A Apple está revelando nesta segunda-feira (9) os detalhes que ainda não sabíamos do Apple Watch. O relógio inteligente da empresa custará a partir de US$ 349 na edição Sport e estará disponível nos tamanhos de 38 e 42 mm.

Com microfone e alto-falante embutidos, o Apple Watch se conecta ao iPhone para que você possa atender ligações e enviar mensagens de texto diretamente do relógio. Todas as notificações do smartphone podem ser exibidas no Apple Watch, incluindo notícias, redes sociais, emails e eventos no calendário.

Aplicativos de terceiros, como Shazam, Uber, WeChat e Evernote, estão confirmados no Apple Watch. A Apple também levará o Passbook e os mapas para o pulso.

apple-watch-passbook

Segundo Tim Cook, o Apple Watch deverá aguentar o dia inteiro no seu pulso antes da bateria se esgotar. Em um dia típico, a estimativa de autonomia é de 18 horas — o suficiente para a maioria das pessoas, de acordo com o CEO.

O Apple Watch será vendido em três coleções:

  • Apple Watch: caixa prateada ou preta de aço inoxidável, cristal safira e uma série de pulseiras de couro e metal. Preços: US$ 549 a 1.049 (38 mm) e US$ 599 a 1.099 (42 mm). O valor depende da pulseira escolhida;
  • Apple Watch Sport: caixa prateada ou cinza espacial de alumínio anodizado, vidro reforçado e pulseira emborrachada, com visual mais casual. Preços: US$ 349 (38 mm) e US$ 399 (42 mm);
  • Apple Watch Edition: caixa de ouro amarelo ou rosa de 18 quilates, cristal safira e pulseiras com fechos diferenciados. Preços: US$ 10.000 a 17.000 — ou pouco mais de R$ 52.000. Respira!

apple-watch-edition

apple-watch-relogio

A partir de 10 de abril, o Apple Watch estará em exposição nas Apple Stores dos Estados Unidos para pré-venda. O relógio começa a ser vendido no dia 24 de abril, na Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Reino Unido e Estados Unidos. A Apple ainda não revelou datas de lançamento para outros países.

História em desenvolvimento. Este post será atualizado.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Giovanni M. Gaspar
Caraca até minha risada ofendeu os fãs. Não existem limites mais para os defensores da maçãzinha mordida :P . Faz fila porque tem nome (só isso). É igual comprar um tênis ou camiseta de uma marca famosa, a costureira é a mesma que faz do "zezim", mas a de marca vende mais por causa do nome... Apple não passa de um nome. Mas tem leigos que defendem ne. E, deixa eu aproveitar pra imprimir seu certificado de "diva" porque, meu amigo, falar recalque é coisa de quem ouve restart
Marcio Costa Horacio
Primeiramente você precisa ter dinheiro pra ter um destes!! O produto é top diferente dos concorrentes! Aliás nunca vemos filas pra comprar os produtos da concorrência será porque?? Para de recalque.
Júlio César Sampaio
Compensaria se fosse um Rolex, ffabricados de forma artesanal, engrenagem por engrenagem e apresentado de uma forma emblemática e não uma placa de silício envolta numa caixa de ouro com um cabo usb e 2 adesivos.
Ivan Silva
Eu pensei que tivesse ouro em todos os produtos da Apple.
Will

O pebble dura 10 dias....

Weller Santibanez
O pebble dura 10 dias....
Leandro Das Neves
Ainda acho que esse não é o momento de comprar um desses. Se fosse pegar um smartwatch, seria o Pebble.
vanhalenbr
Você acha que vão lançar esse modelo no BR?
antônio

Exatamente.

antônio

Eu curto bastante a Apple, mas eles realmente viajaram na maionese dessa vez. Complicado.

Antônio Cesar Moraes
Eu curto bastante a Apple, mas eles realmente viajaram na maionese dessa vez. Complicado.
Antônio Cesar Moraes
Exatamente.
Panino, o Moço

Sabe aquelas brincadeiras com paródia de seguidor fã Apple, como "nova versão do iOS! Carregue seu iPhone no microondas!"? Agora dão os ratos de fórum e boards que estão olhando para essas imagens da edição de luxo do relógio e perguntando se é pegadinha.
É incrível mas esse Apple Watch de luxo em sua versão mais básica é mais caro do que marcas famosas e suas versões de ostentação. Exemplo, tem um Rolex de luxo, cheio de mimos, ouro branco 18k e DOZE diamantes, ele custa menos de 10k! E ao contrário do relógio da Apple ele não precisa recarregar a bateria e vai funcionar do mesmo modo com a mesma eficiência por um século.

É um fenômeno, bizarrices do capitalismo selvagem e da livre iniciativa...
A Apple tem o direito de fazer isso e todos de comprarem, apenas que... como tem louco nesse mundo.
Edit: detalhe para aumentar a loucura disso todo é que o processo de fortalecer o ouro da Apple tem por consequência diminuir a quantidade e ouro no relógio substituindo por ouro material não metal bem menos nobre.

Panino Manino
Sabe aquelas brincadeiras com paródia de seguidor fã Apple, como "nova versão do iOS! Carregue seu iPhone no microondas!"? Agora dão os ratos de fórum e boards que estão olhando para essas imagens da edição de luxo do relógio e perguntando se é pegadinha. É incrível mas esse Apple Watch de luxo em sua versão mais básica é mais caro do que marcas famosas e suas versões de ostentação. Exemplo, tem um Rolex de luxo, cheio de mimos, ouro branco 18k e DOZE diamantes, ele custa menos de 10k! E ao contrário do relógio da Apple ele não precisa recarregar a bateria e vai funcionar do mesmo modo com a mesma eficiência por um século. É um fenômeno, bizarrices do capitalismo selvagem e da livre iniciativa... A Apple tem o direito de fazer isso e todos de comprarem, apenas que... como tem louco nesse mundo.
Panino, o Moço

A Apple sempre dá um jeitinho de surpreender. Sem discutir o relógio em si, todos sabiam que seria caro, mesmo assim o máximo que eu vi de previsão do preço da versão de luxo foi U$ 7K. Mas você tem que reconhecer que a Apple é genial de um jeito único, já que é uma edição limitada para aqueles que querem pagar mais, pegaram um troço que custa até 1K, adicionaram 2K de ouro (1.9k por 69 gramas) e vão lucrar de U$ 7K até 14k.
Assim é fácil chegar ao trilhão de valor de mercado.
Mesma lógica do novo MackBook, que tem mercado (aqueles que querem fazer mais com um tablet), mas por mais que seja um belo trabalho de engenharia na prática está vendendo menos por mais. Coisa louca. Muita gente crítica o tal campo de distorça da realidade da Apple, só que é puro marketing e que dá certo. Outros poderiam fazer o mesmo e então teriam que convencer o consumidor a aceitar comparar um notebook sem portas físicas. A Apple não, por não deixar o consumidor pensar não deixar margem para ele ficar pensando se compra ou não. Apenas chegar e diz "tenho um novo produto para você, está disponível por esse valor" e fim de papo.

Só quero ver como o mercado vai reagir, porque não importa que façam igual, sem o atrativo da marca é difícil convencer o consumidor a comprar.

Exibir mais comentários