Tecnoblog
Início » Antivírus e Segurança » Por que Warsaw, plugin de segurança de bancos, bloqueia sites

Por que Warsaw, plugin de segurança de bancos, bloqueia sites

O que é o Warsaw? Plugin desenvolvido pela GAS Tecnologia é um software bancário legítimo, não é vírus; mas causa problema

Um plugin de segurança usado pelos bancos brasileiros já gerou dores de cabeça em um grupo de usuários. Após a instalação do Warsaw 1.5.1, da GAS Tecnologia, sites com IPv6 ativado simplesmente tiveram o acesso bloqueado. O bug afetou páginas como Facebook, Google e YouTube, além de sites como UOL, Terra e Globo.com. Ainda hoje, o Warsaw é problema, deixa computadores lentos, mas pode ser desinstalado do PC.

O que é o Warsaw?

O Warsaw é um plugin desenvolvido pela GAS Tecnologia, empresa do grupo Diebold, para “prover confiabilidade em transações eletrônicas”. Segundo a companhia, sua tecnologia é usada por Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander e outras instituições bancárias. No Windows, o Warsaw funciona como serviço e inicia durante o boot. Note que o Warsaw é um software bancário legítimo, não é vírus.

A falha com IPv6 foi divulgada pelo NIC.br, entidade que administra o registro de domínios e distribuição de números IP no Brasil, em 2015. O problema não afetou um número muito grande de pessoas e ocorreu apenas em conexões com IPv6 ativado. No Brasil, segundo a Cisco, apenas 1,3% dos usuários possuíam acesso IPv6. Mas todas as operadoras começaram a oferecer a nova versão do IP nos grandes centros do país.

O plugin Warsaw também é conhecido como “módulo de segurança” nos sites de bancos brasileiros

Segundo o NIC.br, que testou o bug no Warsaw distribuído por Banco do Brasil e Banco Mercantil, o bloqueio no acesso acontecia em todos os navegadores principais (Chrome, Internet Explorer e Firefox) e no terminal, por telnet. A falha não ocorria quando não havia conexão IPv6, quando o IPv6 era feito por túnel terminado no próprio host ou quando o IPv6 era desativado manualmente nos computadores com Windows.

Embora ainda afete um pequeno grupo de usuários, o NIC.br diz que a falha é grave porque os provedores “estão em pleno processo de ativação do IPv6 para seus clientes domésticos” e um usuário leigo pode ter dificuldades para identificar a causa dos problemas. A GAS Tecnologia e os bancos já foram informados pelo NIC.br sobre o bug.

Para que serve o Warsaw?

O Warsaw é usado pelos principais bancos do país: Itaú, Bradesco, Santander, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e etc. Ele serve basicamente para que, quando você acessa sua conta corrente ou outro serviço bancário usando um navegador como Google Chrome, Firefox, Microsoft Edge ou Opera, no Windows, ninguém consiga invadir a sua máquina e roubar dados sensíveis como senha e login do banco.

Note que remover o Warsaw no PC deixa sequelas. Como ele é responsável pela segurança bancária, você não conseguirá fazer transações no seu computador.

Como desinstalar o Warsaw

O plugin ainda é necessário para fazer transações financeiras em contas bancárias usando navegador de internet no computador, mas você pode substituir por aplicativos para celular. Se você quiser desinstalar o Warsaw por ele ainda estar causando problemas no PC além do bloqueio de sites com IPv6, como lentidão na navegação, por exemplo, pode fazê-lo. Contudo, há que se considerar alguns detalhes no processo.

Não há uma maneira fácil de remover o Warsaw: em alguns casos, há um desinstalador na ferramenta nativa do Windows, bastando escolhê-lo na lista de aplicativos. Mas isso não remove completamente o plugin — você vai perceber em algum momento que o Warsaw voltou e continua iniciando durante o boot. É um programa persistente.

As soluções de desinstalação mais efetivas normalmente envolvem ligar o Windows em modo de segurança e deletar a pasta do plugin ou usar um desinstalador mais profundo, como o Revo Uninstaller. Ou, ainda, removendo o código específico do plugin.

Desinstalando o Warsaw

  1. Acesse o Menu Iniciar;
  2. Em Configurações, acesse a lista de Aplicativos e encontre o Warsaw;
  3. Clique com o botão esquerdo do mouse nele e selecione a opção “desinstalar”;
  4. Abra o Agendador de Tarefas do Windows;
  5. Em “Biblioteca do Agendador de Tarefas”, exclua “Return Warsaw”;
  6. Reinicie o computador e cheque se o plugin ainda parece na biblioteca acima.

O Warsaw voltou

  1. Você vai precisar ligar o Windows em modo de segurança;
  2. Depois, exclua a pasta do programa no explorador de arquivos do Windows;
  3. O caminho é Este Computador > Disco Local (C:) > Arquivos e programas;
  4. Encontre a pasta da Diebold, da GAS Tecnologia ou do Warsaw (varia a versão);
  5. Apague tudo desta pasta. Depois, tente desinstalar novamente do computador.

Nada disso adiantou

A última e derradeira opção é entrar em contato com o serviço de atendimento ao cliente do seu banc. Explique que você precisará remover o Warsaw da lista de programas instalados no computador. O banco pode ajudá-lo via internet ou telefone, orientando um site ou um software que faça a remoção do plugin da sua máquina.

Baixar/Atualizar Warsaw

Se você precisa atualizar ou baixar o Warsaw, também é possível no site oficial (dieboldnixdorf.com.br/warsaw). Você também pode adicionar endereços  como exceção no Firewall/Proxy e evitar bloqueios de conexão do modulo de segurança.

Comentários da Comunidade

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação