamentos móveis.

O maior trunfo da Samsung é que o Samsung Pay funciona tanto com máquinas compatíveis com NFC quanto com máquinas mais antigas, sem suporte ao padrão. Isso tudo só existe porque a Samsung comprou a LoopPay, uma startup que desenvolveu uma case de iPhone onde o usuário é capaz de agregar seus cartões de crédito e fazer pagamentos apenas encostando o telefone próximo ao trilho de cartões magnéticos.

Por mais gambiarra que isso pareça, essa tecnologia é extremamente tentadora, principalmente para o mercado americano. Por lá, pouco mais de 220 mil máquinas de cartões são compatíveis com NFC, representando cerca de 10% de todos os terminais. No Brasil, o parque de máquinas de cartão é muito mais evoluído que nos Estados Unidos: mais de 1 milhão de terminais de pagamento brasileiros já são compatíveis com o pagamento por NFC.

A Samsung firmou parceira com diversos bancos americanos para que o serviço consiga atender o maior número possível de pessoas e deve ser lançado por lá no segundo semestre de 2015. Alguns bancos brasileiros já estão em conversas com a Apple para trazer o Apple Pay para o Brasil, e isso deve fomentar o interesse da Samsung para fazer o mesmo aqui no país.

O nosso editor Paulo Higa está em Barcelona para acompanhar as novidades da MWC de perto. Veja um hands-on dos novos aparelhos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

King Cell
Antes de eu fazer a burrice de vender o iPhone 6 para comprar esse eu utilizava e ele nunca desligava. Espero que façam uma correção deste defeito porque é chato ficar abrindo o gerenciador inteligente para limpar a memória RAM para impedir de reiniciar, quando esqueço de abrir o gerenciador para conferir quanto tem de memória disponível ele reinicia. Isso tudo é exaustivo e desagradável visto o valor que paguei nele.
King Cell
Como a marca lança um aparelho e não efetua um teste de qualidade antes de liberar para uso? Meu s6 desliga pelo menos 6 vezes por dia, deve ser para combinar com o modelo. Quem sabe o s7 não desligue umas 7 vezes? Estou arrependido de ter comprado ele.
Ronaldo Costa

Capas de alta qualidade para o novo galaxy s6 s6 Edge você encontra na storecase. http://www.storecase.com.br/

Evander Lemos
Todo mundo fica no blá blá blá no mimimimi mas eu só queria saber onde eu vo por meu chip da Tim ! ? ^^'
Evander Lemos
Todo mundo fica no blá blá blá no mimimimi mas eu só queria saber onde eu vo por meu chip da Tim ! ? ^^'
Ihannah
Sobre o ângulo da câmera frontal, ele é parecido com o do galaxy s5 que distorce as partes superior e inferior? Eu acho horrível, dependendo da foto te deixa com um cabeção ou gorda...
Bruno Pinho
Achei um bonito aparelho... Mas acho que chegamos num nível de saturação que não achamos mais nada inovador nessa área... Parece que já vimos tudo. Não sei se é só mau-humor coletivo, mas ficamos difíceis de ser impressionados. Há uns 3 anos esse smartphone faria todo mundo babar... Agora fica todo mundo meio blasè...
BillyTheKid
A Samsung copia tão descaradamente que ela volta 2 anos no tempo pra lançar um celular com design copiado do iPhone 6 rodando Windows Phone!
Korben Dallas
Pois eu acho a posição da saída excelente, dificilmente ficará abafada, seja sobre a mesa ou no bolso (de cabeça pra baixo, claro).
Di Almeida
A semelhança que notei entre o S6 e o iPhone foi a localização e o modelo do alto-falante e a posição da entrada p/ fone. =P
Di Almeida
Sim! O Android superou aquela fase de copiar recursos do iOS. Hoje, dita tendências. A Samsung continua na mesma! rs
Silvio Ney
BillyTheKid é foda né? Nenhuma fabricante pode mais fazer nenhum telefone que tenha algo parecido a outro que foi cópia! Foda!!! Foda mais ainda pq eles lucram milhões com isso, fodaaa! ... ... ...
Gabriel Ribeiro
Obrigado Silvio! =) Saber lidar com os haters é a habilidade desta década!
ochateador
Onde fica a cidade de Barceona @lucas braga ?
Silvio Ney
Gabriel, parabéns por saber se colocar em seu posicionamento. Concordo com você em tudo que disse, porém, os haters de plantão começam o mimimi sempre que algo novo é lançado.
Exibir mais comentários