Início » Antivírus e Segurança » Os melhores e piores antivírus do mercado

Os melhores e piores antivírus do mercado

AV-Comparatives e AV-TEST testaram os principais antivírus entre janeiro e abril

Paulo Higa Por

Qual antivírus você usa? Entre dezenas de opções, alguns gratuitos, outros muito bem pagos, pode ser difícil escolher um. Periodicamente, institutos independentes de segurança da informação testam a eficácia dos principais antivírus do mercado. AV-Comparatives e AV-TEST liberaram nos últimos dias os resultados dos testes realizados com malwares descobertos entre janeiro e abril.

cadeado-seguranca

AV-Comparatives

O AV-Comparatives testou 22 antivírus em uma máquina com Windows 7 de 64 bits e softwares totalmente atualizados, com todas as correções de segurança aplicadas. Para simular infecções do mundo real, os resultados são baseados em 410 testes, que contêm páginas com exploits funcionais e links apontando para malwares.

Os dois únicos antivírus que bloquearam 100% das ameaças foram o Avira Antivirus Pro e o Kaspersky Internet Security. Os dois líderes do ano passado bateram na trave: Bitdefender Internet Security e Panda Free Antivirus conseguiram 99,8% de detecção, sendo que este último perdeu pontos por apontar uma ameaça que não existia.

av-comparatives-abr-2015

Outros antivírus conhecidos aparecem a partir da oitava posição: ESET Smart Security (99,3%), Avast Free Antivirus (99,0%, em 10º), F-Secure Internet Security (98,8%, em 13º), AVG Internet Security (97,5%, em 14º), McAfee Internet Security (96,1%, em 15º) e Baidu Antivirus (91,5%, em 18º). Os altos números de falsos positivos da F-Secure e McAfee chamaram a atenção: 32 e 12, respectivamente.

Entre todos, o pior foi a proteção nativa do Windows, que bloqueou apenas 84,6% das ameaças.

AV-TEST

O AV-TEST liberou resultados atualizados em março. O método é um pouco diferente: 27 antivírus foram testados em uma máquina com o recente Windows 8.1 de 64 bits. Além de avaliar a proteção contra malwares, o instituto verifica o impacto do antivírus no desempenho do computador e dá notas individuais para o quesito usabilidade: quanto maior for o número de interrupções por falsos positivos, menor a nota.

Desta vez, apenas três softwares alcançaram a pontuação máxima nos quesitos proteção e usabilidade: Avira Antivirus Pro, Bitdefender Internet Security e Kaspersky Internet Security. No entanto, o Avira conseguiu 5 (de 6 pontos) em desempenho, enquanto os outros dois alcançaram a nota máxima por não afetarem a velocidade do computador de maneira significativa.

av-test-mar-2015-def

Após a publicação desta notícia, o 360 AntiVirus foi removido da lista do AV-TEST. Três institutos de segurança (AV-Test, AV-Comparatives e Virus Bulletin) emitiram um comunicado em conjunto para afirmar que o software trapaceava nos testes. A versão disponibilizada para análise era diferente da que estava disponível para os usuários. O texto foi atualizado.

O 360 AntiVirus é desenvolvido pela chinesa Qihoo, empresa que também possui participação no antivírus PSafe.

Os softwares da chinesa Tencent (PC Manager) também foram removidos do AV-TEST. Segundo o instituto, “após investigações aprofundadas, determinadas otimizações foram identificadas em produtos Tencent que são claramente destinados a melhorar suas classificações nos testes de desempenho da AV-TEST.”

Outros antivírus conseguiram a nota máxima em proteção, mas falharam em desempenho ou usabilidade no AV-TEST. São eles: Avast Free AntiVirus, F-Secure Internet Security, Norton Internet Security e Trend Micro Internet Security. Entre os quatro, o Avast foi o pior em desempenho (4 pontos), enquanto o Trend Micro pecou em falsos positivos (5 pontos).

O Windows Defender, proteção nativa do Windows 8.1, foi considerado o antivírus de referência e ganhou nota zero em proteção, tendo detectado apenas 69% e 77% dos malwares recém-descobertos em janeiro e março, respectivamente, contra 97% da média da indústria. A solução da Microsoft se saiu pior que no ano passado: embora tenha alcançado os 6 pontos em usabilidade, ficou com apenas 3,5 em desempenho.

Publicado originalmente em 30 de abril. Atualizado em 6 de maio às 13h50 para remover o 360 AntiVirus da lista de softwares com nota máxima em proteção. Obrigado, Fabio Bertoli!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pri Camargo
Bem pessoal, em questão de antivírus, existe dois fatores: Empresarial e Residencial. Um antivírus pode ser ótimo para usuário residencial, porém quando implementado na empresa, pode ser ruim. A McAfee possui uma ferramenta chamada Epolicy Orchestrator, que é uma ótima ferramenta, quando se sabe trabalhar com a mesma. O kaspersky utiliza o MMC do Windows, é uma ferramenta a padrão WSUS. Deixa a desejar, por mais que o antivírus seja bom. Em matéria de empresa, temos que possuir ferramentas robustas, com possibilidades de configurações especificas. Neste caso aconselho Symantec, Trend, McAfee... Em matéria de residência/usuário, podemos usar ferramentas que façam "quase tudo" por nós. Neste caso eu aconselho, bitdefender, kaspersky e Nod32. Mas vale lembrar, podemos ter a melhor ferramenta do mundo, se a mesma não estiver bem configurada, de nada valerá.
André Romero
Pois é, filho. Você se revela mais uma dessas pessoas que só sabem defender seu ponto de vista atacando a opinião dos outros e jogando frases de efeito, de pretensa elegância e ironia mal aplicada, mas sem talento para tal, ainda mais quando escritas em péssimo português. Mas vamos lá: 1. Seu comentário a respeito de minha longevidade é dispensável e não merece comentários profundos. Só lamento, pois esse recurso não te ajuda com os argumentos, filho. E se você 'confia totalmente' num AV para te proteger, por melhor que ele seja, isso mostra o quão entendido de TI você é. 2. Instalei o Kaspersky Security, conforme a recomendação do próprio site do produto, com o objetivo de testar todas as suas funcionalidades, pois desejava compra-lo. Isso não significa que seja aceitável um único app - sem aviso prévio como qualquer outro faria - se desdobrar em inúmeros subprogramas, todos desconectados e sem um Hub, com múltiplas pastas espalhadas em diferentes lugares e com vários ícones de utilidade discutível em meu desktop. Em virtude dessa ridícula fragmentação, está justificado o fato do KAS sequer ter me perguntado onde eu gostaria de instalar suas inúmeras APIs ou módulos que, sem informação, eu julgava que estariam num só lugar (e que responderiam bem ao tentar remove-los). Como exemplo, a própria instalação do "Secure Scan' (ou algo que valha) é vaga e o módulo sequer informa direito a que se propõe e como fazê-lo, apenas pergunta se quero instalar. Portanto, filho, na falta de argumentos, guarde sua ironia dispensável e mal colocada para si mesmo. Quanto ao consumo, fale para a minha mão e tente convencer outro inocente com essa sua falácia: é sim indecente, de tão injustificável. E sim, ao contrário do que você advoga, torna o acesso ao disco mais lento (um SSD), tornando uma simples abertura do Explorador de Arquivos (ou o tempo de carregamento de um programa) incômoda, comprovando que - de fato - é um programa mal balanceado. E ainda mais em se tratando de um PC com as minhas configurações que, se você leu direito, sabe que não se trata de um comprado nas Casas Bahia. Para finalizar esse ponto (e seu falso argumento), de que adianta consumir muitos recursos e sua varredura demorar mais de um dia, ao contrário de outros (bons) AV? Em qualquer teste comparativo com outros - inclusive os citados e reconhecidos por você - o KAS se mostra muito ruim nesse quesito. Quanto aos seus inúmeros erros, (até numa simples varredura), nem cito mais pois seu argumento furado se resume a dizer que eu fui apenas 'premiado'. Para ser honesto (gesto que você é incapaz), te dou razão quando cita a corrupção do KAS, que pode sim ter sido feita pelo upgrade da Build. Já tinha visto isso em outro AV, o AVG. Porém o fato é que não vi isso acontecer com o Panda, o Malwarebytes, nem em qualquer outro app meu. Portanto, independentemente de quem seja a culpa - da MS ou dos próprio KAS - para quem quer acompanhar as constantes mudanças de Build do Windows é uma desvantagem usar o KAS em relação a outros AV. Lembro que nessa guerra comercial, não há mocinhos ou bandidos: todos são iguais. E rapaz, você se mostra errado em mais essa: lamento informar que instalei a suíte do KAS exatamente nas duas últimas versões que você considera 'tudo absolutamente normal': instalei no Build anterior (17025) e a corrupção ocorreu quando do upgrade para a atual, a 17035. E quando percebi esse problema, reinstalei tudo de forma usual, sem ter sido avisado em nenhum momento pelo instalador de que essa reinstalação foi mal sucedida, apenas para ter os problemas que relatei e que você resolveu desqualificar. Leia-se: ele não se tornou 'operacional'. É sempre bom saber do que falar antes de faze-lo, meu amigo. 4. Mais uma frase de efeito sem base factual, rapaz. Estou afirmando que o Panda, ao ser removido, não deixou, ao menos no meu PC, traços sequer no registro. O mesmo aconteceu quando da desinstalação, há muitos anos, do péssimo AVG. Se você aceita isso ou não, não é meu problema. Mas aprecio essa sua busca por argumentos. Quanto ao seu PS: não tenho problemas em confiar na sua palavra e aceitar que, na sua máquina, o KAS roda direito. Pena que você não me conceda o mesmo privilégio, ao tentar desqualificar a minha - e de várias pessoas na Internet - quando digo que no meu PC ele foi uma tragédia. Não precisa sequer sair dessa página, rapaz: dê-se ao trabalho de ler os outros comentários. E depois pesquise na rede e comprove que o KAS e seu ridículo suporte - apesar da fama e dos fanboys - está longe de ser uma unanimidade. Antes que você reclame, lembre-se de quem iniciou essa sessão de desqualificação da opinião alheia, que poderia ter sido apenas uma boa troca de experiências. E fique tranquilo, não se preocupe comigo: não há amargura, tenho mais o que fazer. É que, sinceramente, mais em função da minha profissão e menos pela idade, confesso ter mais tempo - mas não muita paciência - com pessoas que não sabem discutir sem tentar desqualificar a opinião alheia ou mesmo que atacam outros por manifestarem opiniões contrárias, ainda mais quando o fazem de forma velada, usando ironias que não podem sustentar e sem nenhuma força de argumentação. Nesse ponto, prefiro (e acho mais honesto) ser mais franco e direto, sem a pretensão de tentar ser engraçadinho ou elegante. Abraço.
Kyle2k

Pois é, filho. Você se revela mais uma dessas pessoas que só sabem defender seu ponto de vista atacando a opinião dos outros e jogando frases de efeito, de pretensa elegância e ironia mal aplicada, ainda mais quando escritas em péssimo português. Mas vamos lá:

1. Seu comentário a respeito de minha longevidade é dispensável e não merece comentários profundos. Só lamento, pois comportar-se como um imbecyl (para não censurarem) não te ajuda com os argumentos, filho. E se você 'confia totalmente' num AV para te proteger, por melhor que ele seja, isso mostra o quão entendido de TI você é.
2. Instalei o Kaspersky Security, conforme a recomendação do próprio site do produto, com o objetivo de testar todas as suas funcionalidades, pois desejava compra-lo. Isso não significa que seja aceitável um único app - sem aviso prévio como qualquer outro faria - se desdobrar em inúmeros subprogramas, todos desconectados e sem um Hub, com múltiplas pastas em lugares diferentes e com vários ícones de utilidade discutível em meu desktop. Em virtude dessa ridícula fragmentação, está justificado o fato do KAS sequer ter me perguntado onde eu gostaria de instalar suas inúmeras APIs ou módulos que, sem informação, eu julgava que estariam num só lugar (e que responderiam bem ao tentar remove-los). Como exemplo, a própria instalação do "Secure Scan' (ou algo que valha) é vaga e o módulo sequer informa direito a que se propõe e como fazê-lo, apenas pergunta se quero instalar. Portanto, filho, na falta de argumentos, guarde sua ironia dispensável e mal colocada para si mesmo.
Quanto ao consumo, fale para a minha mão e tente convencer outro inocente com essa sua falácia: é sim indecente, de tão injustificável. E sim, ao contrário do que você advoga, torna o acesso ao disco mais lento (um SSD), tornando uma simples abertura do Explorador de Arquivos (ou o tempo de carregamento de um programa) incômoda, comprovando que - de fato - é um programa mal balanceado. E ainda mais em se tratando de um PC com as minhas configurações que, se você leu direito, sabe que não se trata de um comprado nas Casas Bahia.
Para finalizar esse ponto (e seu falso argumento), de que adianta consumir muitos recursos e sua varredura demorar mais de um dia, ao contrário de outros (bons) AV? Em qualquer teste comparativo com outros - inclusive os citados e reconhecidos por você - o KAS se mostra muito ruim nesse quesito. Quanto aos seus inúmeros erros, (até numa simples varredura), nem cito mais pois seu argumento se resume a dizer que eu fui apenas 'premiado'.
E deixa ver se eu entendi: instalo ao menos 2 upgrades completos do Windows 10 por mês (sou Insider do W10 e beta tester registrado desde o Vista), que nunca corromperam nenhum dos inúmeros apps que tenho (exceto por um ou outro driver) ou mesmo meus AV anteriores (incluindo o Malwarebytes que está sempre comigo) e o 'erro' é da MS, filho? Você deve ler muito site patrocinado.
Admitir que desliga o AV de empresas (embora uma prática comercial totalmente condenável por parte da MS, principalmente quando feito sem aviso prévio na hora de instalar uma nova Build), é bem diferente de corromper os arquivos e esculhambar o app comprado pelo usuário, embora admita essa possibilidade. Porém não vi isso no Panda, no Malwarebytes, nem em qualquer outro app meu. E em nenhum momento li algo a respeito nem da própria Kaspersky, que acusou a MS apenas de desligar seu AV em favor do Defender: se você tem alguma prova de que essa corrupção é deliberada (ainda que eu não duvide, repito, em se tratando de MS), poste o link de algum site sério para eu te dar razão ou pare de proteger seu AV de estimação como um fanboy.
E se pararmos para pensar, sem defender a infame MS, uma atualização 'full' de um OS pode sim, em tese, bloquear um app invasivo como um AV que tem o poder de bloquear ou danificar o próprio upgrade do OS, ou mesmo impedir a atualização de uma simples DLL. Desde os tempos do byte lascado os Windows desabilitam os AV num upgrade total, antes mesmo da MS criar e promover os seus próprios: isso não é exclusividade do W10. Seria um AV de terceiros tão bom e balanceado a ponto de distinguir com precisão o que é upgrade e o que é modificação criminosa de um arquivo do sistema? Ainda mais um KAS que detectou uma pancada de falsos positivos, implicando até com arquivos originais de backups de CDs meus?
Para finalizar mais esse seu argumento furado, informo que instalei a suíte do KAS exatamente nas duas últimas versões em que você considera 'tudo absolutamente normal': instalei no Build anterior (17025) e a corrupção ocorreu quando do upgrade para a atual, a 17035. E quando percebi esse problema, reinstalei tudo de forma usual, sem ter sido avisado em nenhum momento pelo instalador de que essa reinstalação foi mal sucedida, apenas para ter os problemas que relatei e que você resolveu desqualificar. Leia-se: ele não se tornou 'operacional'. Saiba o que falar antes de faze-lo, meu amigo.
4. Mais uma frase de efeito sem base factual, rapaz. Estou afirmando que o Panda, ao ser removido, não deixou, ao menos no meu PC, traços sequer no registro. O mesmo aconteceu quando da desinstalação, há muitos anos, do péssimo AVG. Mas aprecio essa sua busca por argumentos.
Quanto ao seu PS: não tenho problemas em confiar na sua palavra e aceitar que, na sua máquina, o KAS roda direito. Pena que você não me conceda o mesmo privilégio, ao tentar desqualificar a minha - e de várias pessoas na Internet - quando digo que no meu PC ele foi uma tragédia. Não precisa sequer sair dessa página, rapaz: dê-se ao trabalho de ler os outros comentários. E depois pesquise na rede e comprove que o KAS e seu ridículo suporte - apesar da fama e dos fanboys - está longe de ser uma unanimidade.

Antes que você reclame de meu tom agressivo, lembre-se de quem iniciou essa sessão de desqualificação da opinião alheia, que poderia ter sido apenas uma boa troca de experiências. E fique tranquilo, não se preocupe comigo: não há amargura, tenho mais o que fazer. É que, sinceramente, mais em função da minha profissão e menos pela idade, confesso ter mais tempo - mas não muita paciência - com pessoas que não sabem discutir sem tentar desqualificar a opinião alheia ou mesmo que atacam outros por manifestarem opiniões contrárias, ainda mais quando o fazem de forma velada, usando ironias que não podem sustentar e sem nenhuma força de argumentação. Nesse ponto, prefiro (e acho mais honesto) ser mais direto, sem a pretensão de tentar ser engraçadinho ou elegante. Abraço.

André Romero
Pois é, filho. Você se revela mais uma dessas pessoas que só sabem defender seu ponto de vista atacando a opinião dos outros e jogando frases de efeito, de falsa elegância e ironia, ainda mais quando escritas em péssimo português. Mas vamos lá: 1. Seu comentário a respeito de minha longevidade é irrelevante. Não merece nem comentário a sua falta do que falar. 2. Instalei o Kaspersky Security, conforme a recomendação do próprio site do produto, com o objetivo de testar todas as suas funcionalidades, pois desejava compra-lo. Isso não significa que ache aceitável um único programa, sem aviso prévio como qualquer outro faria, se desdobrar em inúmeros subprogramas, todos desconectados e sem um Hub central, com múltiplas pastas em lugares diferentes e com vários ícones em minha área de trabalho. Em virtude dessa ridícula fragmentação, está justificado o fato do KAS sequer ter me perguntado onde eu gostaria de instalar suas inúmeras APIs ou módulos que, sem informação, eu julgava que estariam num só lugar e que responderiam bem ao tentar remove-los. Como exemplo, a própria instalação do "Secure Scan' (se me lembro bem) é vaga e o módulo sequer informa direito a que se propõe e como fazê-lo, apenas pergunta se quero instalar. Portanto, filho, na falta de argumentos, guarde sua ironia dispensável e mal colocada para si mesmo. Quanto ao consumo, fale para a minha mão e tente convencer outro otário com essa sua falácia: é injustificável, ainda mais quando comparado a outros AV. E sim, ao contrário do que você advoga, torna o acesso ao disco mais lento (um SSD), tornando uma simples abertura do Explorador de Arquivos mais lenta, comprovando que - de fato - é um programa mal balanceado. E ainda mais em se tratando de um PC com as minhas configurações que, se você leu direito, sabe que não se trata de um comprado nas Casas Bahia. Para finalizar esse ponto (e seu falso argumento), de que adianta consumir muitos recursos se uma varredura demora mais de um dia, ao contrário de outros (bons) AV? Em qualquer teste comparativo com outros - inclusive os citados e reconhecidos por você - o KAS se mostra muito ruim nesse quesito. Quanto aos seus inúmeros erros, até numa simples varredura, nem cito mais pois seu argumento se resume a dizer que eu fui apenas 'premiado'. E deixa ver se eu entendi: instalo ao menos 2 upgrades completos do Windows 10 (sou Insider), que nunca corrompeu NENHUM dos inúmeros apps que tenho (apenas um ou outro driver) ou mesmo meus AV anteriores (incluindo o Malwarebytes que está sempre comigo) e o 'erro' é da MS, filho? Você deve ler muito site patrocinado. Admitir que desliga o AV de empresas, embora seja uma prática comercial totalmente condenável por parte da MS, principalmente quando feito sem aviso prévio na hora de instalar uma nova Build, é bem diferente de corromper os arquivos e esculhambar o app comprado pelo usuário (não vi isso em nenhum AV anterior, no Malwarebytes, nem em qualquer outro app meu). E em nenhum momento li algo a respeito nem da própria Kaspersky, que a acusou apenas de desligar seu AV: se você tem alguma prova de que o W10 corrompe de propósito (ainda que eu não duvide, em se tratando de MS), poste o link de algum site sério para eu te dar razão ou pare de proteger seu AV de estimação. Isso se chama ser fanboy, rapaz. E se você confia totalmente num AV para te proteger, rapaz, por melhor que ele seja, acho melhor você ler mais sobre o assunto. Para finalizar mais essa sua falácia, informo que instalei a suíte do KAS exatamente nas duas últimas versões em que você considera 'tudo absolutamente normal': instalei no Build anterior (17025) e a corrupção ocorreu quando do upgrade para a atual, a 17035. E quando percebi esse nefasto problema, reinstalei tudo de forma usual, sem nenhum erro detectado pelo instalador do KAS, apenas para ter os problemas que relatei e que você resolveu desqualificar. Leia-se: ele não se tornou operacional. Saiba o que falar antes de faze-lo, meu amigo. 4. Mais uma frase de efeito sem base factual, filho. Estou afirmando que o Panda, ao ser removido, não deixou, ao menos no meu PC, traços sequer no registro. O mesmo aconteceu quando da desinstalação, há muitos anos, do péssimo AVG. Mas continue buscando argumentos, rapaz. Quanto ao seu PS: não tenho problemas em confiar na sua palavra e aceitar que, na sua máquina, o KAS roda direito. Pena que você não me concede o mesmo privilégio, ao tentar desqualificar a minha - e de várias pessoas na Internet - quando digo que no meu PC ele foi uma tragédia. Não precisa sequer sair dessa página, rapaz: dê-se ao trabalho de ler os outros comentários. E depois pesquise na rede e comprove que o KAS - e seu ridículo suporte - está longe de ser uma unanimidade. Antes que você reclame de meu tom agressivo, lembre-se de quem iniciou essa discussão, que poderia ser apenas uma boa troca de experiências. Fique tranquilo e não se preocupe comigo, filho: não há amargura, tenho mais o que fazer. É que, sinceramente, mais em função da minha profissão e menos pela idade, confesso ter mais tempo - mas não muita paciência - com pessoas que não sabem discutir sem tentar desqualificar a opinião alheia ou mesmo que atacam outros que manifestam opiniões contrárias, ainda mais de forma velada, usando ironias que não pode sustentar e que não tem nenhuma força de argumentação. Abraço.
Alberto Prado
1- A sua demasiada longevidade pode ser algo ruim, talvez ela esteja contribuindo para sua atualização deficiente sobre a da área de TI. Mas só divago mesmo. 2- Se ele instalou "tralhas" é pq vc não teve o cuidado de selecionar o que ele deveria instalar. Muitos SW fazem isso se pessoa não toma o devido cuidado. Isso transparece um certa falta de conhecimento. O KAS realmente consome muito CPU, mas só se o mesmo estiver ocioso, pois a prioridade do processo é baixa. Aqui eu posso fazer oq eu bem entender no PC que vai abrir normalmente sem engasgos. A questão update do W10 que corrompeu os arquivos do KAS realmente ocorreu. Mas isso já foi amplamente noticiado que foi uma falha da MS. Tanto que os dois últimos builds do W10 tudo ficou absolutamente normal. Ainda assim, era só reinstalar que o mesmo voltava a ser operacional. 3- Bom pra você então. Continue assim. As vezes eu ando em sites suspeitos, mas sempre sem problemas. Tenho plena confiança no trabalho do KAS em bloquear qualquer ameaça. 4- Todo SW deixa vestígio. Uns mais outros menos. Um AV moderno pode ter uma instalação tão complexa quando um driver. Em todo o caso uma ferramenta de desinstalação é pra casos de emergência. E é bom que uma dev tenha se antecipado e pensado nisso. Não vejo demérito. Até pq o KAS sempre desinstalei facilmente. Diferente do Avira e do Avast que já me deram um pouco mais de trabalho. Procure na internet e verá que eu não elogio sozinho. ;) Foi só azar. Não há pq ser tão amargurado com a marca. Vida que segue. Ps: Scan efetuado em um SSD 240GB (130GB ocupados) + HD 1 TB (860GB ocupados). https://uploads.disquscdn.com/images/0da020bef9a1f7cd42dada8a1be73534c1df4fb5b1d0044373aa3a6264ffb392.png
Kyle2k

Respondendo ponto a ponto:
1. Não tiro seu direito à opinião. Se ele te serve bem, é o que importa. Mas continuo não recomendando. Embora o amigo não ache relevante meu depoimento - sem se dar o trabalho de pesquisar que muita gente boa na rede também faz as mesmas reclamações - uso PC desde os tempos do Windows 3.11 para Workgroups (não sei se você era vivo na ocasião) e de lá para cá já testei todos os antivírus mais destacados. Continuo afirmando que esse KAS - da forma como foi concebido e como opera - não vale a pena e muito menos o dinheiro. Particularmente prefiro usar o Panda + Malwarebytes Antimalware mesmo.
2. Não infira nada sem conhecimento dos fatos, ou mesmo faça pouco de quem escreve, pois você não está lidando com um leigo, rapaz. Isso é atitude de fanboy. Apesar da sua afirmação, tenho conhecimento (não sei se o amigo tem), quero ter trabalho, mas trabalho que compense o esforço, o que não foi o caso com o KAS, que instalou várias tralhas em meu PC, encheu meu desktop de ícones e começou a dificultar minha própria navegação, parecendo exatamente um McAffe antigo da vida, que tudo tranca e nada resolve.
Isso sem contar que no meu PC - um Intel i7 3770 de 3,4GHz, 16GB RAM, placa NVidia GTX1070 e som Sound Blaster Z, rodando Windows 10 mais recente num SSD Kingston de 240GB - rodou uma simples varredura com 70, 80% (picos de 94%) do uso da CPU, contra 27% do Panda. E o Panda fez a varredura completa em 50 e poucos minutos, contra mais de um dia (e erro, pois só se completou na segunda vez) do KAS. Se você acha isso um bom desempenho, filho, não sei o que dizer. E mais: um antivírus cujos arquivos são 'corrompidos' a cada update do OS, forçando uma reinstalação, não é uma solução boa para ninguém. Nesse caso até perdoo, pois pode ter sido só comigo.
3. Ao contrário do que você infere (sem conhecimento, sem razão e sem motivo), meu sistema roda rápido e limpo, default, nada customizado: nem por mim, nem por nenhum programa vil, pois não sou nenhum néscio. Tenho muita coisa importante em meu PC que deve ser protegido. No que tange à rede, não frequento sites reconhecidamente suspeitos e causadores de infecções ou que rodam scripts maliciosos: meu Malwarebytes me protege satisfatoriamente, acusando sistematicamente tentativas de invasão ou instalação de trojans. E nenhum dos poucos vírus que contraí tampouco fez qualquer estrago: meus arquivos de trabalho estão sempre intactos, meu hardware roda em baixo consumo de recursos (todos, inclusive de disco), meus emails não mandam vírus para nenhum colega (eu os pergunto sempre) e nenhuma das soluções que tinha acusou, exceto em uma ou outra ocasião, qualquer vírus mais agressivo do que um PUP ou adaware.
4. Só para constar: drivers são muito complicados de desinstalar e uma má desinstalação de um pode interferir negativamente no desempenho de um mais recente, daí a necessidade de um desinstalador completo, que remova todos os seus vestígios. E embora o Panda possa ter tido um desinstalador (talvez fruto da mesma dificuldade de um software mal acabado na ocasião), desinstalei-o normalmente pelo próprio app para justamente testar o KAS e ele foi removido sem nenhum problema ou resíduo, ao contrário do seu antivírus, que me deu um trabalho infernal, como ter que usar o FileASSASSIN para deletar DLLs teimosas e conseguir remover as (mais de uma) pastas do KAS no sistema. Procure na rede, rapaz, e verá que eu não reclamo sozinho.
Abraço.

André Romero
Respondendo ponto a ponto: 1. Não tiro seu direito à opinião. Se ele te serve bem, é o que importa. Mas continuo não recomendando. Embora o amigo não ache relevante meu depoimento - sem se dar o trabalho de pesquisar que muita gente boa na rede também faz as mesmas reclamações - uso PC desde os tempos do Windows 3.11 para Workgroups (não sei se você era vivo na ocasião) e de lá para cá já testei todos os antivírus mais destacados. Continuo afirmando que esse KAS - da forma como foi concebido e como opera - não vale a pena e muito menos o dinheiro. Particularmente prefiro usar o Panda + Malwarebytes Antimalware mesmo. 2. Não infira nada sem conhecimento dos fatos, ou mesmo faça pouco de quem escreve, pois você não está lidando com um leigo, rapaz. Isso é atitude de fanboy. Apesar da sua afirmação, tenho conhecimento (não sei se o amigo tem), quero ter trabalho, mas trabalho que compense o esforço, o que não foi o caso com o KAS, que instalou várias tralhas em meu PC, encheu meu desktop de ícones e começou a dificultar minha própria navegação, parecendo exatamente um McAffe antigo da vida, que tudo tranca e nada resolve. Isso sem contar que no meu PC - um Intel i7 3770 de 3,4GHz, 16GB RAM, placa NVidia GTX1070 e som Sound Blaster Z, rodando Windows 10 mais recente num SSD Kingston de 240GB - rodou uma simples varredura com 70, 80% (picos de 94%) do uso da CPU, contra 27% do Panda. E o Panda fez a varredura completa em 50 e poucos minutos, contra mais de um dia (e erro, pois só se completou na segunda vez) do KAS. Se você acha isso um bom desempenho, filho, não sei o que dizer. 3. Ao contrário do que você infere (sem conhecimento, sem razão e sem motivo), meu sistema roda rápido e limpo, default, nada customizado: nem por mim, nem por nenhum programa, pois não sou nenhum néscio. Tenho muita coisa importante em meu PC que deve ser protegido. No que tange à rede, meu Malwarebytes me protege satisfatoriamente, acusando sistematicamente tentativas de invasão ou instalação de trojans. E nenhum dos poucos vírus que contraí tampouco fez qualquer estrago: meus arquivos de trabalho estão sempre intactos, meu hardware roda em baixo consumo de recursos (todos, inclusive de disco), meus emails não mandam vírus para nenhum colega (eu os pergunto sempre) e nenhuma das soluções que tinha acusou, exceto em uma ou outra ocasião, qualquer vírus mais agressivo do que um PUP ou adaware. 4. Só para constar: drivers são muito complicados de desinstalar e uma má desinstalação de um pode interferir negativamente no desempenho de um mais recente, daí a necessidade de um desinstalador completo, que remova todos os seus vestígios. E embora o Panda possa ter tido um desinstalador (talvez fruto da mesma dificuldade de um software mal acabado), desinstalei-o normalmente pelo próprio app para justamente testar o KAS e ele foi removido sem nenhum problema ou resíduo, ao contrário do seu antivírus, que me deu um trabalho infernal. Procure na rede, rapaz, e verá que eu não reclamo sozinho. Abraço.
Alberto Prado
Discordo. Você não pode tirar a sua experiência como um valor universal e absoluto. Comigo o KAS sempre se mostrou muito eficiente e nunca houve tal tipo de situação tanto pra mim como pra quem eu indiquei. Ainda assim ele também não é solução definitiva. Bitdefender é um pouco melhor, mas tb mais caro, assim como a Bullguardian (essa com muitos falsos positivos por conta do motor duplo de detecção deles). O KAS é que tem melhor CxB e tem notas altas tanto no AV-Comparatives como no AV-Test. E isso por si só já vale mais que a minha ou sua opinião pessoal. Pelo que vc descreveu, o seu caso parece ser que o OS está altamente customizado ou já foi pauleado nas configs por programas de terceiros/vírus. O ideal é entra em modo de segurança e usar a ferramenta de remoção de pragas off-line ou de outra boa dev como a BitDefender, Bullguard, etc. E ainda assim não é garantia que seu OS voltará a ser o mesmo. O ideal é vc fazer uma instalação limpa e logo em seguida instalar o AV, qualquer que seja ele. Qualquer AV que faça scan completo irá demorar, ainda mais se vc só tiver o OS em um HD comum e não em um SSD. E você pode configurar ou não para que ele abra o arquivos compactados. Se vc não que ter o trabalho (ou não tem o conhecimento) de configurar o AV, é melhor ir de Windows Defender mesmo. No mais, acredito que você só tenha sido azarado. Só pra consta. A Panda até um tempo atrás tinha uma ferramenta de remoção do AV dele viu... Assim, como Nvidia tem para os drivers dela e AMD tb. Isso não quer dizer nada.
Kyle2k

Péssima escolha, irmão, me perdoe. Leia minha experiência acima.

André Romero
Péssima escolha, irmão, me perdoe. Leia minha experiência acima.
Kyle2k

Uso PC há 31 anos e achei esse Kaspersky uma merda total. Mais do que não recomendar: afirmo sem hesitar que compra-lo é garantia de aborrecimento. Ele é tudo o que não gosto em um software: é extremamente invasivo, fragmenta seu app em vários ícones (ao invés de oferecer um hub para tudo) e só me deu aborrecimentos, pois não consegui sequer com que ele removesse qualquer vírus. Instalei em meu W10, ativei o Trial de 30 dias para testar.
Pediu uma varredura geral, que demorou mais de um dia para ser efetuada. Cansado de esperar, fui dormir com o percentual em 99%, que já perdurava por horas, pois ele cismou em abrir cada arquivo RAR de backups de antigos jogos de MS-DOS (daqueles medievais, bem velhos mesmo, de 2-3MB de tamanho).
No dia seguinte, para meu espanto, o percentual dessa varredura retornou para 34%. Descobri que ele nem tinha acabado a varredura anterior (deu erro inexplicável) e tinha começado outra, sem meu comando e que, novamente, deu erro ao final.
Enquanto isso, comecei a ter problemas com a navegação no meu Chrome: acessando um conhecido site de análises políticas (site bem sério e respeitado, por sinal), tive o acesso negado, pois uma msg pop-up no canto inferior direito dizia que o Kaspersky não conseguiu verificar o certificado do site e, dessa forma, bloqueou-o preventivamente. Assim mesmo, sem maiores explicações. Sei o que isso significa, mas me pergunto se isso ocorre com um ignorante em rede, um usuário que nada entende disso, o quão enrolado e sem ação a pessoa não ficaria? Até o Chrome e o Malwarebytes Antimalware dão informações melhores e mais claras. Achei isso totalmente sem sentido.
Depois de mais um dia esperando pacientemente, ainda que com erro ao final do processo de varredura, acusou 11 vírus que, para mim, eram todos falsos positivos, pois nem meu Panda nem meu Malwarebytes Antimalware nunca acusaram nada. Nem tampouco o Defender do Windows. Pasmem, até jogos meus de MS-DOS originais, backups de meus CDs originais (já me livrei de leitores de CDs há anos de meu PC) eram tratados como vírus. Além disso, acusou 6 'problemas' esdrúxulos do Windows, algo em termos de permissão, não lembro bem, mas totalmente irrelevantes, mas que o antivírus tratou com o maior escarcéu.
Mesmo assim resolvi remover os suspeitos que não tinha certeza, confiando no produto. Para meu espanto (e agora acrescido de irritação), quando mandei "processar" os arquivos suspeitos (esse é o nome que o Kaspersky dá para seu comando de remoção), ficou rodando uma seta verde em círculo initerruptamente... e nada de remover ou desinfetar os arquivos, ainda que de joguinhos vagabundos de MS-DOS citados. Depois de várias horas, apareceu uma msg dizendo que a remoção havia falhado, sem maiores explicações. Tentei novamente: mesmo resultado.
Isso sem contar que tive de reinstala-lo em função de um upgrade no Build do Windows 10 que, inexplicavelmente, causou corrupção nos arquivos do Kaspersky. Isso nunca aconteceu com nenhum antivirus que usei antes.
Insatisfeito, resolvi remover essa bomba de meu PC e retornar ao Panda que, é menos invasivo, menos papagaiado e ao menos cumpre o que promete, embora tenha falhado comigo com a remoção de um vírus que me deu trabalho. Mas, para minha raiva, o Kaspersky bloqueou a desinstalação, alegando que eu - dono do PC e que instalei o app - não tinha autorização suficiente para parar seus serviços. Mandou eu consultar se tinha tais permissões (só faltou me mandar me catar).
Obrigado a procurar uma solução na Internet para remover essa merda de meu PC, baixei da própria empresa um app de remoção, cujo download falhou umas 6 ou 7 vezes antes de conseguir baixa-lo (apesar de eu ter uma banda de 35MBits/s). Nota relevante: quando uma empresa fabrica um 'removedor' de um software, é porque ele é uma armadilha para o usuário e uma bomba para remover.
Usei o 'removedor' deles apenas para descobrir que ele só removeu UM de vários programas que ele instalou. Tive de remover os outros um a um. E cada um demorou um tempo irritantemente longo. Dois deles, como o tal do 'Kaspersky Secure Connection' então, tive de interromper as desinstalações na marra, forçar a parada dos executáveis e DLLs e remove-los à força, apagando as entradas no registro e suas pastas correspondentes (e em vários lugares).

Quando me lembro que quase comprei essa bomba confiando na palavra de um famoso analista de Windows - e que se intitula profissional de segurança e vende o Kaspersky em seu site (nada contra isso, claro) - me dá até arrepios.

Se quiserem se aborrecer com um programa pouco amigável, que fragmenta sua instalação em vários apps que não funcionam, que invade cada aspecto de seu PC, que dá um trabalho enorme para remover e que nada funciona sem dar alguma msg de erro do programa - usem esse antivírus. Quanto aos aborrecimentos que falei, satisfação garantida.

André Romero
Uso PC há 31 anos e achei esse Kaspersky uma merda total. Mais do que não recomendar: afirmo sem hesitar que compra-lo é garantia de aborrecimento. Ele é tudo o que não gosto em um software: é extremamente invasivo, fragmenta seu app em vários ícones (ao invés de oferecer um hub para tudo) e só me deu aborrecimentos, pois não consegui sequer com que ele removesse qualquer vírus. Instalei em meu W10, ativei o Trial de 30 dias para testar. Pediu uma varredura geral, que demorou mais de um dia para ser efetuada. Cansado de esperar, fui dormir com o percentual em 99%, que já perdurava por horas, pois ele cismou em abrir cada arquivo RAR de backups de antigos jogos de MS-DOS (daqueles medievais, bem velhos mesmo, de 2-3MB de tamanho). No dia seguinte, para meu espanto, o percentual dessa varredura retornou para 34%. Descobri que ele nem tinha acabado a varredura anterior (deu erro inexplicável) e tinha começado outra, sem meu comando e que, novamente, deu erro ao final. Enquanto isso, comecei a ter problemas com a navegação no meu Chrome: acessando um conhecido site de análises políticas (site bem sério e respeitado, por sinal), tive o acesso negado, pois uma msg pop-up no canto inferior direito dizia que o Kaspersky não conseguiu verificar o certificado do site e, dessa forma, bloqueou-o preventivamente. Assim mesmo, sem maiores explicações. Sei o que isso significa, mas me pergunto se isso ocorre com um ignorante em rede, um usuário que nada entende disso, o quão enrolado e sem ação a pessoa não ficaria? Até o Chrome e o Malwarebytes Antimalware dão informações melhores e mais claras. Achei isso totalmente sem sentido. Depois de mais um dia esperando pacientemente, ainda que com erro ao final do processo de varredura, acusou 11 vírus que, para mim, eram todos falsos positivos, pois nem meu Panda nem meu Malwarebytes Antimalware nunca acusaram nada. Nem tampouco o Defender do Windows. Pasmem, até jogos meus de MS-DOS originais, backups de meus CDs originais (já me livrei de leitores de CDs há anos de meu PC) eram tratados como vírus. Além disso, acusou 6 'problemas' esdrúxulos do Windows, algo em termos de permissão, não lembro bem, mas totalmente irrelevantes, mas que o antivírus tratou com o maior escarcéu. Mesmo assim resolvi remover os suspeitos que não tinha certeza, confiando no produto. Para meu espanto (e agora acrescido de irritação), quando mandei "processar" os arquivos suspeitos (esse é o nome que o Kaspersky dá para seu comando de remoção), ficou rodando uma seta verde em círculo initerruptamente... e nada de remover ou desinfetar os arquivos, ainda que de joguinhos vagabundos de MS-DOS citados. Depois de várias horas, apareceu uma msg dizendo que a remoção havia falhado, sem maiores explicações. Tentei novamente: mesmo resultado. Isso sem contar que tive de reinstala-lo em função de um upgrade no Build do Windows 10 que, inexplicavelmente, causou corrupção nos arquivos do Kaspersky. Isso nunca aconteceu com nenhum antivirus que usei antes. Insatisfeito, resolvi remover essa bomba de meu PC e retornar ao Panda que, é menos invasivo, menos papagaiado e ao menos cumpre o que promete, embora tenha falhado comigo com a remoção de um vírus que me deu trabalho. Mas, para minha raiva, o Kaspersky bloqueou a desinstalação, alegando que eu - dono do PC e que instalei o app - não tinha autorização suficiente para parar seus serviços. Mandou eu consultar se tinha tais permissões (só faltou me mandar me catar). Obrigado a procurar uma solução na Internet para remover essa merda de meu PC, baixei da própria empresa um app de remoção, cujo download falhou umas 6 ou 7 vezes antes de conseguir baixa-lo (apesar de eu ter uma banda de 35MBits/s). Nota relevante: quando uma empresa fabrica um 'removedor' de um software, é porque ele é uma armadilha para o usuário e uma bomba para remover. Usei o 'removedor' deles apenas para descobrir que ele só removeu UM de vários programas que ele instalou. Tive de remover os outros um a um. E cada um demorou um tempo irritantemente longo. Dois deles, como o tal do 'Kaspersky Secure Connection' então, tive de interromper as desinstalações na marra, forçar a parada dos executáveis e DLLs e remove-los à força, apagando as entradas no registro e suas pastas correspondentes (e em vários lugares). Quando me lembro que quase comprei essa bomba confiando na palavra de um famoso analista de Windows - e que se intitula profissional de segurança e vende o Kaspersky em seu site (nada contra isso, claro) - me dá até arrepios. Se quiserem se aborrecer com um programa pouco amigável, que fragmenta sua instalação em vários apps que não funcionam, que invade cada aspecto de seu PC, que dá um trabalho enorme para remover e que nada funciona sem dar alguma msg de erro do programa - usem esse antivírus. Quanto aos aborrecimentos que falei, satisfação garantida.
João Petronio Martins
Em 25 anos de serviço, usei vários antivirus. Agora, acho que a bola da vez é do bitdefender pelo custo / benefício.
João Petronio Martins
Sim kaspersky é bom. Desde que esteja setado para o ambiente desejado.
joeHey

Idem, não recomendo.

Exibir mais comentários