Prosseguindo com os reajustes, a Apple elevou nesta sexta-feira (10) os preços dos iPads no Brasil. O iPad Air 2 com 128 GB de armazenamento e conexão 4G, o mais caro de todos, passou de R$ 3.499 para R$ 4.199, um aumento de 21,7%. A medida afetou todos os modelos disponíveis no país, inclusive os antigos, como o primeiro iPad mini, lançado em 2012.

Segundo o MacMagazine, que montou uma tabela com os preços antigos e novos dos iPads, os reajustes variam entre 18,2% (iPad mini 3 de 64 GB com Wi-Fi, de R$ 2.029 para R$ 2.399) e 36,4% (iPad Air de 32 GB com 4G, de R$ 2.199 para R$ 2.999).

No Brasil, o tablet menos caro da Apple passa a ser o iPad mini Wi-Fi de 16 GB, que foi de R$ 1.249 para R$ 1.699. Hoje, não recomendo a compra desse modelo por vários motivos: a tela tem baixa resolução (1024×768 pixels) e o hardware é composto pelos componentes do obsoleto iPhone 4s, com processador dual-core A5 e 512 MB de RAM. Apesar disso, ele roda a última versão do iOS, a 8.3.

ipad-air-2

Estes são os preços novos e antigos dos últimos modelos de iPads:

  • iPad Air 2 (16 GB, Wi-Fi): de R$ 2.079 para R$ 2.499
  • iPad Air 2 (64 GB, Wi-Fi): de R$ 2.379 para R$ 3.099
  • iPad Air 2 (128 GB, Wi-Fi): de R$ 2.979 para R$ 3.599
  • iPad Air 2 (16 GB, 4G): de R$ 2.499 para R$ 3.299
  • iPad Air 2 (64 GB, 4G): de R$ 3.099 para R$ 3.699
  • iPad Air 2 (128 GB, 4G): de R$ 3.449 para R$ 4.199
  • iPad mini 3 (16 GB, Wi-Fi): de R$ 1.729 para R$ 2.099
  • iPad mini 3 (64 GB, Wi-Fi): de R$ 2.029 para R$ 2.399
  • iPad mini 3 (128 GB, Wi-Fi): de R$ 2.329 para R$ 2.999
  • iPad mini 3 (16 GB, 4G): de R$ 2.079 para R$ 2.499
  • iPad mini 3 (64 GB, 4G): de R$ 2.079 para R$ 2.999
  • iPad mini 3 (128 GB, 4G): de R$ 2.079 para R$ 3.599

Os aumentos nos preços dos iPads chegam meses após a Apple elevar os valores da linha de iPhones, iPods e Macs. Em março, a empresa também reajustou os preços de acessórios: o cabo Lightning de 2 metros custa R$ 149, os fones de ouvido EarPods subiram para R$ 199 e o carregador USB de 10W agora é vendido por R$ 119.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Imagebloke b
Para mim já deu. Comprei o iPad Adair 1 e 2. Mas sinceramente? Por mais que a experiência seja maravilhosa eu não vou mais comprar o próximo iPad. Ele será certamente ainda mais caro e acredito que os tablets com Windows 10 e com telas de alta resolução ainda saiam mais baratos. Eu já cansei de ver a Apple explorar as pessoas no Brasil. O povo é besta e compra. Vai para os EUA, comprem e paguem os impostos que vcs ainda guardam o dinheiro. Conheço muito babaca que não tem nem o que comer direito em casa, mas o panaca faz emorestimos para ter um iPnone. E viva as dívidas!
minha_opiniao
Huezil. Se tem demanda para pagar esses preços, que a Apple faça a festa.
minha_opiniao
Imbecil são os consumidores. Ela é esperta, coloca os preços nas alturas e os huezileiros fazem fila p/ comprar. Ainda acho que ta bem baixo esse preço. Então, se tem imbecil pagando, por que abaixar os preços?
Josiel Hen
comprei um pra mim ainda no sábado pelo ml, do contrario :/
Anderson Rodrigues Batista
Vendo um novo, veio junto com meu iPhone, se estiver interessado, 100 real?
Tiago Celestino
Eu não entendo porque o pessoal fica surpreso quando a Apple eleva os preços de seus produtos. A desculpa vai ser sempre a importação, custo do dolár, ou o aumento do consumo de seus produtos por consumidores tupiniquins ricos.
Thiago Lopes
Sim, e imposto sobre peças para manufatura de produtos finais tem uma imposto menor do que o imposto sobre importação de produtos acabados. Uma vez que o iPad air 2 16 GB Wi-fitem o valor de U$ 499, que na cotação de hoje dá R$ 1533 (o que não é o custo de produção e sim a venda final, ou seja, já agrega impostos aplicáveis da China e dos EUA, lucro da Foxconn, da Apple e da Loja). Estimativas do custo de produção do modelo de 1GB está em torno U$ 275,00 (https://macmagazine.com.br/2014/10/28/custo-de-producao-do-ipad-air-2-e-basicamente-igual-ao-do-seu-antecessor/), para produção na China, em terras nacionais temos leis trabalhista melhores, então estipularemos U$ 300,00 (sem impostos), uns R$ 922,00, aplicando 80% de impostos (o que é menor, já que a manufatura do produto é nacional). Logo teremos um valor de R$ 1660,00, a Foxconn, a Apple e a loja lucrando um somatório de R$ 300,00 e arredondando, teremos um iPad Air 2 Wi-fi de 16GB por R$2000,00, com um valor superfaturado e com lucros exorbitantes por unidade, isso com o preço do dólar, hoje. Nada justifica o aumento absurdo, além da teoria de que, o fato do iPad Air ter esgotado nos primeiros meses, fez com que a Apple achasse de bom grado aumentar sua fatia de lucro (que já é uma sacanagem) em cima do brasileiro idiota. Vale lembrar que o iPad Air 2 tem o mesmo preço do Galaxy TAb S 10.1, lá fora, o qual custa R$ 1600,00 no modelo Wi-FI 16GB (http://www.walmart.com.br/produto/Tablets/Samsung-Galaxy/Samsung/467238-tablet-samsung-galaxy-tab-4-sm-t800n-android-44-tela-de-101-octa-core-memoria-de-16gb-wi-fi-b), o que bate com minhas estimativas.
André S

Tenho um ipad 2 desde 2011 (segunda geração) que quebrou o vidro, mas ainda está funcionando bem, irei trocar o touch e passar para minha mãe. Estava ponderando comprar um air 2 já faz tempo, pois é o primeiro ipad com 2 gb de RAM e um processador superior ao do iphone 6, o que significa que irá durar muito e muitos anos. O preço desanimava, porém não estava muito diferente de um TAB S na faixa de R$ 2000,00 (air 2 de 64gb WIFI). O que me fez decidir compra-lo, além de ser um excelente tablet, foi justamente o fato da Apple ainda não ter reajustado o preço desta linha no Brasil após a super alta do dólar, sabia que o reajuste iria acontecer mais cedo ou mais tarde, nesta historia o ipad valorizou uns R$ 700,00 em menos de um mês após compra-lo. Do jeito que a coisa anda produtos Apple vão se tornar commodities, tipo: soja, trigo, petróleo, etc....

Wolf
Tenho um ipad 2 desde 2011 (segunda geração) que quebrou o vidro, mas ainda está funcionando bem, irei trocar o touch e passar para minha mãe. Estava ponderando comprar um air 2 já faz tempo, pois é o primeiro ipad com 2 gb de RAM e um processador superior ao do iphone 6, o que significa que irá durar muito e muitos anos. O preço desanimava, porém não estava muito diferente de um TAB S na faixa de R$ 2000,00 (air 2 de 64gb WIFI). O que me fez decidir compra-lo, além de ser um excelente tablet, foi justamente o fato da Apple ainda não ter reajustado o preço desta linha no Brasil após a super alta do dólar, sabia que o reajuste iria acontecer mais cedo ou mais tarde, nesta historia o ipad valorizou uns R$ 700,00 em menos de um mês após compra-lo. Do jeito que a coisa anda produtos Apple vão se tornar commodities, tipo: soja, trigo, petróleo, etc....
Clécio Oliveira Cardoso

Amigo eles são montados no Brasil, duvido muito que tenha alguma peça manufaturada em terras brasileiras.

cleciooc
Amigo eles são montados no Brasil, duvido muito que tenha alguma peça manufaturada em terras brasileiras.
Thiago Lopes
Mimimi???? A porra do dólar aumenta 10% (desde o lançamento do ipad air 2) e a porra do produto encarece 24%, e acha isso comum? Além do que eles são fabricados no Brasil pela Foxconn em Jundiaí, então nada justifica esse aumento de 24%. É achar que brasileiro é otário mesmo.
Thiago Lopes
Preço a vista com juros???? oO
Thiago Lopes
Ta bêbada, minha filha?
Marcio Vianna
O jeito é adaptar-se ao novo cenário e começar a programação multiplataforma para Windows, afinal aparelho a R$ 250,00 sempre tem público consumidor. Assim, vamos de Windows e Android.
Exibir mais comentários