Início » Internet » Facebook começa a testar o HERE Maps. Vem mais uma aquisição aí?

Facebook começa a testar o HERE Maps. Vem mais uma aquisição aí?

Por
4 anos atrás

Talvez você já saiba que a Nokia está procurando um novo dono para o HERE Maps. Supostamente, Apple, Yahoo, Samsung e até mesmo Baidu estão entre as companhias interessadas pelo serviço. Recentemente, surgiu mais um possível comprador: o Facebook.

Segundo o TechCrunch, os mapas do HERE Maps começaram a ser testados nesta semana na versão web do Facebook para dispositivos móveis. O serviço também está sendo integrado ao Instagram e ao Facebook Messenger.

HERE Maps no Facebook

HERE Maps no Facebook

Até o momento, não há nenhum anúncio oficial sobre o assunto, mas o Facebook confirmou os testes ao TechCrunch: “estamos avaliando o HERE Maps na rede social para termos mais controle e flexibilidade na entrega de uma experiência de mapas consistente”.

Um representante da Nokia também confirmou a parceria: “nos anima saber que os nossos mapas podem ser apreciados por usuários do Facebook”.

Se há mesmo intenção de compra, é difícil saber. Ambas as empresas foram bastante cuidadosas nas respostas para evitar especulações. Entretanto, a parceria sugere que o Facebook tem grandes planos em relação a serviços de mapas.

Nada fora do comum, provavelmente. Um dos planos pode ser simplesmente o aperfeiçoamento das ferramentas de geolocalização atuais – exibir com mais precisão endereços de eventos, por exemplo.

Também pode haver intenção de melhorar a entrega de anúncios. O Facebook é uma rede social gigantesca e global, mas que se mantém, principalmente, com publicidade local. Serviços de mapas são de grande ajuda nesse aspecto, especialmente em relação a consultas feitas com dispositivos móveis.

O HERE Maps consegue se destacar nesse ponto por causa da sua base de dados. Além de mapas detalhados de vários lugares, o serviço tem uma gama gigantesca de estabelecimentos e pontos de interesse cadastrados, por exemplo.

Não há confirmação por parte da Nokia, mas estima-se que a companhia quer US$ 2 bilhões pelo HERE Maps. Não é pouca coisa, mas alguns analistas de mercado acreditam que o serviço pode valer o dobro por conta, justamente, da abrangência de seu banco de dados.

Por ora, tudo não passa de um teste. Não está claro nem mesmo se o Facebook levará o serviço de mapas à versão para desktop ou aos apps móveis da rede social. Enquanto isso, convivemos com o mistério: quem ficará com o HERE Maps?

Mais sobre: , ,