Início » Telecom » Google lança operadora de telefonia celular

Google lança operadora de telefonia celular

Tecnologia seleciona automaticamente a rede de dados mais veloz

Por
4 anos atrás

Dê as boas vindas à mais nova operadora de telefonia celular dos Estados Unidos: o Google! O gigante da internet revelou hoje o Project Fi, uma iniciativa para fornecer acesso de dados em território americano com a promessa de ter sempre a rede mais veloz. Os gulosos por gigabytes agradecem.

Project Fi (Foto: Google)

Project Fi (Imagem: Google)

Como? Ao se associar às operadoras Sprint e T-Mobile. Na prática, o Google montou uma operadora virtual de celular, conforme um dos executivos já havia adiantado durante a Mobile World Congress deste ano. O buscador vai alugar a estrutura de rede das duas empresas para fornecer seu próprio serviço. O plano mais básico custará 20 dólares.

Funcionamento

Nexus 6: SIM card especial para usar a “rede das redes”

Nexus 6: SIM card especial para usar a “rede das redes”

Primeiro de tudo, o pulo do gato: o Project Fi só funciona em celulares Nexus 6. De acordo com o Google, isso se deve à combinação de hardware, software e conectividade móvel necessários para prover o serviço. O gigante da internet afirmou ainda que só o Nexus mais recente é compatível com o SIM card deles.

Os engenheiros criaram uma tecnologia que automaticamente migra para a melhor rede, garantindo a conexão mais veloz. Se a T-Mobile tiver cobertura 3G, enquanto a Sprint oferece 4G LTE naquela região, o smartphone fará essa mudança automagicamente. O recurso também funciona com pontos de acesso Wi-Fi espalhados pelos Estados Unidos. O Google disse que já existem 1 milhão deles. E o melhor: a troca de dados será criptogradada – numa espécie de VPN gerido pelo buscador.

Preços

Aplicativo informa gastos com telefonia (Imagem: Google)

Aplicativo informa gastos com telefonia (Imagem: Google)

O gasto com telefonia no Project Fi começa em 20 dólares mensais. Por esta cifra, os assinantes terão os seguintes serviços ilimitados: chamadas, mensagens de texto e tethering por Wi-Fi (o hotspot pessoal), além da cobertura internacional em mais de 120 países.

O pacote de dados com 1 GB custa 10 dólares. Se o sujeito usar 3 GB, vai pagar 30 dólares naquele mês – além da assinatura básica de 20 dólares. Se usar menos do que o previsto, o Google dará créditos na conta seguinte.

O buscador ressaltou que acredita na cobrança em que o cliente paga exatamente por aquilo que utilizou. Se ele usar somente 350 MB num mês, vai pagar o valor proporcional: 3,50 dólares.

Hangout

Pelo Hangout, usuário receberá chamadas também no tablet e notebook (Imagem: Google)

Pelo Hangout, usuário receberá chamadas também no tablet e notebook (Imagem: Google)

A parte mais nebulosa do anúncio de hoje está relacionada às chamadas telefônicas. Na página de perguntas frequentes há a questão “Em quais dispositivos posso fazer chamadas e mandar mensagens usando meu número?” O Google responde que o recurso é opcional e poderá ser usado em qualquer aparelho que tenha o Google Hangouts, incluindo o Android e o iOS. Isso quer dizer que o Google permitirá exclusivamente o VoIP? Não ficou claro para mim. De qualquer forma, o Hangouts nos Estados Unidos e também no Brasil oferece o recurso de telefonar para números convencionais (mais ou menos como o Skype).

O Project Fi não tem planos familiares nem taxas para encerrar o contrato. Ou seja, sem fidelidade de 12 meses, algo tão comum aqui no país.

Assista abaixo ao vídeo de divulgação da nova iniciativa.

O Project Fi funciona na base de convite, nos mesmos moldes do Orkut. E não preciso nem dizer que o Google não revelou planos de trazê-lo para o Brasil, certo? O roaming contempla o país, mas é nosso entendimento que o serviço será comercializado inicialmente nos Estados Unidos.

Atualizado às 18h58.