Início » Negócios » Nokia adquire Alcatel-Lucent por US$ 16,6 bilhões

Nokia adquire Alcatel-Lucent por US$ 16,6 bilhões

Emerson Alecrim Por

A Nokia confirmou nesta quarta-feira (15) a aquisição da rival francesa Alcatel-Lucent pelo equivalente a US$ 16,6 bilhões. Ambas as partes já definiram os detalhes, restando apenas a aprovação de órgãos reguladores para o negócio ser concluído.

Nokia

Não havendo obstáculos, a aprovação da compra deve ser feita no primeiro semestre de 2016. Quando isso acontecer, a Nokia se tornará uma gigante com mais de 110 mil funcionários (50 mil vindos da Alcatel-Lucent) e valor de mercado perto dos US$ 40 bilhões.

O valor negociado é mais que o dobro do que a Microsoft pagou pela divisão de dispositivos móveis da Nokia. Mas há uma boa razão para a companhia finlandesa apostar tão alto na fusão: depois de amargar uma longa crise no mercado de smartphones e, na sequência, fechar negócio com a Microsoft, a Nokia quer se reinventar.

Sendo mais preciso, a companhia quer tornar o seu nome ainda mais forte no setor de equipamentos e sistemas para telecomunicações. Para um objetivo tão ambicioso, a aquisição da Alcatel-Lucent soa como uma decisão sábia: além do leque de clientes desta, a Nokia absorve tecnologia e patentes (a Alcatel-Lucent tem mais de 33 mil delas; a Nokia, 11 mil).

Até a renomada Bell Labs entrou no meio. A companhia, que é o berço de várias tecnologias revolucionárias (comutadores telefônicos, o laser e a linguagem C, por exemplo), responde pela divisão de pesquisa da Alcatel-Lucent desde a fundação desta em 2006, quando houve fusão entre a francesa Alcatel e a norte-americana Lucent Technologies.

Alcatel-Lucent

O otimismo dos executivos de ambos os lados em relação ao negócio é grande, mas o mercado tem uma postura mais cautelosa. Uma fusão de tamanho porte tem riscos consideráveis por conta da dificuldade de unir culturas corporativas tão diferentes - esse processo pode levar anos.

Também há os desafios inerentes ao próprio mercado. A incorporação da Alcatel-Lucent fará com que a Nokia aumente a rivalidade com a sueca Ericsson, mas são as chinesas Huawei e ZTE que preocupam. Ambas apareceram com preços bastante agressivos no segmento e, com isso, conquistaram fatias generosas do mercado.

Por outro lado, a constante necessidade de novas tecnologias de telecomunicações alimenta as expectativas de boas oportunidades. É o caso da próxima geração de redes de dados móveis: a Nokia é uma das companhias que estão desenvolvendo tecnologias que podem substituir o 4G.

Com informações: WSJ.com, Re/code

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Cardoso
Eu queria que tivesse um smartphone só da Lucent, que não tivesse Alcatel no meio.
Louis
Totalmente certo: http://www.showmetech.com.br/ceo-da-nokia-confirma-que-empresa-voltara-produzir-smartphones/ Isso é mais do que claro e qualquer pessoa com o mínimo de visão de futuro teria notado.
jonas720
http://www.tudocelular.com/nokia/noticias/n53542/Nokia-comunicado-oficial-nao-retornara-smartphones.html é uma pena
pinportal
Eu acho que alguém comemorou antes da hora, hein: http://www.tudocelular.com/nokia/noticias/n53542/Nokia-comunicado-oficial-nao-retornara-smartphones.html E ai, ainda está certo quanto à isso? :)
jonas720
Legal.
Louis
Isso e claramente uma estratégia de reestruturação que fica claro o foco no mercado de smartphones.
pinportal
Ok, mas isso não é uma consequência da fusão com a Alcatel, porque 1) A fusão nem foi analisada por órgãos antitruste. 2) Como eu disse anteriormente: Toda a tecnologia, patentes, design, etc da Alcatel One Touch são propriedade da TCL Corporation. Lí a reportagem do TudoCelular, ainda há poucas informações sobre isso, mas não acredito que ela falará isso sozinha (até porque era assim que a Nokia fazia até ser vendida), além da maioria das patentes relacionadas à smartphones e tecnologia móvel serem agora da Microsoft. Eu imagino que ela vai fazer uma parceria com Foxconn ou outra gigante chinesa e vender seus aparelhos em mercados emergentes, como a própria Xiaomi faz, onde as leis de propriedade intelectual são mais brandas que mercados maduros como EUA e países da Europa Ocidental. Acho muito difícil a Nokia (atual) vender smartphones em países do primeiro mundo sem infringir patentes de outras empresas (ela e a parceira, seja Foxconn ou qualquer outra). Vamos esperar e ver no que vai dar isso tudo.
Louis
Isso não muda o que estava claro. Nokia voltará com smartphones Android: http://www.tudocelular.com/android/noticias/n53511/Nokia-retorno-smartphones-android-2016.html
Louis
Tá aí para você que disse que a Nokia não iria voltar ao mercado de smartphones: http://www.tudocelular.com/android/noticias/n53511/Nokia-retorno-smartphones-android-2016.html E eu estava certo!
Trovalds
Nokia sendo Nokia e dando a volta por cima. Vai investir onde realmente está o grosso do dinheiro.
Rafael Luik
O Tecnoblog devia ter explicado isso no artigo...
Cortana
Ah, sim. Ela vendeu suas fábricas, está vendendo o ecossistema de mapas, para depois recomeçar do zero. Estamos aguardando.
Jordan
A Nokia a partir do ano que vem voltara ao mercado podendo lançar seus produtos e já tem projeto para o Nokia 1100 smart com android.
Jordan
A Nokia a partir do ano que vem voltara ao mercado podendo lançar seus produtos e já tem projeto para o Nokia 1100 smart com Android o primeiro da serie.
Gustave Dupré
Valeu, estava com essa duvida cruel se as duas eram as mesmas empresas.
Vitor
É a Nokia, cara.
Guilherme C.
Então não é Nokia da Microsoft, é a Nokia da Nokia mesmo, certo?
pinportal
A Alcatel-Lucent vendeu todas as ações que tinha na Alcatel One Touch para a TCL Corporation...
pinportal
Produzia* A Alcatel-Lucent vendeu todas as ações que tinha na Alcatel One Touch para a TCL Corporation... A Nokia não deve voltar tão cedo ao ramo de smartphones, só se for emprestando seu forte nome para outra empresa, como Foxconn, etc.
Antony
E também produz smartphones...
Waldecir Faria
Bons tempos que eu tinha um modem da Lucent 56kbps :P
jonas720
Alcatel-Lucent é uma empresa de telecomunicações
jonas720
Alcatel Lucent é uma empresa de telecomunicações.
jonas720
Alcatel-Lucent é uma empresa de telecomunicações.
Louis
Com certeza é só o prazo acabar e a Nokia vai vir com tudo para o mundo Android. Por sinal, até hoje o Android não tem câmeras e mesmo muitos aplicativos a altura do que a Nokia faz.
Marcão Sparcos
Caramba, o que era especulação virou realidade :O Mas será que depois que vencer aquele acordo com a MS que a Nokia não poderia lançar smarthphones por um tempo, eles vão voltar nesse ramo com força total?
wyliamvassoler
Uma coisa não tem mais nada a ver com a outra.
Anthony Fernando
Agora sim eu compro um smartphone Alcatel!