Início » Celular » Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge: o belo investimento em design da Samsung

Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge: o belo investimento em design da Samsung

Por
4 anos atrás

Em dose dupla, a Samsung apresentou em Barcelona a sexta geração do Galaxy S. O Galaxy S6 Edge, o mais diferentão, buscou suas inspirações no Galaxy Note Edge e ganhou uma tela levemente curvada nas laterais. Já o Galaxy S6 é tudo o que esperaríamos de um Android topo de linha: um hardware poderoso, uma câmera acima da média e um design com materiais que fazem jus ao preço do smartphone. Finalmente.

Durante a apresentação dos novos Galaxy S6, ficou muito claro que a Samsung investiu fortemente em design. Entre piadas com o entortamento dos iPhones e quase nada de especificações de hardware, os executivos da sul-coreana ressaltaram as bordas de alumínio e o belo vidro com Gorilla Glass 4 na traseira, abandonando de vez o plástico pintado e as texturas enjoativas das gerações anteriores.

samsung-galaxy-s6-frente

Não é como se fosse um crime usar plástico num smartphone, mas o design dos novos Galaxy S6 faz com que eles realmente se pareçam com um topo de linha, um ponto que eu sentia falta desde o Galaxy S II. É verdade, alguns detalhes são semelhantes demais ao iPhone 6, o vidro traseiro é um verdadeiro ímã de impressões digitais e as espessuras ficaram tão finas que dão a sensação de que os aparelhos podem ir da mão diretamente para o chão — mas a sensação de renovação se sobressaiu.

galaxy-s6-edge-baixo

galaxy-s6-baixo

Falando do hardware, os Galaxy S6 ganharam upgrades relevantes, trazendo o (provável) melhor processador móvel disponível hoje, Exynos 7420, 3 GB dos novos módulos de memória LPDDR4 da Samsung e até melhorias nas velocidades de transferência dos chips de armazenamento. Por isso, é desnecessário dizer que, durante a minha quase uma hora de uso, eles não engasgaram nenhuma vez, a abertura dos aplicativos foi sempre instantânea e o multitarefa funcionou muito bem.

O software também merece destaque. Por cima do Android 5.0.2, ainda temos a TouchWiz, mas com menos interferências em cima do Android, o que é ótimo. Em vez de encher os aplicativos de ícones confusos e interfaces mal trabalhadas, as ideias do Material Design estão se sobressaindo. Uma imagem da própria Samsung mostra a mudança na prática:

galaxy-s6-edge-apps-mat

galaxy-s6-frente

Além do upgrade no software e no hardware, a Samsung também fez algumas mudanças nos bastidores, como uma parceria com a Microsoft: o Galaxy S6 está vindo com os aplicativos de Redmond pré-instalados, o que inclui o Skype e o OneDrive, com direito a 100 GB de espaço adicional grátis por dois anos na nuvem da Microsoft — um detalhe bem interessante, já que Microsoft e Samsung, pelo menos para mim, nunca pareceram muito próximas no mercado de smartphones.

galaxy-s6-edge-onedrive

As duas versões do Galaxy S6 começam a ser vendidas no mundo no dia 10 de abril. As especificações técnicas estão na notícia do anúncio do Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge. Roberto Soboll, diretor de produtos mobile da Samsung no Brasil, diz que os dois aparelhos começarão a ser vendidos no Brasil ainda em abril, terão fabricação nacional e virão nas capacidades de 32 GB, 64 GB e 128 GB. Os preços ainda não foram divulgados.

Paulo Higa viajou para Barcelona a convite da Asus.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.